CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sábado, 28 de dezembro de 2019

Uma das mulheres mais velhas do Brasil reside em Coité, você sabia?

O Calila Notícias fez uma visita ao Distrito de Salgadália – Município de Conceição do Coité onde reside Dona Antônia Santa Cruz que sem dúvida está entre as mulheres mais velhas do Brasil. 
Nesta última sexta-feira do ano 2019, Dona Antônia Santa Cruz alcança os 114 anos, 6 meses e 14 dias, ela nasceu em 13 de junho de 1905, no dia de Santo Antônio, o que certamente motivou seus pais Francisco Pereira de Santa’Anna e Anna Maria de Jesus registrarem com o nome Antônia.
Batistério de Dona Antônia – comprovação de que a mesma foi batizada, cujo
documento que se encontra na Arquidiocese de Feira de Santana consta
data de nascimento e nomes dos pais. O documento foi requerido
em julho de 1992 para fins de aposentadoria.
Atualmente mora com Maria Medrado, de 80 anos, uma das filhas, próximo ao estádio de futebol do distrito, mas nasceu em Sítio Maria Vitória, comunidade que fica no limite de Coité com Santaluz, atualmente pertence ao município luzense, porém, no ano que ela nasceu a fazenda pertencia a Queimadas de onde Santaluz se desmembrou em 1935 quando Dona Antônia tinha 30 anos.  

A idosa que segundo a filha não usa nenhum tipo de medicamento, mesmo assim a trata como uma criança, pois, depende dela, de sua filha e do neto para se movimentar e se alimentar, “mas não se queixa de nenhuma enfermidade, coisa da idade mesmo”, conta Maria. 
Adicionar leO sobrinho José foi adotado e registrado como filho | Foto: Raimundo Mascarenhasgenda
A idosa que teve 11 filhos, que lhes deram 68 netos, 110 bisnetos e trinta e cinco tataranetos [obs; números anotados em um caderno há dois anos, podendo ter aumentado]. Como se não bastasse a quantidade de filhos legítimos para criar, pegou um sobrinho José Luiz Medrado, hoje com 64 anos, qualifica dona Antônia como tia-avó e mãe, segundo ele, seus irmãos nasciam e morriam talvez por falta de condições de criá-los e acabavam morrendo, até que ela resolveu adotá-lo ao ponto que batizou e registrou como filho.
Irmã de Dona Antônia aos 104 anos mora no Rio de Janeiro
Durante a visita o Calila foi informado também que Dona Antônia  tem uma irmã caçula que mora no Rio de Janeiro, hoje com 104 anos, mas Dona Maria disse que não conhece, pois, a tia saiu muito cedo e não mais voltou.  

Amor de filha, neta e bisneto  
A longevidade de Dona Antônia certamente tem a influência do carinho e dedicação de quem está zelando por ela. Primeiro através da filha Maria que é solteira e resolveu há 29 anos adotar Miriam Medrado como filha. Miriam conta que foi adotada quando ainda estava na barriga de sua mãe, na medida que foi crescendo passou a ajudar sua mãe Maria nos cuidados a sua avó, ela se casou e teve o filho Maicon Medrado hoje com 8 anos tem sido importante também nos cuidados a ‘bisa’ super-centenária. 
Idosa conta com apoio da filha, da neta e do bisneto | Foto: Raimundo Mascarenhas
No vídeo abaixo, antes de ser gravado o CN foi informado que Dona Antônia ouve pouco e fala pouco, no entanto teve dois momentos que nos surpreendeu quando citamos que a cada cinco anos vem sendo comemorado seu aniversário a partir dos 100 anos. Maria mostra um acervo fotográfico dela quando completou 100 anos, depois, 105, 110 e que faltam seis meses para completar 115 e deverá ser feita mais uma grande festa, Dona Antônia deu um longo sorriso.  

O segundo momento foi na despedida, o nosso repórter Valdemi de Assis a pegar a mão dela desejando ‘vida mais longa’ ela sorriu e pediu desculpas por está sentada.
Por falar em longevidade, vamos passar o cardápio da super tataravó, segundo a filha Maria Medrado.
  • Café da manhã | Beiju, abóbora ou batata com leite
  • Lanche | Ovo cozido com farinha fina
  • Almoço | Pirão de carne de preferencia de carneiro com verdura e legumes e um copo de suco
  • Lanche da tarde | pede pipoca e outros lanches que estejam disponíveis
  • Jantar | gostar de pedir o que foi servido no almoço e não abre mão de uma xícara de café
O Calila Noticias fez uma pesquisa no Google e encontrou reportagens com mulheres consideradas entre as mais velhas do Brasil com idades que variam entre 110 e 120 anos.
    Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.