CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 13 de junho de 2011

RIACHÃO DO JACUÍPE: COMOÇÃO E DOR EM VELÓRIO COLETIVO:

Segunda-Feira foi um dia negro para a cidade de Riachão do Jacuípe. Milhares de pessoas se fizeram presentes durante o velório das sete vítimas fatais do acidente ocorrido às 22:15 do último domingo ,12, na BR 324, KM 415,5 , entre Vila Aparecida e Nova Fátima.
Os corpos foram velados no Clube Lira 8 de Setembro e sepultados no final da tarde desta segunda-feira,13. Parentes e amigos em prantos lamentavam o ocorrido. 


" Ainda pedí a meu filho que não fosse, ele então estendeu a mão e disse, tome minha mãe a chave do carro, se a senhora quiser eu não vou!, E eu então respondi: não meu filho, vá brincar a sua festa, disse dona NILVANDA, mãe de NELSON NERI, motorista do gol em que estavam os jovens. Por causa do acidente os colégios Maria Dagmar de Miranda, João Campos e toda a rede pública e municipal de Riachão suspenderam as aulas nesta segunda-feira . 


Informações recentes dão conta que Nelson, condutor do gol de placa policial KLX- 8772, licença de Recife, totalmente destruido na colisão, não possuía CNH, (Carteira Nacional de Habilitação) . Outro agravante da ocorrência é que o veículo transitava com excesso de passageiros. Não se sabe ainda as circunstâncias em que ocorreu a colisão, mas segundo algumas pessoas que chegaram no local pouco depois da batida, o motorista do caminhão, antes de evadir-se do local , teria dito que o condutor do gol teria forçado uma ultrapassagem e que a colisão foi inevitável. Nossa redação recebeu por telefone a informação que o condutor do caminão é morador da cidade de Várzea Nova e chama-se José Horácio, ele teira fugido do local com medo da reação das pessoas e , de acordo com informações do delegado responsável pelas investigações, Carlos Baqueiro, o advogado do motorista já entrou em contato com a polícia e garantiu o comparecimento do cliente à delegacia

Fonte: Bahia Acontece  Fotos: Interior Da Bahia

Tragédia: Sete adolescentes morrem em acidente envolvendo Gol e caminhão na BR 324, em Nova Fátima:

Os bombeiros passaram mais de duas horas para retirar os corpos presos as ferragens

Um grave acidente envolvendo o Gol placa KLX 8772 licença de Recife-PE e o caminhão placa JOJ 7373 licença de Várzea Nova- BA, provocou a morte de sete jovens, todos residentes em Riachão do Jacuípe. A tragédia aconteceu por volta das 22h30 de domingo, 12, no KM 415 da BR 324 trecho Vila Aparecida/ Nova Fátima.
Segundo informações de familiares, os jovens seguiam de Riachão de Jacuípe  para participarem dos festejos do São João antecipado de Nova Fátima, quando o carro que viajavam bateu de frente com o caminhão que estava carregado de mármore que havia saído de  Ourolândia  para  Salvador.

O caminhão teve toda a carga despejada na pista e empurrou o Gol por mais de 50 metros, destruindo o veículo e matando todos os ocupantes na hora. O motorista, cuja identidade ainda é desconhecida, falou a pessoa que lhe socorreu, que o gol fez a ultrapassagem e colidiu de frente. Ninguem mais informou sobre o rumo tomado ou o estado de saúde do camionheiro.
Não foi possível resgatar os corpos sem a presença do Corpo de Bombeiros de Feira de Santana, uma Guarnição composta por cinco bombeiros do 2º GPM, precisaram de mais de duas horas, de 01h10 a 03h10 para retirar os corpos das ferragens.Eles usaram aparelhos desencarceradores, equipamentos próprios para retirar vítimas presas em ferragens após acidentes automobilísticos. Antes, por volta das 19h, esses mesmos foram chamados para socorrer um primeiro acidente que havia acontecido no mesmo local, como a vítima ja havia recebido o socorro, eles retornaram para Feira.
Situação semelhante aconteceu com o patrulheiro Cunha, do Posto 02 da Polícia Rodoviária Federal de Capim Grosso, pertencente à Delegacia 10.4, que esteve no local para registrar a ocorrência do primeiro acidente e assim que chegou ao Posto em Capim Grosso, recebeu um novo chamado.

