Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Bahia derrapa no gramado molhado no primeiro tempo e perde para o Corinthians

Na Fórmula 1, saber o tipo de pneu é essecial para ter uma boa tração na pista e evitar derrapagens nas curvas. No futebol, o Bahia errou o tipo de chuteira para jogar o primeiro tempo, após o gramado na Arena Corinthians ter sido molhado. Resultado? O Corinthians bateu o Bahia por 3 a 0, nesta quinta-feira (22), em São Paulo, justamente por causa de uma escorregada do zagueiro Rodrigo Becão. 
Foto: Marco Galvão / FOTOARENA / ESTADÃO CONTEÚDO
O ataque paulista aproveitou a chance e Jô abriu o placar. Balbuena e Marquinhos Gabriel anotaram os outros dois na etapa final do jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.
 
O Esquadrão caiu duas posições na tabela e agora é o 14° colocado mantendo os mesmo dez pontos. A luz amarela começa a acender no Fazendão, pois o time tem apenas um ponto a mais do que o Sport, que é o 17°. Ao passo que o Corinthians segue na liderança por mais uma rodada, somando 23 pontos com os três que acabara de conquistar.
 
Na próxima rodada, o tricolor recebe a visita do Flamengo, na Arena Fonte Nova, domingo (25), às 18h30. No mesmo dia, só que mais cedo, às 16h, o Timão fará o duelo de líderes com o Grêmio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.
 
O JOGO
As duas equipes começaram a partida trocando passes pacientemente. Porém a primeira iniciativa foi do Bahia. Zé Rafael abriu com Eduardo na direita e o lateral fez o cruzamento para desvio da zaga corintiana. Na cobrança de escanteio de Allione, após bate e rebate na grande área, a bola sobra para Zé Rafael que solta a bomba obrigando o goleiro Cássio a fazer a primeira boa defesa da partida aos seis minutos.
 
No contra-ataque, foi a vez do Corinthians chegar com perigo. Jadson fez bom passe para Jô na direita que avançou, invadiu a área e tocou de calcanhar. Na hora do chute, Rodriguinho foi travado pela defesa do Esquadrão.
 
Aos 20 minutos, o Bahia conseguiu armar uma boa trama pela direita. Eduardo foi acionado pela direita, que cruzou para área. Zé Rafael dominou e ajeitou para Vinícius que bateu bem, mas a bola foi para fora. No contra-ataque, Romero recebeu a bola na entrada da área, mas bateu muito mal pro gol e Jean fez fácil defesa.
 
Na sequência, o clube paulista desceu com bastante perigo. Maycon enfiou boa bola para Romero que tocou ara Jô, mas o centroavante bateu mal, passando por cima da meta do tricolor.
 
Porém, o Corinthians abriu o placar no minuto sguinte. Durante todo o primeiro tempo, vários jogadores do Bahia derrapavam no gramado, que foi molhado minutos antes do apito inicial. Fagner armou a jogada e o marcador Rodrigo Becão escorregou, deixando o caminho livre para o lateral enfiar a bola para Jô. O atacante driblou Jean e completou para o gol, quando o relógio marcava 24 minutos.
 
O Bahia ainda conseguiu fazer boas tramas, mas sempre pecando nas finalizações, inclusive este que vem sendo um ponto fraco do time nas últimas partidas. Enquanto que o adversário jogava tocando a bola e descendo nos contra-ataques.
 
Segundo tempo
Os dois times reiniciaram a partida sem mudanças. Aos seis minutos, Allione levanta a bola na grande área em cobrança de uma falta. Renê Júnior, dentro da pequena área, finaliza para fora. No entanto, a arbitragem anotou um impedimento na jogada. Cinco minutos depois, Gabriel deu uma entrada por trás de Edigar Junio e recebeu o segundo amarelo. Os nervos ficaram à flor da pele e quando relógio chegou aos 15, Renê Júnior chegou de forma imprudente em Fagner ao subir para disputar uma bola aérea. Para compensar a expulsão do volante do time paulista, o juiz mostrou o segundo amarelo ao atleta do Bahia, antes de expulsá-lo.
 
O Bahia manteve a marcação adianta, enquanto que o Corinthians explorava os contra-ataques. Aos 28, Edigar Junio teve boa chance ao receber um cruzamento na marca do pênalti. Só que mais uma vez, o Bahia finalizou mal e o chute do camisa 11 foi para fora. 
 
O Corinthians marcou o segundo gol aos 34 minutos com Balbuena. Na cobrança de escanteio, Romero desviou e o zagueiro do alvinegro paulista aproveitou a falha da defesa baiana e, livre de marcação, empurrou para o gol.
 
No último minuto, Feijão falhou ao tentar sair driblando e Marquinhos Gabriel roubou a bola. O meia corintiano marcou o terceiro gol encobrindo o arqueiro Jean.
 
FICHA TÉCNICA
Corinthians 3x0 Bahia
Campeonato Brasileiro – 9ª rodada
Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Data: 22/06/2017
Horário: 19h30
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Hélcio Araújo Neves e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Assistentes adicionais: Andrey da Silva E Silva e Djonaltan Costa de Araújo (PA)
Cartões amarelos: Gabriel 2X, Balbuena, Romero (Corinthians) / Allione, Rodrigo Becão, Renê Júnior 2X (Bahia).
Cartão vermelho: Gabriel (Corinthians) / Renê Júnior (Bahia)
Gols: Jô, Balbuena e Marquinhos Gabriel (Corinthians).
 
Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho (Camacho) e Romero; Jô (Kazim). Técnico: Fábio Carille.
 
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Rodrigo Becão e Matheus Reis; Feijão, Renê Júnior e Vinícius (Régis); Zé Rafael, Allione (Gustavo) e Edigar Junio (João Paulo). Técnico: Jorginho.
 
Por Leandro Aragão / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.