Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 31 de março de 2017

Presidente do SINTRAPI faz avaliação do ato publico realizado nesta sexta-feira em Ichu

O ato público realizado hoje em Ichu, puxado pelo SINTRAPI, SINTRAFI e APLB, já foi mais expressivo que a manifestação do último dia 15, se comparando o número de participantes, de entidades e segmentos. 
Foi mais forte a presença do público infanto-juvenil, estudantes dos ensinos médio e fundamental, de escolas públicas e até particular (Tia Zula), trabalhadores do campo e da cidade, inclusive aposentados, membros do MOC, igrejas Católica e Assembleia de Deus, Associação Comunitária de Nova Esprança, parlamentares, dentre outras representações. 

A concentração teve ínicio a partir das 8:h, em frente ao SINTRAFI, em seguida foi organizada uma caminhada pelas principais ruas da cidade, contando com um sistema de sonorização, entoando gritos de guerra, refrões e músicas como "Este é o nosso país, essa é a nossa bandeira" e "Prá não dizer que não falei das flores" e exibindo bandeiras, cartazes e faixas com frase do tipo "Fora Temer", "Nenhum direito a menos". O trajeto terminou com uma concentração no Barracão Municipal, onde alguns manifestantes representando entidade ou segmento social se apresentaram sempre protestando contra as imposições do atual governo federal em querer aprovar as reformas da Previdência e Trabalhista, com ênfase no projeto da Terceirização votado essa semana. 
Os manifestantes estão convictos que as propostas de emenda constitucional (PEC's), representam interesses capitalistas de só gerar mais lucros aos empresários, em detrimento da precarização dos contratos de trabalho, a ameaça aos concursos públicos, à estabilidade ou vínculo empregatício e a impossibilidade de muitos trabalhadores e trabalhadoras de se aposentarem, por isso se atribui o jargão de PEC da morte. 

AL Notícias - Por Adailton Conceição Carneiro - Diretor do SINTRAPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.