Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Primeira remessa de Materiais recicláveis recolhidos por grupo ichuense é enviada para Feira de Santana

Sem um transporte adequado, o grupo sai fazendo a coleta em vários locais
Trabalhando há cerca de dois meses, o Grupo de Reciclagem de Ichu formado através da parceira MCP, APAEB, Associação do Bairro Cortiço e Igreja Católica, Poder Público, o apoio de Geovana Márcia e Celidalva Soares vem batalhando para recolher materiais que em vez de estarem prejudicando o meio ambiente, estarão gerando renda para várias famílias.

Sem um transporte adequado, o grupo sai fazendo a coleta em vários locais
Mesmo sem muito apoio, tendo apenas sete pessoas saindo de porta em porta, casas comerciais, empresas entre outros locais, foram recolhidas aproximadamente três toneladas de materiais que serão reaproveitados.
Equipe trabalhou arduamente para poder juntar a maior quantidade possível
Os recicláveis que foram coletados neste período, estarão seguindo para a ARTEMARES - Associação Regional de Trabalhadores e Trabalhadoras de Materiais Reciclaveis de Feira de Santana e Municípios Vizinhos.

Diretoria do grupo acompanhada com representantes da ARTEMARES
De acordo com Jailton Cardoso (camisa listrada), A ARTEMARES é uma associação de trabalhadores em materiais recicláveis, com o objetivo de desenvolver um trabalho em proteção ao meio ambiente. A proposta é que essa empresa realize a compra daquilo que for coletado aqui no município.  

Jailton declarou ao AL Notícias que é muito importante essa parceria com o MCP e outras entidades de Ichu, e é necessário que a sociedade encare como um trabalho sério, pois serão famílias que passarão a ter uma renda.  

Ele cita que a ARTEMARES existe há quatro anos, tendo 18 famílias atuando diretamente de segunda a sexta, e mais outros grupos espalhados por onze bairros de Feira de Santana, perfazendo um total de aproximadamente 70 famílias beneficiadas.  

No momento, todo o material recolhido em Ichu está sendo armazenado em um espaço da APAEB e no galpão da Associação do Bairro Cortiço, mas a ideia é ter locais maiores para que o trabalho possa fluir.  

"Ainda somos um grupo, mas a nossa intenção é procurar crescer cada vez mais tornando em Associação de Catadores de Recicláveis do município de Ichu", declarou uma das diretoras.

Redação do AL Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.