CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 20 de março de 2011

O deputado federal Tiririca dá lição de economia na câmara:

.
Esta informação tem que ser passada exaustivamente com o objetivo de mudar o comportamento de nossos DITOS parlamentares, sejam vereadores, deputados ou senadores.

O deputado federal Tiririca (PR-SP), que tanta polêmica causou pela expressiva votação que obteve, tem sido um dos mais econômicos da Câmara, informa uma colunista da Folha de S. Paulo.
Tiririca gastou apenas R$ 42,03 em março, com serviços postais. Em janeiro, pediu reembolso de R$ 519 por duas passagens aéreas –sendo que uma delas custou R$ 80.
O deputado Waldemar Costa Neto (PR-SP), que lançou Tiririca na política, gastou R$ 17,6 mil em janeiro, com escritório, seguranças e telefonia.

Do blog de Vicente de Paula. Extraído do blog Bahia Acontece de Emerson Santos.

CAÇAS FRANCESES DESTROEM QUATRO TANQUES NA LÍBIA:

Aviões de guerra franceses destruíram quatro tanques usados por forças leais ao ditador líbio Muammar Gaddafi, neste sábado (19).
O ataque ocorreu nos arredores do quartel-general da oposição em Benghazi, a principal cidade do foco de resistência ao ditador. As informações são da rede de TV AlJazeera, sediada no Catar.

Os rebeldes afirmam enfrentar constante artilharia neste sábado, apesar do cessar-fogo anunciado por Gaddafi. Os bombardeios dos aviões franceses são a primeira ação militar internacional contra o ditador da Líbia.

Segundo o Ministério da Defesa francês, a missão pretende garantir a exclusão do espaço aéreo e evitar ataques de militantes pró-Gaddafi contra a população civil.

Ainda de acordo com o ministério, a intenção também é garantir a exclusão do espaço aéreo. Em entrevista coletiva, o coronel do Estado-Maior do Exército, Thierry Burkhard, caças franceses atiraram contra um veículo militar líbio.

Os países reunidos na Cúpula de Paris entraram em acordo para a aplicação da resolução do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre a Líbia, afirma Burkhard.

Na quinta-feira (17), o Conselho de Segurança aprovou ações contra o regime do ditador líbio.


Após a resolução da ONU, Gadaffi anunciou um cessar-fogo. No entanto, cidades que estavam nas mãos de opositores foram atacadas durante o dia.

Gaddafi diz que criará um "inferno" se Líbia for atacada

Em uma entrevista à Rádio Televisão Portuguesa (RTP), na qual advertiu que um conflito como esse acabaria com a segurança no Mediterrâneo, Muammar Gaddafi assegurou que criará um "inferno" sobre quem atacar.

- Se o mundo atua como um louco, nós faremos o mesmo. Vamos responder. Também faremos de sua vida um inferno. Nunca terão paz. A região do Mediterrâneo ficaria danificada, destruída, não haveria nenhuma circulação segura nem marítima nem aérea.

Na entrevista, Gaddafi se mostrou convencido de que o povo de Benghazi, onde se concentram os rebeldes contra seu regime, é fiel a ele e quer ser libertado dos "agentes de [Osama] Bin Laden".

- O povo de Benghazi está conosco, está comigo, nos pedem que vamos libertá-los. Estamos combatendo o terrorismo, que é um inimigo para a Líbia e para o mundo.

Perguntado sobre possíveis negociações para acabar com o conflito que vive seu país, Gaddafi se perguntou primeiro com ceticismo: "Com quem?", embora mais adiante tenha expressado sua disposição, "se for necessário", de conversar com os "terroristas".

O dirigente líbio também rejeitou a intervenção do Conselho de Segurança da ONU e afirmou que não reconhece suas resoluções porque não há uma guerra entre dois países que a justifique.

Do r7, extraído do blog BAHIA ACONTECE de Emerson Santos.