CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ichu: Getúlio, vendedor de lanche há 24 anos:

Getúlio Ferreira de Oliveira, o Túlio, de 38 anos é formado em contabilidade, circula a 24 anos pelas ruas de Ichu vendendo lanche.   
Túlio como é popularmente conhecido por todos, trabalha nesta área de vendedor ambulante ha 24 anos e afirma que tudo começou quando ainda era criança onde vendia pirulito e geladinho para ajudar a sua mãe no sustento da família.

Homem é queimado vivo dentro de um guarda-roupa na zona rural de Gavião:

image Homem morreu incendiado em guarda-roupa (Foto: ilustração)

















Um homem de aproximadamente 70 anos foi queimado vivo dentro de um guarda-roupa, na zona rural do município de Gavião, localizado às margens de BR-324, entre Riachão do Jacuipe e Capim Grosso.

O crime aconteceu na tarde desta terça-feira (15), na região de Caldeirão Coberto, na divisa de Gavião com Capela do Alto Alegre.
Segundo informações, por volta das 10 h a residência do senhor Aniceto -  um aposentado cujo sobrenome não foi informado - começou a pegar fogo. Com isso, um sobrinho da vítima comunicou o fato à família, que só chegou ao local por volta das 15 horas.
O corpo estava completamente desfigurado, com 97% queimado dentro de um guarda-roupa, Apenas as vísceras e parte da cabeça estavam perceptíveis.
Caso misterioso
Há informações preliminares de que o senhor Aniceto estava com R$ 3 mil em casa. Deste dinheiro, R$ 2.400,00 ele pediu para o sobrinho enterrar próximo da casa e R$ 600,00 ficou com ele.
Segundo as informações, após a família encontrar a vítima queimada dentro do guarda roupa, o menino desenterrou o dinheiro e entregou aos seus parentes, o que, se for confirmado, deixa o caso cercado de mistérios.
Os restos mortais do senhor Aniceto foram levados para o DPT em Feira de Santana para fazer a necropsia.
As informações são http://www.interiordabahia.com.br/  Por Evandro Matos.   

Serrinha: morador de rua come osso para matar a fome:

Cabelo e barba grande, descalço, corpo sujo, falando baixinho, vestindo camiseta azul e short marrom, este homem (foto) chamava a atenção de quem passava pelo “Beco do Urubu", na Rua Agenor de Freitas, em Serrinha.

Na tentativa desesperada de matar a fome, ele come o que restou de uma costela bovina (fresca e crua). “Minha barriga está doendo de fome!”, afirmou ao ser questionado por que estava comendo aquilo.

O homem que não sabe o próprio nome nem a idade faz parte do grupo de pessoas que disputam diariamente restos de comida com cães, ratos e urubus. De acordo com dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais da metade da população do Estado da Bahia – o equivalente a sete milhões de pessoas – sofre algum tipo de insegurança alimentar e desses, pelo menos 33% não chegam a fazer nenhuma refeição ao longo do dia.

O flagrante do Blog do Clériston Silva - BCS - aconteceu ao lado de um grande supermercado da cidade.

Veja outras imagens