CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

FSA - Idoso de 67 anos preso se masturbando na Cidade Nova em via pública:


O idoso Antonio de Menezes, 67 anos, foi preso se masturbando na praça que fica próximo à Rua O, no bairro Cidade Nova. Ele chegou à praça em seu veículo, Fiat 147, com carroceria, placa DRE 2863, de Riachão do Jacuípe, estacionou, abriu o capu, e, segundo moradores do local, começou a se masturbar ao ver crianças que saiam de uma escola que fica na mesma praça. Alguns moradores revoltados, com atitude do “vovô”, começou a agredi-lo com socos e tapas.
O sargento Bispo, da 65ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), responsável pela prisão do idoso, afirmou para reportagem que a guarnição recebeu o chamado da Central, informando o acontecido. “Quando chegamos, já encontramos o mesmo dado “polimento”, ou seja, agredido por populares, o que nos informaram é que ele parou o carro aí e quando os estudantes começaram a sair da escola, começou a se masturbar”. Antonio foi encaminhado para Policlínica do Parque Ipê, depois conduzido para 2ª delegacia, onde foi ouvido e liberado.

REVOLTAS
A comerciante Daniela da Silva afirmou que é revoltante ver uma cena dessas, “ele é muito ‘cara de pau’. Um homem dessa idade fazendo isso, em via pública, principalmente na frente de crianças, várias pessoas viram, minha filha tem 12 anos e saia da escola no momento que ele fazia o ato obsceno”, disse Daniela revoltada.
O morador Carlos Augusto afirmou: “eu estava na frente de casa, quando ele começou a se masturbar. As crianças passando e ele praticando o ato. Ele não parava, estava de mais”.


FEIRA DE SANTANA - Menor é perseguido e executado dentro de supermercado:

Daniel Carvalho Freitas, 17 anos, foi morto com vários tiros no interior de um supermercado localizado na avenida Riachuelo, no bairro Baraúnas, por volta das 13h desta quarta-feira (14).

Segundo informações, dois homens em uma motocicleta iniciaram a perseguição à vítima que tentou se esconder no interior do estabelecimento comercial. O menor morreu no local.
O açougueiro Adailton Santos Oliveira, 28 anos, funcionário do supermercado foi atingido com um tiro nas nádegas e foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). 

Os matadores fugiram sem deixar pistas e o crime será investigado pela equipe da 2ª Delegacia, sob o comando do delegado Madson Sampaio.

Blog Central de Policia, com informações de Denivaldo Costa e fotos de Mário Sepúlveda

Em Coité - Estudante é atropela no centro da cidade por motocicleta:

Nesta quarta-feira, 14, por volta das 11h50m, a estudante Yzabela Batista Alaica, 17 anos, moradora na Rua Castelo Branco, s/n, Bairro do Açudinho, foi atropelada por uma motocicleta quando saiu do Colégio Estadual Olgarina Pitangueira, ela estava atravessando a Rua, fato ocorrido próximo da EMBASA, na Rua Maximino Madureira, a motocicleta Biz placa não anotada, estava sendo conduzida pelo o jovem Lucas da Silva Rodrigues, 16 anos, morador na Rua Cosme de Farias, 150, ambos moram em Conceição do Coité, filho do professor Edgar.

As vitimas foram socorridas pela a equipe de Voluntários Anjos da Vida para o Hospital Regional, até o fechamento da matéria, a Yzabela continua internada em observação e o Lucas foi transferido para outra unidade hospitalar.


OUTRAS FOTOS:

Por: Val César Informe Bahia

Ichu - Peugeot abandonado na comunidade de Maxixe foi roubado em Salvador:

Blog de andreluizichu :REPÓRTER ANDRÉ LUIZ - ICHU - BAHIA - (75) 8122-4970 - DEUS É FIEL - EMAIL: andreluizichu@hotmail.com, Ichu: Peugeot abandonado na comunidade de Maxixe foi roubado em Salvador
 O veículo Peugeot 206 abandonado ontem, 13, na comunidade de Maxixe, região de Casa Nova município de Ichu, tem restrições de roubo conforme informações da Polícia Civil.
 Após uma investigação  no sistema da SSP através do Delegado Dr. Gustavo Coutinho e do Agente Geovane foi constatado no boletim de ocorrência  que dois homens armados em uma moto tomaram o veículo de assalto em Salvador no dia 07 de agosto de 2011.
A queixa foi registrada por Ricardo Mariano Oliveira Silva que é natural de Riachão do Jacuípe  e reside no Bairro da Pituba em Salvador.
Dr. Gustavo e o Agente Geovane entraram em contato com o autor da queixa e o mesmo informou que a seguradora já fez o pagamento da indenização.
Segundo o Delegado, o fato será comunicado à seguradora para que a mesma tome as providências cabíveis.

