Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Bahia vence o Cruzeiro, quebra tabu e fecha rodada no G-6 do Brasileirão

Após mais de 20 anos, o Bahia voltou a vencer o Cruzeiro em um jogo do Campeonato Brasileiro em Salvador. Em um jogo onde teve superioridade numérica na maior parte do jogo, o Esquadrão bateu a Raposa por 1 a 0 na noite desta quinta-feira (8), pela quinta rodada da competição nacional. Edigar Junio marcou o único gol do jogo.
Foto: Jefferson Peixoto / Ag. Haack / Bahia Notícias
Com o resultado, o Bahia vai aos nove pontos conquistados e assume a sexta posição, que credencia para a disputa da Copa Libertadores da América. O time comandado por Jorginho volta a jogar na próxima segunda-feira (12), contra o Grêmio, em Porto Alegre.

O JOGO
Aos três minutos de jogo, o Bahia ficou em clara situação com Zé Rafael, que tomou a bola do zagueiro Léo e, ao ficar de frente para Fábio, acabou derrubado. A arbitragem, no entanto, acusou o toque com o braço do meia tricolor. 
 
Henrique recebe o cartão vermelho
O Esquadrão ganhou superioridade numérica dentro da partida aos oito minutos. Edigar Junio recebeu passe em profundidade e acabou derrubado por Henrique. O árbitro não hesitou em apresentar o cartão vermelho para o volante, que entrou em campo improvisado como zagueiro.
 
Edigar Junio marca o primeiro gol do Bahia
O Bahia não demorou a aproveitar a vantagem criada e abriu o marcador na Arena Fonte Nova. Atento, a equipe cobrou o tiro livre com rapidez, Zé Rafael tocou para Allione que serviu Edigar Junio, que cabeceou e balançou a rede do goleiro Fábio.
 
Jean evita gol do Cruzeiro
Aos 35, o Cruzeiro quase chegou ao empate. Diogo Barbosa avançou pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou para Robinho, que completou e viu Jean rebater para escanteio.

Quatro minutos depois, o Esquadrão de Aço deu uma resposta à altura. Na sua especialidade, Juninho bateu falta e acertou o travessão. Aos 43, foi a vez de Vinícius finalizar para grande intervenção do goleiro Fábio.

Segundo tempo
Com um início tímido, a equipe tricolor quase chegou ao segundo gol com Allione, que recebeu passe de Vinícius e bateu em cima da defesa aos sete minutos. Na sequência, Zé Rafael recebeu com liberdade na grande área, mas a bola voltou a desviar nos jogadores celestes.
 
Mesmo com um a menos, o Cruzeiro mostrava ânimo para buscar o empate. Aos dez minutos, Lucas Romero driblou três defensores, mas finalizou mal e a bola passou ao lado da meta de Jean.
 
Matheus Reis salva o Bahia
Aos 14 minutos, o Bahia vacilou na defesa e Thiago Neves foi servido de frente para o gol. Com o goleiro Jean vencido na jogada, o meia cruzeirense bateu e a ponta do pé do lateral Matheus Reis evitou o gol.
 
Resposta do Bahia. Aos 17, Zé Rafael recebeu passe de Allione e, de fora da área, bateu com a perna esquerda e a bola passou ao lado do gol. Quando o relógio marcava 21 minutos, Gustavo Ferrareis, que entrou no lugar de Vinícius, tentou de longe e a bola passou por cima da meta.
 
Edigar Junio acerta a trave
O torcedor do Bahia que foi para a Arena Fonte Nova ficou com o grito de gol preso na garganta aos 27. Pela esquerda, Matheus Reis cruzou e, em bola dividida com a defesa, Edigar Junio acertou a trave. Aos 35, o camisa 11 recebeu na grande área, bateu e o zagueiro Léo evitou o risco.

Mendoza quase estreia com gol
Aos 39, o técnico do Bahia promoveu a estreia do atacante Stiven Mendoza. Dois minutos depois, ele quase marcou um golaço. O colombiano tabelou com Edigar Junio, bateu colocado e a bola passou raspando a trave. Nos acréscimos, Fábio evitou o segundo gol de Edigar Junio.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Cruzeiro
Campeonato Brasileiro - 5ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 08/06/2017
Horário: 21h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Renê Júnior, Vinícius, Eduardo e Tiago (Bahia) / Ezequiel, Ábila (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Henrique (Cruzeiro)
Gol: Edigar Junio (Bahia)
 
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Júnior, Juninho e Vinícius (Ferrareis); Zé Rafael, Allione (Stiven Mendoza) e Edigar Junio. Técnico: Jorginho
 
Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Henrique, Léo e Diogo Barbosa; Lucas Romero e Ariel Cabral; Alisson, Robinho (Elber) e Thiago Neves (Rafinha); Ramón Ábila (Murilo). Técnico: Mano Menezes.
 
Por Ulisses Gama / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.