RGs que chegaram a Polícia Civil até as 04h. 1- Marcela - 2 Ana Maria - 3 - Daiane 4 - Janaina - 5 Nelson Ney -
As vitimas foram identificadas como: Rogelmo de Oliveira Pereira, 18 anos, morador do Bairro Asa Branca, Flávia Janaina de Santana Oliveira, 18, Bairro Ranchinho,  Ana Maria Guedes, 17, (Ranchinho) Daiane de Almeida Santos, 19, Alto do Cruzeiro, o motorista  Nelson Nei Carneiro Cordeiro, 18,  (Ranchinho), Marcela Mascarenhas de Oliveira Araújo, 16 anos, Tanque da Nação. Apenas um rapaz conhecido por Fonseca morador da Barra, não tivemos mais informações de sua identidade. Conhecidos das vitimas que foram ao local do acidente, davam conta que havia três casais de namorados e que estudavam numa mesma escola, Professora Dagmar. Viajam no bancos da frente, Ana Maria, Nelson e Flávia. No banco trazeiro, Rogelmo, Marcela, Fonseca e Daiane.

O motorista do caminhão não foi encontrado no local, nem ninguém soube informar seu estado de saúde
Dois rabecão do  Departamento de Polícia técnica de Feira de Santana estiveram  para recolher os corpos por volta das 04h da manhã desta segunda.

Acidente anterior saiba mais – O local deste acidente cerca de duas horas antes, havia acontecido  outro envolvendo o Woyage de placa, JKU 2950,  licença de Salvador, pertencente ao eletricista Antônio Carlos Carneiro de Souza, 35 anos, residente na Rua 16 de Agosto, s/n, no Bairro do Alto do Cruzeiro.  que coincidentemente reside em Riachão do Jacuípe e que também colidiu com um caminhão. A vitima foi encaminhada para o Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe, onde foi constatado fratura em um dos braços e várias escoriações e posteriormente transferido para Feira de Santana. Apesar dos acidentes acontecerem no mesmo local, segundo a Polícia Rodoviária, não tiveram nenhuma relação.

Por: valdemí de Assis e Raimundo Mascarenhas
Fonte: Calila Notícias





13 de junho: Serrinha completa 135 anos de fundação


Serrinha teve como seus primeiros habitantes os índios da Nação Cariris. Entretanto, foi com a chegada do português Bernardo da Silva, comandante de uma expedição da colonização portuguesa, em 1715, que a organização urbana da cidade se deu. Assim, foi iniciada a construção de uma capela sob a invocação da Senhora Santana. A capela era filiada a freguesia de São João de Água Fria. A esse tempo o povoado já possuía 16 casas cobertas de telhas e servia de pousada aos visitantes e comerciantes e lojas de tropeiros que se destinavam ao Rio São Francisco.

Em 1.º de junho de 1838, a lei n.º 67 criou o Distrito de Paz de Serrinha, e levou a capela à categoria, com paróquia própria, pelo Arcebispo D. Romualdo Antônio Seixas. Em 24 de outubro de 1763 foi nomeado capelão o Pe. Antônio Manuel de Oliveira.

A Igreja Matriz de Serrinha foi concluída em 1780 e possui uma inscrição de mármore no frontefício com os seguintes dizeres: "Louvado seja o Santíssimo Sacramento e a imaculada conceição da Virgem Nossa Senhora concebida sem pecado original" 25 de março de 1646. Presume-se que o ano de 1946 tenha sido o início da catequese dos índios Biritingas que dominavam a região.

