Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Riachão vive contraste climático: há um ano, a cidade era inundada; hoje, seca torra o chão

O sol escaldante que assola o município de Riachão do Jacuipe e região nos últimos meses confirma os estudos divulgados recentemente de que 2016 foi o ano mais quente desde 1880 e que 2017 será tão quente quanto o ano anterior. 
Contudo, apesar dessa realidade climática, nesse mesmo período de 2016 os jacuipenses viveram um grande drama com as enchentes dos rios Jacuipe e Boqueirão, que inundaram a cidade e fizeram centenas de desabrigados. Observa-se, pois, que em numa mesma estação e mesmo período do ano, duas tragédias marcam o município e a região: uma pela chuva em abundância e a outra pela longa estiagem.
riachao-desabrigados 
Exatamente em 22 de janeiro de 2016, as águas do Rio Jacuipe chegaram de forma surpreendente e provocaram quase uma tragédia na cidade. 
PONTE-BARRA
Assim como o Jacuipe, que desalojou famílias dos bairros Alto do Cruzeiro e Bela Vista, o Riacho do Boqueirão também transbordou e deixou um rastro de destruição nos bairros São José, Barra, Ranchinho e Jatobá.
contraste 
A enchente dos dois rios ainda provocou a queda da ponte sobre a BR-324, na Barra, além da derrubada de árvores, pontes, pequenas barragens e passagens molhadas pelo interior do município.
tania-jeferson
A situação foi tão delicada que a prefeita Tânia Matos precisou decretar estado de emergência, provocando, inclusive, a vinda do governador Rui Costa a Riachão do Jacuipe.

Por conta dessa situação de calamidade pública, várias campanhas foram realizadas por moradores e entidades de municípios vizinhos e da própria cidade para a doação de alimentos, móveis e utensílios diversos.A campanha de solidariedade foi abraçada também por cidades mais distantes, como Salvador, Feira de Santana e Madre de Deus. Desse município, o prefeito Jeferson Andrade doou um caminhão com material, fazendo questão de vir fazer a entrega pessoalmente, em encontro com a então prefeita Tania Matos.

Confira abaixo noticias publicadas pelo site naquele período:

Riachão: Pista cede em ponte e BR-324 é interditada; mais de mil desabrigados, casas desabam e rios transbordam
CHUVA-FEIRA-LIVREDe acordo com as primeiras informações, as águas invadiram várias ruas e bairros da cidade, deixando centenas de pessoas desabrigadas. Os bairros mais atingidos são Alto do Cruzeiro, Jatobá, Bela Vista, Alto do Cemitério, Clériston Andrade, Barra e São José.

Os estragos provocados pelas chuvas já apresentam um saldo bastante ruim para o município. O Açude do Cedro voltou a transbordam e as águas invadiram a rodovia Riachão/Coite.

O Riacho do Boqueirão, que desagua no Rio Jacuipe, passou com grande volume de água, invadindo casas nos bairros São José, Jatobá, Clériston Andrade e Barra. Por conta disso, a ponte sobre o riacho, que cruza a BR-324, está comprometida e deixou a pista intransitável.

BR-CHUVA-CAMINHAOCentenas de veículos já estão perfilados, sem poderem seguir viagem no sentido Feira de Santana e Salvador. No bairro da Barra, mais cedo a situação foi de desespero. Vários moradores foram surpreendidos e acordados com as águas invadindo suas casas. Casos de homens, mulheres e crianças ilhados, sem um socorro do Corpo de Bombeiros, que já foi acionado.

No interior do município o quadro também é igual. Nas regiões do Mocambo, Taipoca, Traz da Roça, Nova Esperança, Sitio Novo e Baixa da Areia choveu muito durante toda a noite. Os rios Verde, Boqueirão e Tocóis transbordaram e novamente vários moradores estão ilhados. Em Vila Aparecida, a Adutora da Embasa foi arrastada pelas águas, assim como veículos.

Na sede, deve haver cerca de 2 mil pessoas desabrigadas, várias casas e ruas foram invadidas. Os principais acessos ao bairro Alto do Cemitério estão totalmente tomados. Familias inteiras estão desabrigadas. Vários voluntários se solidarizam e ajudam os moradores desesperados.

Fonte: Interior Da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.