CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Brasil Sub-20 supera bom adversário: 3 a 1:

Colômbia dá trabalho, mas Seleção Sub-20 se impõe com categoria e vence o seu segundo jogo.


O jogo foi muito disputado, o adversário teve excelente atuação, mas o Brasil soube fazer prevalecer o seu melhor futebol para derrotar a Colômbia por 3 a 1 na segunda rodada do Grupo B do Sul-Americano Sub-20 do Peru 2011.
Casemiro, Willian e Neymar marcaram os gols da Sub-20, que chegou a seis pontos ganhos, líder do grupo, e domingo enfrenta a Bolívia em Moquegua.
Ney Franco tinha razão em apontar a Colômbia como uma das melhores seleções deste Sul-Americano Sub-20 e que seria certamente um adversário difícil de ser batido na segunda rodada.
Apesar do empate na estreia diante do Equador, os colombianos mostraram nesta quinta-feira em Tacna ser um time, a exemplo do Brasil, que prioriza o futebol ofensivo e dessa maneira deu muito trabalho na partida.
Principalmente no primeiro tempo, quando obrigou o goleiro Gabriel a pelo menos duas defesas salvadoras. Usando a velocidade, pelos lados do campo, a Colômbia criou várias situações de perigo.
O Brasil também teve algumas oportunidades. Logo no início Casemiro desperdiçou uma grande chance, chegando atrasado no lance. Diego Maurício, que se movimentou bem, perdeu a melhor chance, chutando pelo alto.
Lucas conduzia o time no meio-campo, sendo o  responsável pela criação das jogadas, e dele saiu o passe para o chute forte de Willian, com defesa parcial, a bola sobrando para Danilo quase marcar.
No segundo tempo, o talento prevaleceu
Neymar, muito marcado, não conseguia espaços para jogar. O time passou a explorar mais o lado direito, com Diego Maurício e Danilo, o lateral que melhorou muito de rendimento em relação à estreia.
Na frente, Willian, com sua presença de área, dava trabalho à zaga e merecia ter marcado o que seria um belo gol, aos 10 minutos: girou em cima do zagueiro e chutou forte, de fora da área, mas a bola não entrou, no travessão.
O Brasil passou então a ter o controle do jogo. E foi de Diego Maurício, que já tinha concluído com perigo um pouco antes, o cruzamento para o primeiro gol, marcado por Casemiro, de cabeça, aos 13 minutos.
Lucas, o melhor do time no jogo, foi o co-autor do segundo gol. Arrancou em jogada individual, foi desarmado pelo zagueiero, mas não desistiu. Com raça, recuperou a bola, driblou o marcador e rolou com precisão para Willian, bem colocado, fazer 2 a 0, aos 22 minutos.
Parecia que as coisas iriam ser facilitadas. Mas a Colômbia não desistia e, dois minutos após, diminuiu. Bruno Uvini cometeu pênalti no rápido Castillo que Cardona cobrou - Gabriel quase defendeu.
O jogo ficou então muito disputado. A Colômbia se empolgou em busca do empate, o Brasil devolvia atacando com perigo, o que obrigava os dois goleiros a trabalharem.
Alan Patrick entrou no lugar de Diego Maurício aos 32 minutos. O time continuou com seu esquema ofensivo, com três atacantes, agora com Lucas mais adiantado, pela esquerda, Neymar pela direita e William centralizado.
A Colômbia pressionava, o time brasileiro se defendia com competência e ainda tinha boas oportunidades nos contra-ataques. Aí entrou em cena aquele de quem sempre se pode esperar algo diferente.
Neymar recebeu de William, deixou o zagueiro batido com seu drible marca registrada e chutou forte, colocado, sem defesa, marcando seu quinto gol no Sul-Americano Sub-20. Brasil 3 a 1 e jogo liquidado.
Escalações:
Brasil
Gabriel; Danilo(Galhardo), Bruno Uvini, Juan e Alex Sandro; Casemiro(Oscar), Fernando e Lucas; Diego Maurício(Alan Patrick), Willian e Neymar
Colômbia
Mosquera; Arias, Ospina (Saiz), Franco e Viáfara; Cabezas, Miguel, Ortega e Cardona; Castillo e Escobar

As informações são da CBF (Confederação Brasileira de Futebol)

Emoção: Garotos do Bahia vencem o Santos e vão à semifinal da Copinha:

image 
Tricolor venceu de virada e pega o América -MG na Semifinal


O torcedor que assistiu ao primeiro tempo de Santos e Bahia, pelas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, certamente não imaginaria que um jogo tão fraco tecnicamente poderia terminar de maneira tão dramática.
Em uma partida que só ficou interessante depois dos 15 minutos do segundo tempo, o Bahia fez 2 a 1 de virada no Santos e avançou na competição. O gol que manteve o time baiano na competição foi marcado por Rafael, aos 48 minutos do segundo tempo

Com o resultado, o Bahia se classificou para as semifinais da competição. O próximo adversário dos meninos do Peixe será o América-MG, que na tarde desta quinta-feira eliminou o Internacional nos pênaltis (4 a 3) depois de um empate em 1 a 1 no tempo regulamentar.

A partida entre santistas e baianos, disputada em São Carlos, começou bem fraca tecnicamente. Errando muitos passes e conclusões,  os garotos de ambas as equipes não conseguiram fazer uma boa jogada no primeiro tempo.

A disputa só melhorou depois dos 15 minutos da segunda etapa. O goleiro Renan, do Bahia, fez duas belas defesas para livrar seu time de levar o gol. Primeiro, se esticou para afastar o perigo no chute de Thiago Alves, aos 16 minutos. Depois, espalmou com categoria a tentativa de Leandrinho, aos 18 minutos.

O Bahia também não ficou atrás e passou a se arriscar mais. Aos 17, Fábio, atleta mais perigoso do ataque baiano, driblou dois defensores, mas seu chute estourou no zagueiro Gustavo Henrique. Aos 19, porém, o Santos abriu o marcador. Com uma bela bicicleta, o zagueiro Jairo colocou o Peixe na frente.

Aos 38, porém, Fábio fez a diferença para o Bahia e empatou a disputa em 1 a 1. Quando a partida parecia se encaminhar para os pênaltis, Rafael conseguiu escapar pela zaga santista e fez 2 a 1, aos 48 minutos.

Outros jogos

Na outra partida desta quinta-feira, o Desportivo Brasil derrotou o PAEC, por 4 a 1, em São Paulo. Júnior, Gabriel Ramos, Delatorre e Luís Gustavo marcaram para o Desportivo. Renan descontou para o PAEC.

Assim, o Desportivo Brasil está classificado para as semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O time paulista aguarda o vencedor da partida entre Coritiba e Flamengo, que se enfrentaram às 21h (de Brasília), no estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira.

As informações são do Globoesporte.com.