CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Educação Já! Todos Pela Educação divulga propostas para a Educação Básica Pública

Documento produzido por grupo suprapartidário de especialistas foi apresentado a presidenciáveis e está disponível para consulta pública
O movimento Todos Pela Educação, com a colaboração de um grupo plural e suprapartidário de especialistas e profissionais da Educação, elaborou uma proposta de plano estratégico para efetivar mudanças estruturantes na Educação Básica Pública. A iniciativa, chamada Educação Já!, apresenta diretrizes de longo prazo e indica prioridades para os próximos quatro anos, que têm como foco a atuação do governo federal. As medidas prioritárias discorrem sobre formação e carreira docente; implementação da Base Nacional Comum Curricular; primeira infância; alfabetização; reestruturação do Ensino Médio; gestão das redes e governança do sistema educacional e financiamento.

O documento tem como premissa central o entendimento de que a Educação Básica brasileira só conseguirá, de fato, avançar se o próximo governo federal lançar mão de uma estratégia nacional que seja capaz de pactuar e articular União, estados e municípios em torno de um conjunto de ações essenciais voltado à melhoria da aprendizagem dos alunos.   

Segundo Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos Pela Educação, essa visão estratégica é fundamental para que o Brasil avance no sentido do que está estabelecido no Plano Nacional de Educação (PNE), na garantia do direito de todas as crianças e jovens a uma Educação de qualidade e no desenvolvimento sustentável do País. “Não podemos continuar nos conformando com os baixíssimos índices de aprendizagem dos alunos nem com a enorme desigualdade educacional que perpetua as injustiças sociais. A Educação sozinha não vai resolver todos os nossos problemas, mas sem ela não conseguiremos ser um País realmente melhor para todos. Qualquer candidatura que se diga comprometida com o desenvolvimento dos brasileiros deve olhar para a Educação como política central de um projeto de nação”, afirma.  

O objetivo do Educação Já! é que os próximos governantes tenham à sua disposição, desde o período de transição de governo: diagnósticos baseados em dados e pesquisas com professores e estudantes brasileiros; e propostas orientadas pelas evidências e conhecimento teórico acumulado na área educacional, além das práticas em nível nacional e internacional que têm, efetivamente, conseguido melhorar a qualidade da Educação Básica Pública.   

“O processo de construção desse documento envolveu um grupo plural de colaboradores, muitos dos quais lideraram mudanças positivas significativas em seus respectivos estados e municípios, além de ter contado com a análise crítica de um amplo e diverso grupo de especialistas e educadores. Isso dá ainda mais força para cada uma das medidas e para o todo do documento. Nosso intuito agora é que as pessoas possam cobrar dos seus candidatos propostas mais objetivas para os principais temas que realmente podem fazer a diferença na Educação das nossas crianças e jovens”, conclui Priscila.  

Nos últimos meses, esse plano foi apresentado a candidatos à Presidência da República. Agora, ele está disponível no site do Todos Pela Educação para que toda a sociedade possa conhecê-lo.     


Sobre o Todos Pela Educação  
O Todos Pela Educação é um movimento da sociedade civil, fundado em 2006, com o propósito de melhorar o Brasil impulsionando a qualidade e equidade da Educação Básica. Atua na produção de conhecimento, divulgação de informações e fomento a elaboração de políticas públicas.

Adriana Manarim e Bárbara Benatti  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.