Pela Lei Provincial n.º 1.069 de 13 de junho de 1876, foi o Arraial de Serrinha elevado á categoria de Vila e criado o Município de Serrinha, com território desmembrado do município de Purificação dos Campos, sendo inaugurado a 11 de janeiro de 1877.

A Vila de Serrinha recebeu foros de "cidade" pelo Ato estadual de 30 de junho de 1891, assinado pelo Barão de Lucena, fato que constou da data de 04 de junho de 1891 do Conselho Municipal de Serrinha. A instalação solene da cidade ocorreu em 30 de agosto de 1891 segundo consta da Ata do Conselho municipal de Serrinha do referido dia.

Mais de um século decorrido o Município de Serrinha vai avançando no seu crescimento e desenvolvimento.

Veja imagens antigas da cidade de Serrinha 

(Reprodução/Acervo pessoal de Enriqueta Peleteiro)Antiga Praça da EstaçãoPrimeira orquestra filarmônica da cidadeAntiga Praça Luiz NogueiraUma mureta cercava a Praça Luiz NogueiraAntiga Praça do CoretoOnde hoje está localizada a Central Calçados, Colofilme Fotos e Rádio Morena, moravam os primeiros habitantes de SerrinhaEstação ferroviáriaLargo de Santana antes da pavimentação asfálticaImóvel onde hoje funciona o restaurante “Tempero da Lia”Peregrinação ao cruzeiro do monte na sexta-feira santaPraça Luiz Nogueira (corredor do prédio onde hoje funciona a secretaria de ação social)

Procissão motorizada marcou o encerramento da Festa em Louvor a Santo Antonio:


  Aconteceu ontem, 12, o encerramento da Festa em Louvor a Santo Antonio Padroeiro da comunidade Fazenda Reunidas região da Baixinha.

  As 05 horas aconteceu- Café partilhado, e às 15 horas foi realizada uma procissão motorizada que saiu da Igreja Matriz percorrendo algumas ruas da sede e seguindo em direção  a comunidade.
   Lá aconteceu Missa Festiva celebrada pelo Padre José Jairo e contando com as presenças de muitos fiéis católicos.
  A festa em Louvor a Santo Antonio teve início dia 09 e O Tema Central foi: Em Pentecostes, recebemos os dons do Espírito Santo a exemplo de Santo Antônio.

Fonte: André Luiz

Quatro pessoas morrem após carro derrapar e bater em ônibus na BR-101

Quatro pessoas morreram na tarde deste domingo (12) depois que um veículo Golf derrapou e bateu em um ônibus no km 445 da BR-101, perto da entrada da cidade de Ubaitaba, distante 378 km de Serrinha. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Itabuna, as quatro vítimas estavam no carro e morreram na hora.

Morreram no acidente Osvaldo Coelho Ferreira, 51 anos, Maria do Socorro Ferreira, 42, Tiago Santos Ferreira, 21, e Joselito Silva Santos, 37. Três deles eram da mesma família. O carro tinha placa (JQY-6028) de Ibicaraí.

Ainda segundo a PRF, no momento do acidente chovia muito na rodovia. O veículo derrapou ao entrar em uma curva, rodou na pista e acabou se chocando de fundo com um ônibus da empresa Rota. Não havia passageiros no ônibus.

BR-116 - Já na BR-116, duas pessoas morreram em um acidente na madrugada deste domingo perto de Milagres, a 234 km de Salvador. Segundo a PRF, Edmilson Moura da Paixão e Gilvan Ribeiro de Jesus estavam em uma motocicleta que colidiu frontalmente com um caminhão.

Os dois morreram na hora. O motorista do caminhão não teve ferimentos.

Veja outras imagens

O Golf derrapou e bateu em um ônibus perto da entrada da cidade de UbaitabaSegundo a PRF, no momento do acidente chovia muito na rodoviaOs quatro ocupantes do Golf morreram no localTrês das vítimas eram da mesma família

Foto: Ubaitaba Urgente