CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Em nota assessoria do prefeito Assis nega ter participado de ato político em Juazeirinho juntamente com Danilo

Esta segunda-feira, 2 de novembro feriado de Finados vem sendo marcada pela repercussão do pedido de prisão por parte da Coligação “Coité Quer Mais” de apoio da candidatura de Marcelo Araújo (DEM) do candidato a prefeito Danilo Ramos (PT) da Coligação “Pra Coité seguir Mudando”  e do atual gestor Francisco de Assis. O jurídico da coligação adversária alegou na Justiça Eleitoral que ambos estariam descumprindo ordem judicial ao gravarem vídeo convocando a militância para participar de eventos políticos no último fim de semana e tem promovido aglomerações. Uma petição foi apresentada com diversos prints com foto de ambos e textos.

O próprio prefeito manteve contato com o Calila Notícias pela manhã para alegar que o pedido não partiu do Ministério Público Estadual (MPE) como havia sido noticiado inicialmente e sim da coligação adversária. O CN fez uma divulgação com base na decisão judicial recebida no fim da madrugada de domingo, só que em nenhum momento cita como sendo um pedido da coligação de Marcelo Araújo, em tempo aparece o MP como requerente, dando a entender que foi por parte da Promotoria de Justiça representante do MP.

Por fim, na manhã desta segunda-feira, horas depois da publicação o CN teve acesso a petição inicial e constatou como sendo de autoria da Coligação que faz oposição ao atual gestor, bem como o candidato apoiado por ele.

A assessoria de Comunicação do prefeito Assis encaminhou uma nota quem tem como objetivo esclarecer sobre esta situação equivocada de que fez o pedido e aproveita para justificar outros pontos, conforme pode ser lida na íntegra:

Sobre solicitação de manifestação ao Prefeito de Conceição do Coité-BA. 

É importante registrar que NÃO FOI O MINISTÉRIO PÚBLICO que pediu a prisão de Assis e Danilo, e sim a COLIGAÇÃO ADVERSÁRIA, que desesperada com a iminente derrota apela a todos os meios para tentar reverter a vitória do grupo de Francisco de Assis.

A coligação adversária pede prisão de parte que sequer está nos autos. Mais uma vez, repetimos que o Prefeito Assis não foi alvo de nenhum processo do Ministério Público nem de decisão deferindo sua prisão.

O Prefeito Assis tem participado de porta-porta, indo de casa em casa conversar com os eleitores. Sem festas, sem aglomeração. Inclusive, estamos a todo tempo veiculando a necessidade cumprir as regras sanitárias.

Neste domingo, 1/11, quando foi levado ao nosso conhecimento de que o povoado de Juazeirinho estava com muitas pessoas nos aguardando para a visita, determinamos imediatamente o cancelamento de nossa ida e solicitamos a dispersão do pessoal.

Nem o candidato Danilo nem o Prefeito Assis compareceram no local.

Continuaremos seguindo firmes na nossa campanha, cumprindo todos os protocolos de segurança e com a certeza da vitória que chegará dia 15 de novembro.

Prefeito Francisco de Assis
Conceição do Coité, 2 de novembro de 2020.

Do Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.