Fonte: AL NOTÍCIAS, Blog de André Luiz

ICHU – Embora muito raro, o sisal ainda é uma fonte de renda no município - Veja passo a passo o processo de desfibramento do sisal:

O Sisal ainda é uma fonte de renda no município de Ichu
O Sisal, planta de origem Mexicana, introduzida na Bahia por volta de 1903, pelo comendador Horácio Urpia Júnior, tem sido uma fonte de renda para o homem do campo no município de Ichu, situado na região sisaleira do Estado, localizada á cerca de 180 km da capital Baiana. 

Estivemos hoje, dia 14 de Setembro, na fazenda Boa Vista na zona rural do município de Ichu, à 11 km da sede, acompanhando de perto todos os procedimentos na base de beneficiamento primário da fibra proveniente da planta do sisal. Esta fazenda pertence a família do saudoso Antônio Afonso Mota, conhecido como Antônio de Estevam, a qual agradecemos o apoio de Antônio José Mota que colaborou para realização desta matéria. 
Cortador - José Francisco de Almeida
 O cortador cortam as palhas no campo, retirando suas pontas que são pontiagudas a qual pode ferir com o espinho. Este processo se dar, a partir do momento em que as folhas atingirem o comprimento de aproximadamente 120 à 140 cm, que resultará em uma fibra de aproximadamente 90 à 120 cm. Durante o trabalho de corte todas as folhas serão arrumadas no solo para ser recolhido pelo cambiteiro.
Cambiteiro - Lourival da Silva Mota
 Por sua vez, o cambiteiro vem recolhendo todas as palhas “FOLHAS” do sisal, colocando em lombos de um animal, que na maioria das vezes são Jegues e estes transportam até o motor que fica próximo. Lá o cambiteiro arruma numa pilha para ser desfibrado ou “SERVADO”.
 No motor dois trabalhadores se encarregam de fazer o desfibramento, sendo ele o servador e o resideiro. Este processo é bastante árduo e perigoso, pois muitos trabalhadores já tiveram mãos e braços mutilado nesta máquina. O resideiro tem a função de abastecer a máquina, para o servador efetuar o processo de desfibramento.
Servador - Irênio dos Santos Oliveira
Devido o trabalho árduo o servador só trabalha em meio período, (cinco horas), sendo substituído por outro profissional.
Toda fibra verde é pesada para controle da produção
Durante o processo de desfibramento, o resideiro vai pesando a fibra verde numa balança para controle de sua produção onde posteriormente esta fibra é enviada para o campo de secagem.
Campeira - Rosa Angélica Mota de Santana
 No campo de secagem, um outro trabalhador (a), que na maioria das vezes é uma mulher, realiza o processo de estendimento (processo que espalha a fibra verde) num espécie de varal para facilitar a secagem. Salientando que esta fibra passará ainda por outro processo de beneficiamento final para mais uma limpeza e seleção. 

Conversando com o senhor João Alves Moreira, conhecido como Joãozito que é o proprietário do motor (maquina desfibradora), ele nos disse que todo este processo é bastante árduo e que infelizmente não é valorizado. A margem de lucro é muito pequena e as vezes não dar para sustentar a família e só mantém a maquina funcionando por questão de paixão pelo que faz, hoje o preço de 1kg da fibra seca, custa R$1,10 o que é muito barato lamenta Joãozito.
Proprietário do Motor - João Alves Moreira (Joãozito), recolhendo a fibra seca
O senhor João Alves (foto), ainda disse que até os trabalhadores ganham muito pouco em virtude do baixo preço da fibra seca, sendo que o resideiro ganha em média R$ 15,00 por dia de trabalho e o servador ganha mais ou menos a mesma coisa, mas porém por meio período de trabalho. O cortador mas o cambiteiro não consegue ganhar mais que R$12,00 por dia o que é muito pouco afirma João Alves (Joãozito).

