CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Pré-candidatos a prefeito de Coité estão diariamente em redes sociais, menos do principal grupo de oposição

Vice-prefeita, presidente da Câmara e outros dois vereadores, chefe de gabinete, médico e servidor público estão no páreo.
Da esquerda para a direita: Edimilson, Betão, Val, Danilo, (ao lado de Assis) Iêdo e Ernandes
Antes da ‘febre’ das redes sociais quando faltavam menos de um ano para as eleições o que se via era reuniões, concentrações, definições de candidatos a vereador e prefeito e vice já envolvidos em todos os acontecimentos dos seus municípios, mas surgiu a internet e mudanças radicais na lei eleitoral que tornou uma pre-campanha totalmente diferente de anos anteriores, em nível municipal pode se considerar a partir de 2016, embora antes disso, em 2012 as ferramentas on-line já começavam a se destacar.
Betão, Danilo e Val são aliados do prefeito Assis
Uma pesquisa recente afirma que a internet já supera a audiência da televisão e diante disso muitos pré-candidatos em Conceição do Coité já se apresentam. Quem nunca ouviu falar que os vereadores Betão (PT) e Iêdo Cirino (PP) têm pretensão em concorrer a cadeira do executivo municipal? Que o atual presidente da Câmara Ernandes de Tó (PSD) vem se comportando como pré-candidato a prefeito, a vice-prefeita e secretária de Assistência Social, Genivalda Pinto (PSD) popularmente conhecida por Val de Alex, embora não tenha dito publicamente que está no páreo para suceder o prefeito Assis, assim como o agora ex-vereador Danilo Ramos(PT) que se licenciou do cargo para assumir a pasta de chefe de gabinete do prefeito. Betão, Val e Danilo contam com o apoio de Assis. Iêdo e Ernandes foram eleitos pela mesma base, mas no decorrer do mandato romperam e certamente buscam outros apoios.

O servidor público Edmilson Araújo que se mantém entre os mais otimistas, ele que afirma que sairá candidato pelo PR, tem usados as redes sociais e “as pernas” para divulgar seu nome na sede e zona rural, é também o que mais tenta desgastar o atual governo com publicações de fotos e vídeos.
Edmilson, Iêdo e Ernandes pertenceram ao grupo que governa o Município
O mais experiente entre todos é o médico ortopedista Robson Cedraz que já experimentou a disputa como candidato a vice-prefeito e a prefeito, as publicações que ele aparecem são sempre ao lado de Iêdo Cirino que traz a mensagem “Devolver Coité aos Coiteenses”. Não se sabe se a intenção é formar uma chapa entre ambos. Ao que parece é o desejo de algum eleitor, pois, nas páginas deles não têm essa publicação.

Circulou também há alguns meses uma colagem nos postes e paredes com a palavra “O diferente” que informações não confirmadas teria sido uma iniciativa de Sinval Mota Mascarenhas, ele que no fim da década de 1970 e início de 1980 era destacada liderança e chegou a concorrer ao cargo de prefeito ficando em segundo lugar.

Principal grupo opositor está apagado 
O fato mais curioso é que durante toda história política de Coité, de modo especial a partir de 1972 com o surgimento de Hamilton Rios de Araújo que manteve a hegemonia política até 2012 quando seu grupo foi derrotado pela chapa Assis e Alex. Até ali, o grupo dos vermelhos sempre conhecia o candidato com alguns anos de antecedência, na eleição passada (2016) demorou para anunciar os ex-prefeitos Vertinho e Renato, prefeito e vice respectivamente e na urna foram derrotados por Assis e Val de Alex.
Tom em comício de Vertinho e Renato em 2016 | Foto: Raimundo Mascarenhas
O que se observa atualmente faltando menos de 10 meses para as eleições é o silêncio nas ruas e nas redes sociais, nenhuma liderança se arrisca a falar quem pode ser o candidato, os nomes de Teones Carneiro, a ex-primeira dama Genilda Mota, esposa do ex-prefeito Vertinho, já circulou mas sem muita força, a quem diga que Renato Souza pode ser novamente a grande alternativa, ele atualmente está na assessoria do deputado Tom Araújo, não é muito de redes sociais, mas dizem que tem ‘corrido trecho’.

O próprio deputado Tom que governou o município de Coité entre 2001 e 2004 é citado.

Por fim, quem também já se prontificou e disse estar a disposição do grupo é o vereador Nego Jai, líder da oposição na Câmara tem usado bastante a tribuna para criticar e denunciar o Governo Municipal.

Obs: A reportagem foi baseada nas publicações constantes em redes sociais, principalmente os que aparecem em fotos características de pre-campanha política.

Do Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.