CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 12 de junho de 2011

Sossego é Bicampeão do Campeonato Coiteense 2011:

As dependências do Estadio Antonio Carlos Magalhães, em Conceição do Coité, praticamente lotaram, estiveram presentes as torcidas das comunidades de Almas e Sossego, para incentivar a sua equipe, onde neste domingo (12) atarde,  aconteceu a grande final do Campeonato Coiteense do Interior 2011.


O Bahia de Almas mesmo jogando por dois resultados iguais por ter feito melhor campanha foi vice campeão, no primeiro jogo o Sossego tinha vencido pelo o placar de 2x1, e voltou a vencer na final pelo o placar de 1x0, com gol de Pithaco aos 18 minutos do segundo tempo, conquistando o bicampeonato, para o Bahia só a vitoria interessava, já é pela segunda vez que essa equipe vai para final, também ficando com o vice, no ano passado ela não participou.


Essa competição teve a participação de 16 equipes, estavam presentes nessa grande final, o secretario de esporte e lazer Gildemar da Silva Carneiro, conhecido por Dema, o diretor da Liga Coiteense de Futebol, Cassimiro Ramos, e o presidente da Liga Coiteense de Futebol, Mauricio Mota.


Premiação:
O Sossego foi campeão, recebeu o troféu que levou o nome de Wercelencio Ferreira da Silva, conhecido por Téco, mais R$ 3 mil reais.


O Bahia foi vice, recebeu o troféu que levou o nome de Leandro José de Oliveira, conhecido por Chopinho, mais R$ 1.500 reais.


O Vitoria de Amorosa, ficou em terceiro lugar, recebeu a premiação de R$ 500 reais.


O artilheiro da competição, foi o jogador Nem de Almas do Bahia, marcou 10 gols, recebeu o troféu em nome de Gilson Gomes Sacramento, conhecido por Malhadinha, mais R$ 250 reais.


O goleiro menos vazado, foi Aldo da equipe do União Popular das Casas Populares, apelidado de Mudo, recebeu o troféu em nome de Welligton Oliveira Santos.


Ficha técnica do jogo, Sossego 1 x 0 Bahia de almas:
Sossego: Wellington, Ivanzinho, Bertinho, Wellington, Sé, Nino, Nildo (Juninho), Tio Chico, Del Bala (João Paulo), Moraes (Reinaldo) e Pithaco. Técnico Dilton Sossego.


Bahia: Chureque, Lucas (Joilson), Mateus, Inha, Sergio (Vanildo), Elves, Lilio, Bá (Merinho), Ita (Sabiá), Dito Moraes (Samuel) e Nem de Almas. Técnico Anderson.


Árbitros Central:Antonio Ramon M. Carneiro
Assistentes: Joao Rodrigues da S. Filho e Arivaldo Laudelino Oliveira
Reserva: Antonione Oliveira Freitas
Delegado: Ademir Carneiro


Por: Val César/Ascom

Bahia só empata em 1 x 1 com o Atlético-MG:


Ainda não foi desta vez que o Bahia obteve a sua primeira vitória no Brasileirão 2011, e hoje devemos debitar o empate em 1 x 1 contra o Atlético-PR e parte do fracasso tricolor, à péssima arbitragem do trio comandado pelo capixaba, Marcos André Gomes da Penha, que invalidou um gol legitimo do volante Fael de forma absurda e ainda, não satisfeito, deixou de marcar outra penalidade máxima contra o Atlético-MG, em lance que em não suscitou qualquer margem de dúvida, ambos acontecidos ainda no primeiro tempo de jogo.

Os gols da partida foram marcados por Souza, batendo e convertendo penalidade máxima aos 5 minutos do segundo tempo, e Neto Berola aos 31, gol que esfriou e desmotivou a torcida tricolor, pronta para comemorar o primeiro triunfo azul, vermelho e branco, que ainda não foi desta vez que aconteceu.

Com mais um resultado negativo, jogando em casa, o Bahia continua amargando a décima oitava posição no torneio. A maratona de desafios do tricolor recomeça no próximo domingo, quando tem outra parada dura, desta vez enfrentando o Fluminense, no Estádio João Havelange, às 16h.

Ficha técnica do Jogo 
BAHIA 1 X 1 ATLÉTICO-MG
Quarta rodada da Série A
Local: Pituaçu, em Salvador (BA).
Data: 11/06/2011.
Horário: 16h.
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES).
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Thiago Gomes Brigido (CE).

Bahia: Marcelo Lomba; Jancarlos, Thiego (Paulo Miranda), Titi e Ávine; Fahel, Diones (Camacho), Ricardinho e Lulinha; Jobson e Souza (Jones). Técnico: René Simões.



Atlético-MG: Renan Ribeiro; Rafael Cruz, Réver, Leonardo Silva e Leandro; Toró (Neto Berola), Richarlyson (Dudu Cearense), Serginho e Giovanni (Daniel Carvalho); Mancini e Magno Alves. Técnico: Dorival Júnior.

16 horas
Bahia 1 x 1 Atlético-MG
Atlético-GO 4 x 1 Ceará
Corinthians 2 x 0 Fluminense
Internacional 2 x 2 Palmeiras


18 horas
Atlético Pr 1 x 1 Flamengo
Bota fogo 3 x 1 Coritiba