Do sisal, utiliza-se a fibra das folhas que, após o beneficiamento, é destinada à indústria de cordoaria para fabricações de cordas, cordéis, tapetes etc. Mesmo com toda esta dificuldade, a Bahia hoje, é responsável por cerca de 80% da fibra produzida no país conforme afirma o setor.  
Resideiro - Antônio Carlos Santana cozinha o feijão p/ o almoço do meio-dia
Um detalhe muito interessante nos chamou atenção, é que os trabalhadores improvisam um fugão a lenha, feito com pedras bem ao lado do motor (maquina desfibradora), onde cozinham sua própria comida para o almoço do meio dia.  


Por Valdir Carneiro // Ichu Notícias

Lwart Lubrificantes amplia coleta de óleo lubrificante usado no Nordeste e apresenta resultado positivo em 3 anos de atuação:

Filial do Nordeste aumenta participação da empresa no mercado brasileiro e utiliza gás natural em sua produção.


A estratégia da Lwart Lubrificantes, empresa do Grupo Lwart, com sede em Lençóis Paulista (SP), de se instalar no Nordeste, já mostra resultados positivos. A empresa ampliou em 15% sua produção de óleo mineral básico. Essa conquista reflete na ampliação da produção da Lwart Lubrificantes para atender as formuladoras da região Norte e Nordeste. Adquirida em 2008, a Lwart Lubrificantes do Nordeste tem capacidade instalada para processar 20 milhões de litros por ano.

Atualmente, todo óleo lubrificante usado coletado na região é processado na filial e o óleo mineral básico, resultado do processo de rerrefino, é comercializado, em sua maioria, para as formuladoras do Nordeste. Os avanços em tecnologia e infraestrutura realizados nos últimos anos permitiram uma melhor qualidade do produto final.

Além disso, a unidade do Nordeste expandiu a base de clientes, gerou novos empregos e fez com que indústrias, concessionárias, oficinas e postos de combustíveis ficassem atentos para a correta destinação do óleo lubrificante usado.


Compromisso com o meio ambiente
Para complementar o crescimento, a Lwart Lubrificantes do Nordeste passou a utilizar o Gás Natural (GN) como combustível para caldeiras e fornos. A empresa optou pelo Gás por ser o mais limpo dos combustíveis fósseis, trazendo ganhos ambientais e melhorias relacionadas à operação de máquinas, além de aumento na durabilidade dos equipamentos. “O Gás Natural foi um importante passo na trajetória da Lwart Lubrificantes do Nordeste e permitiu um avanço nas operações”, afirma Thiago Trecenti, diretor geral da Lwart Lubrificantes.

A iniciativa de utilizar o Gás Natural no processo ressalta o compromisso da empresa com o meio ambiente e a preocupação com um processo limpo de produção. O investimento atendeu às expectativas ambientais da empresa e complementou outros procedimentos em prol da sustentabilidade.


Lwart Lubrificantes
Em duas plantas industriais, a principal em Lençóis Paulista (SP) e a filial em Feira de Santana (BA), a Lwart Lubrificantes emprega cerca de 980 colaboradores e teve faturamento de quase R$ 220 milhões em 2010.

A Lwart Lubrificantes recebeu o registro nº 1 de coletor autorizado da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e é responsável por coletar 45% do óleo lubrificante usado disponibilizado no País (cerca de 140 milhões de litros anualmente). A empresa produz mais de 100 milhões de litros de óleo mineral básico rerrefinados ao ano, suprindo o mercado. Isso faz com que seja considerada a maior empresa da América Latina no setor de coleta e rerrefino de óleo lubrificante usado.
Atualmente, a Lwart Lubrificantes está investindo em uma nova tecnologia que atenderá às necessidades de máquinas e motores de última geração. A empresa está construindo uma nova planta em Lençóis Paulista (SP) que produzirá óleo lubrificante do grupo II, até então exclusivamente importado pelo País.

Para saber mais sobre a Lwart Lubrificantes, acesse: www.lwartlubrificantes.com.br


Sobre o Grupo Lwart
O Grupo Lwart é um grupo industrial 100% nacional, estabelecido em Lençóis Paulista (SP) desde 1975. Possui três unidades industriais: a Lwart Lubrificantes, que atua na área de coleta e rerrefino de óleos lubrificantes usados; a Lwarcel Celulose, que faz o reflorestamento de eucalipto para a produção de celulose de mercado; e a Lwart Química, que fabrica produtos para impermeabilização e isolamento termoacústico.

