Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Mesmo na seca, agricultor de Pé de Serra passa de 130 para 250 litros de leite por dia

O produtor recebe assistência técnica do Adapta Sertão 
Produção de leite de Antônio aumentou bastante, mesmo com a falta d’água | Foto: VR 14
O produtor rural  Antônio Carneiro, proprietário da pequena fazenda Caldeirão Novo, município de Pé de Serra,  vem recebendo assistência técnica do Adapta Sertão a 15 meses, e com isso está conseguindo aumentar  a produtividade de leite  mesmo no período da seca, passando de 130 litros por dia para 250, um crescimento de mais de 115%.

Ele recebe mensalmente a visita do técnico Jocivaldo,  que compartilha com ele novos conhecimentos e técnicas de manejo com os animais e com a terra, baseados no modelo produtivo desenvolvido pelo Adapta Sertão, o Módulo Agroclimático Inteligente e Sustentável (MAIS), o qual  busca tornar os agricultores familiares do sertão baiano resilientes as mudanças climáticas, e dentro desse modelo há uma linha de atuação específica para produção leiteira, o MAIS Leite.

“Quando o Adapta Sertão chegou na minha propriedade eu não tirava leite duas vezes por dia, dava rações de maneira incorreta, a palma eu sempre tentei plantar junto, mas nunca imaginava que a palma adensada iria dar certo, ai quando chegou o técnico eu comecei a fazer tudo isso da maneira correta, seguindo as orientações dele e com isso a produção aumentou e minha renda também”. Afirmou Antônio.

Animais recebem alimentação adequada | Foto: VR 14
A mão de obra na fazenda é familiar, ele realiza os trabalhos com a ajuda de sua esposa Inês Souza e seus dois filhos Oalaci e Mateus, e espera gerar renda para mantê-los no campo.

“Meu pai tinha muito mais terra  do que eu  vivia sofrendo muito mais do que a gente sofre hoje, e eu sempre venho lutando para dar o  melhor para meus filhos. Porque o mundo vem em crise, é muito desemprego  e a cidade tá enchendo de gente, então eu fico pensando nos meus filhos, em poder dar um trabalho aqui, pois eu quero que eles vivam melhor do que eu vivi, mas trabalhando na roça.” Ressaltou Antônio.

O MAIS Leite tem entre suas vantagens fortalecer o empreendedorismo e apontar o caminho para alinhar políticas públicas e programas de governo a partir de uma experiência construída de baixo para cima, por instituições locais que representam os interesses das famílias produtoras. O Adapta Sertão também coloca a disposição da agricultura familiar os recursos da pesquisa científica e a articulação de políticas públicas de modo a aprimorar a alocação de recursos técnicos, financeiros e humanos.
 
Por Jorge Henrique | VR14

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.