CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 30 de setembro de 2012

Incêndio atinge setor de emergência do Hospital Roberto Santos

A primeira equipe dos Bombeiros chegou ao local por volta das 15h50. Ainda não há informações sobre feridos ou danos provocados pelo fogo.

Equipes do Corpo de Bombeiros tiveram de controlar um princípio de incêndio na emergência do Hospital Roberto Santos, no bairro do Cabula. 
O incêndio foi confirmado pelo posto policial da unidade médica. Pacientes e funcionários foram retirados da ala assim que as chamas tiveram início. Ninguém ficou ferido.

Pacientes foram levados para fora do hospital (Foto: DanyBarretto/ Reprodução Twitter)

A solicitação aos bombeiros foi feita por volta das 15h30 deste sábado (29).  o fogo teria iniciado após um curto circuito em um aparelho de ar condicionado de uma das alas de enfermaria da emergência.

Segundo funcionários da unidade médica, a fumaça se espalhou rapidamente. Pacientes que estavam nas macas foram retirados com a ajuda de enfermeiras e auxiliares de enfermagem.
Houve correria até a chegada dos bombeiros, por volta das 15h50. Não houve grandes danos provocados pelo fogo. Uma perícia será feita no local para determinar as causas do acidente. Os pacientes que tiveram de ser retirados da emergência foram transferidos para outras alas do hospital.
Fogo no Hospital São Rafael
Em julho, um incêndio de médio porte, de acordo com o Corpo de Bombeiros, atingiu o almoxarifado central do Hospita São Rafael. As emergências de adulto e pediátrica ficaram uma semana sem funcionar.

A fumaça do incêndio foi rapidamente do 3º subsolo até o segundo andar do hospital. Houve tumulto e crianças e adultos saíram da unidade com uso de máscaras. No local onde o fogo começou, o expediente já havia sido encerrado.

“O incêndio começou por volta das 19h. Apenas uma colaboradora que foi a última a sair percebeu e chamou a segurança”, disse o diretor-geral do hospital, Alfredo Martini. Ninguém ficou ferido.

Segundo o coronel Paulo Guerra, que coordenou a operação dos bombeiros, a ação da Brigada de Incêndio do hospital foi fundamental para que o fogo fosse debelado. As chamas levaram cerca de uma hora para serem controladas.

O Corpo de Bombeiros teve que deslocar três carros para o hospital, onde também chegaram diversas ambulâncias do Samu para atender os pacientes que foram obrigados a deixar a área interna da unidade. 

Pacientes tiveram que ser retirados da unidade e foram obrigados a esperar do lado de fora o controle do incêndio (Foto: Robson Mendes/CORREIO)

No almoxarifado, eram guardados medicamentos, material de escritório e utensílios médicos. De acordo com o coronel Guerra, o material guardado no local era de alta combustão. “A fumaça chegou até os pacientes através do corpo dos elevadores e das escadas”, explicou. 

A fumaça atingiu principalmente a área da emergência onde a dona de casa Lindinalva Lima, 51 anos, acompanhava o sogro de 84 anos. “Foi muita correria. As pessoas foram retiradas pela equipe médica e ficaram na entrada da emergência. Alguns pacientes ficaram muito nervosos”, contou.

“Recebemos o apoio incondicional da Sesab, que direcionou ambulâncias do Samu para o caso de termos que transferir pacientes, o que não ocorreu. As ambulâncias também deram o apoio pro caso de algum agravamento do quadro de saúde de pacientes”, relatou Martini.  As causas do incêndio não foram apontadas. 

Ambulâncias do Samu foram deslocadas para o caso de pacientes precisarem de atendimento (Foto: Robson Mendes/CORREIO)

Matéria extraída do correio24horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.