O Grupo Lwart emprega mais de 2,7 mil pessoas, entre colaboradores próprios e terceiros, e teve faturamento de pouco mais de R$ 710 milhões em 2010.
Como base de suas atividades estão os pilares que formam a Sustentabilidade Corporativa, buscando sempre o equilíbrio entre o sucesso financeiro, o desenvolvimento econômico e social das comunidades do entorno e a atuação ambientalmente correta.

Desde 2009, a central termelétrica da Lwarcel, que gera 30MW de energia por mês e 240 toneladas/h de vapor por meio de combustíveis renováveis permitiu a autossuficiência para as empresas do Grupo Lwart, em Lençóis Paulista/SP. O Grupo consome cerca de 23MW de energia elétrica e todo o vapor produzido. O excedente na produção de energia, cerca de 7MW, pode ser comercializado no mercado.
Para saber mais sobre o Grupo Lwart, acesse: www.lwart.com.br.
FONTE: ADS Assessoria de Comunicações


SERRINHA - Polícia Civil de Serrinha prende ladrão de perfume na Rodagem:

Agentes do Serviço de Investigação (SI) da Polícia Civil de Serrinha prenderam no final da tarde desta terça-feira (13) Erenilson Rodrigues da Silva, 25 anos, o “Ico Zarolho”, acusado de invadir uma mercearia no bairro da Rodagem, local onde mora, e roubar mais de 10 frascos de perfume da Avon e outros objetos.

De acordo com Edvandro Muduruca, do Serviço de Investigação, parte do material roubado foi recuperado. Outras três pessoas acusadas de receptação foram levadas à delegacia, inclusive dois menores de 17 anos de iniciais J. J. S. e L. H. E. S. ”Eu comprei dois frascos na mão de “Ico” por R$ 10,00”, confessou um dos envolvidos.O quarto integrante do grupo foi identificado como Luiz Eduardo da Costa, 18 anos, conhecido como “Dudu”. Com os dois adolescentes a polícia encontrou também cinco pedras de crack. Todo material apreendido foi apresentado na DP e os acusados permanecem detidos.

Veja outras imagens
Grupo acusado de roubo e receptação

Seis pedras de crack foram encontradas com o grupo



FSA - Após dar carona a idosa, homem é dopado e roubado:

Dar carona a desconhecidos é muito perigoso e essa impressão ficará durante um bom tempo na cabeça do eletricista Juraci de Jesus Silva, residente no bairro da Conceição, em Feira de Santana. Ele compareceu no Complexo Policial para prestar queixa e relatou o fato ocorrido no domingo passado (11), ao repórter Virgílio Porto.

O eletricista contou que passava de carro nas imediações da feirinha da Estação Nova quando uma senhora idosa carregando várias sacolas acenou pedindo uma carona. Ele atendeu ao pedido e logo adiante na avenida João Durval Carneiro parou o veículo por solicitação da velhinha e naquele momento, dois homens invadiram o carro e ordenaram que seguisse.

A vítima foi forçada dar a senha do cartão do banco, afim de que fosse sacado o dinheiro da conta, mas o fato não foi possível em decorrência do saldo indisponível, fato que irritou os assaltantes. Juraci informou na queixa que foi espancado e ameaçado de morte e ainda forçado a beber uma substância que não soube precisar o que era. Após isso, ficou inconsciente e quando acordou verificou que todos os documentos e objetos do carro estavam revirados. 

Ele não soube precisar o que havia sido levado pelos bandidos, nem a quantia em dinheiro que foi levada enquanto estava desacordado. O eletricista suspeita da participação da idosa no esquema com os dois marginais.

Blog Central de Polícia, com informações do repórter Virgílio Porto e imagem ilustrativa

Coité: vigilante tenta suicídio, mas não consegue porque a corda quebrou:

Outro fator que talvez contribuiu para ele não morrer foi a presença de um tio que viu o momento e prestou socorro.
O vigilante Osni Santos de Almeida, 26 anos, “Ninho”, residente no Povoado de Malhador, situação a 06 km de Conceição do Coité, tentou suicídio por meio de enforcamento na tarde desta terça-feira (13), porém ao saltar de uma baraúna, árvore tradicional do sertão baiano, de uma altura de aproximadamente três metros, a corda se rompeu com o impacto. Esta foi à informação prestada ao CN pelo agricultor Olegário Bispo dos Santos, 59 anos, tio do vigilante.

