CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Governo Wagner e o descaso com a segurança de Feira de Santana:



O Governo do Estado continua com sua política de esquecimento com Feira de Santana e região em várias áreas e a equipe do Blog Central de Polícia reuniu várias "pérolas" relacionadas à segurança pública. O descaso atinge delegacias, presídio e o Departamento de Polícia Técnica, conforme mostram fotos tiradas nos locais.Em compensação, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) já lançou unidades pacificadoras em algumas regiões da capital e vem investindo na propaganda do “Pacto pela Paz” na Bahia, mas diante da falta de estrutura para as polícias civil e militar,o número de crimes está atingindo níveis insuportáveis no segundo maior Município do estado.Convém salientar que mesmo diante dos problemas, os policiais não têm medido esforços para combater a violência na “Princesa do Sertão”. Já há algum tempo, não se houve falar da “Operação Visão Noturna” que era desenvolvida pela Polícia Civil em Feira de Santana com mais freqüência. Confira os problemas apurados pelo Blog Central de Polícia.

QUEBRADOOs problemas verificados por nossa equipe são dos mais variados e começamos com os dois veículos utilizados para transportar presos do Conjunto Penal de Feira de Santana, que estão quebrados e dificultam as audiências dos detentos no Fórum Desembargador Filinto Bastos. A situação só não está pior porque os agentes penitenciários estão utilizando um veículo que pertence à Polícia Civil, que serve também para transportar presos. Este veículo, por sinal, também aparenta estar em péssimo estado.O furgão foi doado em virtude de várias transferências de presos do Complexo Policial para o Conjunto Penal de Feira, uma vez que equipes de Salvador precisavam se deslocar de Salvador para fazer o serviço neste município. Com a aquisição de novos veículos para a capital, o que sobrou, foi mandado para Feira.O Conjunto Penal, por sua vez, continua sem a anunciada reforma e ampliação, pois foram constatadas falhas técnicas no projeto e diante disso, continua superlotado, sem poder receber todos os presos do Complexo Policial Investigador Bandeira, que também enfrenta o mesmo problema. No terreno do complexo também é verificado que o matagal toma conta do lugar e viaturas policiais estão abandonadas por falta de peças e manutenção, sendo destruídas pelo tempo.

RABECÃO SEM FREIORecentemente, um acidente ocorrido na BR-324 matou sete pessoas e foi necessário o deslocamento do rabecão do DPT de Santo Amaro da Purificação, pois não havia possibilidade dos corpos serem transportados em apenas um veículo. O DPT de Feira possui dois rabecões, mas um deles está quebrado no pátio do órgão, sem manutenção, e se fosse utilizado poderia matar alguém ou os próprios funcionários, pois está sem freios.

CORPOS PARA SALVADOROs parentes de pessoas mortas ainda continuam tendo que esperar por longo período, caso haja a necessidade de localizar um projétil no cadáver, pois há dez anos o aparelho de Raio X não funciona. Em virtude disso, os corpos precisam ser enviados para Salvador.

CORPO LIBERADO APÓS 3 ANOSNo inicio do mês de maio e após três anos, os restos mortais de um ancião foi liberado após o longo resultado de um exame de DNA. Foi constrangedor para a nossa equipe ver o sofrimento dos familiares. Eles já estavam quase sem esperança de sepultar o parente no município de Serrinha.

FALTA DE MÉDICOOutro problema do DPT de Feira é a falta de médico legista, pois dois deles foram embora. Eles mesmos faziam vários procedimentos como necropsias, exames em feridos em acidentes, vítimas de estupros, espancamentos, etc... Em finais de semana bastante movimentados, a pequena equipe não dá conta do serviço e provoca a revolta dos parentes das vítimas.

FALTA DE ÁGUA NO DPT

A bomba d'água que transporta o líquido para as delegacias, carceragem, 3ª Ciretran e o DPT apresenta defeito constantemente e provoca a revolta de todos que trabalham no Complexo e nos presos que ameaçam se rebelar com a falta de água. O equipamento permanece "armengado" - amarrado com uma borracha. Há alguns meses, parentes de pessoas que estavam mortas no DPT se cotizaram, compraram uma bomba e contrataram um eletricista para resolver o problema e facilitar na liberação dos corpos. O fato ganhou repercussão no estado.Ainda sobre o DPT, moradores dos conjuntos vizinhos estão reclamando do mau cheiro exalado durante as necropsias e segundo informações, a colocação de um exaustor poderia eliminar o problema.

CEMITÉRIO DE CARROS PROVOCA O RISCO DE DOENÇASCentenas de carros continuam espalhados no pátio do Complexo Policial de Feira de Santana. São veículos que se transformam em piscinas para os mosquitos transmissores da dengue, além de abrigos para cobras, ratos... que invadem as residências vizinhas e em volta deles cresce um matagal. Esse matagal já foi foco de incêndios que colocaram em risco toda a comunidade.

SAP - SERVIÇO DE ATENDIMENTO PRECÁRIO?No Serviço de Atendimento ao Público (SAP) do Complexo Policial, algumas pessoas que procuram o órgão para prestar queixa não estão encontrando lugar suficiente para sentar, pois as cadeiras estão quebradas e encontram dificuldades para utilizar o banheiro, pois um deles foi transformado em depósito, pela falta de espaço no antigo prédio.

INSEGURANÇA NA DELEGACIAO Plantão Central do Complexo Policial fica fragilizado durante a noite, colocando em risco as vidas dos agentes e de quem o frequenta, pela falta de um efetivo policial adequado para dar segurança ao local em caso de uma tentativa de invasão para resgatar algum preso perigoso. Cães vadios que habitam o local, servem de alarme com a aproximação de estranhos, principalmente a noite.Não há policiamento no portão de entrada do Complexo e todos têm acesso ao local com facilidade.

FALTA DE DELEGADOSFaltam delegados plantonistas nas delegacias de policia, principalmente na 2ª Delegacia e para piorar, tem viatura quebrada, dificultando o trabalho dos investigadores na apuração dos crimes.

CONSTRUÇÃO DO NOVO COMPLEXOO Complexo Policial precisa de uma reforma urgente e um novo órgão foi prometido e já deveria estar sendo construído no bairro Sobradinho, mas no local, só existe um terreno sendo tomado pelo mato.Prometeram também a criação da 4ª Delegacia de Polícia, que funcionaria neste novo espaço. “As promessas estão no espaço".Por falar em espaço, no atual Complexo Policial Investigador Bandeira, os profissionais que alí trabalham, estão encontrado dificuldades e a adoção de algumas medidas tem prejudicado o público que procura o órgão para resolver os mais diferentes problemas. Por exemplo, um dos banheiros foi desativado para se transformar em depósito de arquivos da polícia.


ALUGUEL DE DELEGACIAS

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) tem autorizado a renovação dos aluguéis dos prédios ou residências onde estão localizadas a 2ª CP, Delegacia Especial de Proteção a Mulher (DEAM), Delegacia de Combate a Roubos de Cargas (DECARGA), Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs), entre outras com preços astronômicos. A maioria dos imóveis está localizada em pontos bastante valorizados no mercado imobiliário.Vale salientar que o Governo do Estado possui imóveis no município de Feira de Santana, que poderiam ser utilizados para a instalação de delegacias e companhias e com a economia para seus cofres, o dinheiro poderia ser direcionado para a construção e manutenção dos referidos órgãos de segurança.

Fonte: Central de Polícia - Reportagem Especial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.