Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

SALVADOR - Mulher de 21 anos é assassinada e outras três ficam feridas na Boca do Rio:


Edileuza Silva dos Santos, 21 anos, foi morta a tiros, e outras três pessoas ficaram feridas segundo informações da 39ª Compahia Independente da Polícia Militar (CIPM)


Uma mulher foi assassinada no início da manhã desta segunda-feira (17) na rua Simões Filho, Boca do Rio, em Salvador. Edileuza Silva dos Santos, 21 anos, foi morta a tiros em uma ação criminosa que deixou outras três pessoas feridas.
Segundo informações da 39ª Compahia Independente da Polícia Militar (CIPM), dois homens chegaram atirando em direção a um grupo de pessoas. Edileuza foi atingida por um tiro e morreu na hora. Três pessoas, que também foram atingidas com os tiros, foram encaminhadas para os Hospital Geral do Estado (HGE).

De acordo com moradores da região, que testemunham o atentado, a mulher foi atingida por uma bala perdida durante a troca de tiros. A informação não foi confirmada pela polícia.

A polícia investiga se esse atentado tem envolvimento com o assassinato de quatro pessoas no mesmo bairro no último sábado (14). Até o momento, ninguém foi preso. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.
Guerra do tráfico deixou quatro pessoas mortas e uma ferida no sábado (15) na Boca do rio
Chacina na Boca do Rio
Neste sábado (15), durante  dois ataques de grupos rivais, quatro pessoas foram mortas e uma quinta ficou gravemente ferida. Segundo a polícia, a maioria dos envolvidos está ligada a duas gangues que disputam o controle dos pontos de venda de drogas das localidades de Cajueiro e Barreiro.

No primeiro ataque, ocorrido por volta das 7h na Rua Veríssimo de Freitas, no Cajueiro, três homens assassinaram o adolescente Bruno, conhecido como Zóião, que trabalhava para o traficante Nikão. Os autores estariam ligados ao grupo rival que controla o tráfico no Barreiro.

Mais tarde, Nikão e outros sete comparsas teriam assassinado outras três pessoas envolvidas com a gangue rival e ferido um jovem, que foi socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE). Os crimes são investigados pelo Departamento de Homicídios e Porteção à Pessoa (DHPP).

Os corpos de Bruno Ferreira Santos, 16 anos, e Márcio Greick da Silva Brito, 44, foram sepultados ontem (16) no cemitério Campo Santo.
Prisões
Neste  domingo (16), foram presos dois homens sob suspeita de terem participado das morte no bairro da Boca do Rio. Segundo informações da polícia, os homens têm envolvimento com o tráfico de drogas. (correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.