Lelé, como é conhecido o agricultor, contou que estava seguindo para o outro lado de sua propriedade rural que é chamada do “Barreiro de Crispim” e logo percebeu que algo estranho estava acontecendo, pois viu pegadas na areia do estreito caminho, marcas de botas de alguém que caminhava a sua frente  e em seguida escutou um forte grito em forma de ronco, e ao olhar para a umburana, percebeu uma escada e ao mudar de anglo  a presença do sobrinho com a corda no pescoço e se preparando para pular. “Quando vi aquela cena eu gritei: não faça isto não filho. Mas não adiantou, ele pulou e a corda quebrou, caindo de lado no chão”, contou Lelé.

O agricultor disse que correu até onde estava ele e tratou de tirar o nó da corda do pescoço e fez vários movimentos no seu tórax, mas ele apresentava ânsia e sagrava pela boca e ouvido “até que certo momento achei que ele tinha morrido, sai desesperado, mas  alguém contou que ele respirava. Quando estava naquela agonia, o telefone dele tocou e eu disse a pessoa ao telefone o que estava acontecendo, ela que estava na cidade, providenciou transporte, mandou até aqui e levamos até o hospital”, narrou Olegário Bispo, enquanto mostrava a pedaço da corda que foi quebrada, ainda com laço.
A vitima deu entrada no Hospital Regional inconsciente e seu quadro de saúde aparentava muito grave, dezenas de pessoas da família e amigos da comunidade foram prestar solidariedade. Ao perceber o desespero dos familiares, a médica de plantão tranquilizou a todos, falando que ele estava com pressão arterial normal. Depois de algumas horas ele acordou.  
Às 18h, foi transferido da sala de emergência e para área de observação, onde conversou demoradamente com o CN. “Não sei como fiz isto, não me lembro de como levei a escada, mas, desde segunda-feira que vinha planejando isto, pois estou com muitos problemas e tudo se acumulou e eu não aquentei tanta pressão”, contou.
Ele disse que vem enfrentando problemas familiares, havia sido preso na noite de domingo por causa de problemas com esposa, no dia seguinte teria sido dispensado do emprego e, conforme falou e repetiu várias vezes, “tudo isto acumulou”.
Segundo ele, seus planos era cometer o ato na segunda-feira,12, quando voltava de Riachão do Jacuípe, onde passou o dia bebendo, mas, não soube explicar, resolveu por praticar o ato na comunidade onde mora. Na residência da mãe, familiares encontraram com facilidade os documentos pessoais, como se tivesse deixado para serem achados. Esta foi à terceira vez que ele tentou o suicídio e por muito tempo recebeu acompanhamento psicológico.

Ansiedade da Comunidade – Demonstrando que realmente é querido por todos, o fato chamou atenção da pequena Comunidade de Malhador, onde moram cerca de 100 famílias. Assim que a notícia correu, logo as pessoas foram se concentrando na pracinha em busca de mais informações. Quando chegou a notícia que ele estava bem, houve tranquilidade e o desejo que logo voltasse a convívio, conforme falou a dona de casa conhecida por Dorinha.

Por: Valdemí de Assis CN / fotos: Raimundo Mascarenhas

COITÉ - Empossada nova coordenadora da 26ª CIRETRAN:

