CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Final da Copa São Paulo Flamengo e Bahia:

Final da Copa São Paulo Flamengo e Bahia. Foram definidos os dois finalistas da  Copa São Paulo de Futebol Júnior 2011 e nenhum deles é paulista. A decisão da Copinha deste ano será disputada entre um carioca e um baiano. O Flamengo despachou o último representante de São Paulo, o Desportivo Brasil, nos pênaltis, enquanto o Bahia colocou o primeiro clube nordestino em uma final do torneio ao passar pelo América-MG.
No estádio Nicolau Alayon, Flamengo e Desportivo Brasil fizeram uma partida eletrizante, com inúmeras oportunidades para as duas equipes, que fizeram um jogo aberto, mas o placar não saiu do 0. Assim, a decisão foi para os pênaltis e o Mengo foi soberano, aplicando 3 a 0 e se garantindo na decisão em busca do seu segundo título.

Na outra semifinal, o Bahia conseguiu o feito de ser o primeiro representante do Nordeste a chegar na decisão do título da Copinha. Disputada tal qual a partida na outra chave, Bahia e América-MG duelaram passe a passe a partida. Mas o tricolor levou a melhor sobre o Coelho e venceu por 2 a 1, com dois gols de Madson (Bahia) e Caleb descontando para os mineiros.
A final será amanhã, no estádio do Pacaembu.



As informações são do http://www.lazeresporte.com/

Retirolândia: Encontro reuniu família Carneiro:

O encontro dos "Carneiros" já aconteceu em Pé de Serra e Ichu antes de chegar a Retirolândia

Há seis anos  a família Carneiro vem realizando encontros, com objetivo de festejar e conhecer melhor suas raízes, além da troca do conhecimento e manter a unidade, desta que  segundo a coordenação, é uma das maiores famílias dos territórios do Sisal e do Jacuípe. Este ano a festa aconteceu sábado (22) e domingo (23), no clube Itatiaia, na cidade de Retirolândia.

O evento teve inicio na tarde de sábado,  com a palestra do jornalista Adan Nascimento, seguindo de coreografias e apresentação de um vídeo onde foi apresentada a história da família. Houve apresentação dos grupos de Samba de Roda, forró pé de Serra e foram montadas espaços para comercialização de bebidas e comidas típicas, outra marca importante dos “Carneiros”.
Os encontros da Família Carneiro começaram em 2005 e até 2007 foram realizados na cidade de  Pé de Serra, e nos anos seguintes, 2008 e 2009 aconteceram na cidade de Riachão do Jacuípe. Em 2010, já com repercussão regional, a V edição aconteceu no dia 16 de Janeiro na cidade de Ichú, onde a família detém um grande número de membros.

Nóe Silvestre Carneiro, a direita, feliz pela festa e pela presença do amigo Zé Doutor
Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Retirolândia, Noé Silvestre Carneiro, o evento foi coberto de êxito e os participantes passaram dois dias de muita harmonia, confraternização, paz, conhecimentos e principalmente a felicidade de poder conhecer familiares distantes, “fortalecendo laços de amizade entre todos da Família Carneiro e até os simpatizantes que estiveram presentes no Clube, a exemplo de José Antônio, conhecido Zé Doutor, diretor financeiro da FETAG”, afirmou.
Um grande gráfico, “uma espécie de organograma”, ou árvore geneológica  fixado na parede lateral do clube, chamava atenção dos participantes, pois consta dos nomes dos “chefes” de famílias, com suas esposas e filhos, numa demonstração do crescimento dos “Carneiros”. César e seu tio Reinaldo, vieram de Salvador e levaram um bom tempo até encontrar seus nomes.
“Meu tio conseguiu localizar. Eu ainda não”, falou César ao CN por volta das 00h20 do domingo. O organograma tomava como base o casal Gabriel José Carneiro e Petronilia Florência de Oliveira
Nomes conhecidos no cenário nacional fazem parte da família Carneiro, na base dos dois territórios. Na política nacional, o senador João Durval (PDT) e seu filho, o deputado federal, Sérgio Carneiro (PT), tem suas origens nesta base dos Carneiros. Na esfera estadual, nome a exemplo do prefeito de Salvador, João Henrique. No jornalismo, o destaque para repórter da rede Globo, José Raimundo. “São muitos os Carneiros que fazem parte da história desta região e nos orgulhamos disto. São médicos, advogados, agricultores bem sucedidos, líderes sindicais, religiosos, excelentes comerciantes, bons e pais e mães de família. Somos felizes pelo exemplo que espalhamos”, falou Ana Rebouças Carneiro, 62 anos, residente em Salvador. Demonstrando muita energia, “Dona Ana”, dançou durante toda noite.
Importante saber – O sobrenome Carneiro não foi adotado por apenas uma família, mas por várias. As primeiras “vagas” referências do sobrenome Carneiro em Portugal datam do século X, quando supostamente uma família francesa, teria se fixado e criado o solar da família Carneiro. Já outra vertente diz que o sobrenome surgiu na Espanha por volta do século XII e teria imigrado para Portugal após sua fundação. O mais provável é que o sobrenome tenha sido adotado por pessoas que estavam envolvidas na criação de carneiros, sejam pastores, produtores de lã ou ate mesmo de queijo, ou por habitantes de terras importantes na criação de carneiros, já que sua carne e derivados eram muito apreciados na Idade Media.
No caso do VI Encontro da Família Carneiro que aconteceu em Retirolândia no final de semana, teve a participação do “rebanho” com origem nos territórios do sisal e jacuípe, espalhados pelo Brasil.
VEJA O ÁLBUM DE FOTOS

As informações são do Calila noticia