A 26ª CIRETRAN é composta por 13 municípios, onde moram 256 mil pessoas, e 10 RETRANS, onde estão cadastrados 33.861 veículos, dos quais 13.600 são motos.
Foi empossada no inicio da noite de terça-feira (13), a nova coordenadora da 26ª CIRETRAN de Conceição do Coité,  Elisângela Azevedo da Silva Oliveira. A cerimônia de posse aconteceu ás 18 horas, na sede do órgão, na Rua Antônio Araújo e contou com a presença dos capitães da PM, Evódio Oliveira, que foi coordenador por quase quatro anos do órgão e atualmente comanda a 3ª CIA PM de Araci, Joílson Lessa, comandante da 4ª Companhia da Policia Militar/Coité, Márcio Luiz Santos Blanco, chefe de Gabinete do DETRAN, do presidente do diretório municipal do partido dos trabalhadores, Francisco de Assis, que representou o deputado federal, Emiliano José, Manoel Ribeiro, secretario Municipal de Desenvolvimento Urbano, que representou o prefeito Renato Souza, além de militantes do PT que foram prestigiar a cerimônia de posse.
Em seu discurso, Elisângela Azevedo falou de sua dedicação ao órgão desde 2007, quando foi indicada para coordenação de cadastro de veículos. “Não tenho medo de desafio e assumo com muita responsabilidade esta nova função”, afirmou.
A 26ª CIRETRAN é composta por 13 municípios, onde moram 256 mil pessoas, e 10 RETRANS, onde estão cadastrados 33.861 veículos, dos quais 13.600 motos. Com representantes de todas as cidades presentes, ela garantiu que seguirá as orientações de seus pais, que costumam dizer que o maior patrimônio do pobre é o “nome” e afirmou que não irá decepcionar aos apoiadores do deputado federal Emiliano José, responsáveis pela sua indicação e foi taxativa ao dizer que só irá pecar nesta função se for por exerço de zelo e cuidado pela entidade.
Ela ressaltou, que foi convocada para esta missão, mas  que não era a coordenadora e sim estava coordenadora. “A razão de o servidor público existir é o povo. O patrão do servidor público é o povo, portanto vamos trabalhar bem para servir ao povo”, falou.

Elisângela assume a 26ª CIRETRAN com 07 servidores, sendo 01 cedido pela Câmara de Vereadores, 02 terceirizados, 02 comissionados e um cedido pela Prefeitura. “Antes de ser indicada para função, tínhamos 06 funcionários cedidos pela Prefeitura e assim que nosso nome foi publicado, a Prefeitura retirou 05. Espero que o prefeito Renato Souza, possa rever”, externou a nova coordenadora.
Ao finalizar o discurso, destacou a qualidade da equipe, apesar de pequena, solicitou ao capitão Márcio Luiz Santos Blanco, chefe de gabinete do DETRAN, que intermediasse o envio de mais funcionários. Ele garantiu que atenderia ao seu pedido e lembrou que, apesar de não conhecê-la pessoalmente, já sabia das qualidades da nova coordenadora. “Na Bahia tem 33 CIRETRANS, porém, Conceição do Coité é diferenciada porque assume uma pessoa já treinada e que conhece o setor público”, falou o capitão Blanco.
Os oficiais PMs Joilson Lessa e Evódio Oliveira, Assis da Caixa, capitão Márcio Luiz Santos Blanco Chefe de Gabinete do DETRAN, Elizângela Azevedo, Manoel Ribeiro, Nilson Ferreira e Arivaldo Mota na formação da mesa

Antecessora – Joselita Costa Brito, foi enviada a Conceição do Coité com técnica e chegou a assumir oficialmente da coordenação por pouco tempo, sendo demitida da função e assumiu outro cargo na sede do DETRAN, de onde também foi dispensada. Segundo o chefe de gabinete do DETRAN, isto aconteceu por ter agido de forma política, pois havia sido enviado a Coité como técnica e tomou algumas decisões que caracterizaram posições política, desvirtuando a missão foi enviada na qualidade de integrante de um cargo de confiança.

Na mesma época da saída de Joselita Costa, a Prefeitura requisitou o retorno dos funcionários do município que serviam ao órgão. Manoel Ribeiro, conhecido por Juruna, representou o prefeito Renato Souza na solenidade, disse ao CN que desconhecia os motivos que levou o prefeito agir assim e que levaria a reivindicação da nova coordenadora para o retorno deste pessoal.
Um dos bons nomes do quadro petistas – O presidente do PT, Francisco de Assis, destacou a importância de Elisângela como militante petista, porém sua escolha foi criteriosa, observando principalmente a capacidade de servir ao público e servir bem.
Segundo Assis, a 26ª CIRETRAN é uma vitrine para o PT de Coité, por se tratar do único órgão regional do Estado no município. “Nossa orientação é para discriminar, não dar privilégios e servir a todos com o espírito de servidor público” falou Francisco de Assis.
Ele finalizou seu pronunciamento dizendo a nova coordenadora que a indicação é uma homenagem do PT pelos serviços prestados e que ela era grande e honrava aos coiteenses.
Por: Valdemí de Assis CN / fotos: Marcelo Oliveira