Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 20 de agosto de 2017

Com dois gols de Mendoza, Bahia vence o Vasco na Arena Fonte Nova

O Bahia voltou a fazer da Arena Fonte Nova um lugar difícil para os seus adversários. Na tarde deste domingo (20), a equipe tricolor não teve uma atuação envolvente, mas foi eficiente nas finalizações e venceu o Vasco por 3 a 0, em duelo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Tiago e Mendoza, duas vezes, balançaram as redes para o Esquadrão de Aço.

O resultado positivo levou a equipe comandada por Preto Casagrande ao 11º lugar, com 26 pontos. A posição ainda pode ser alterada com o complemento da rodada. O próximo desafio do Tricolor será no domingo (27), contra o Botafogo, na mesma Arena Fonte Nova.

O JOGO
A escalação comprovou o que foi treinado durante a semana. Na esquerda da lateral, Juninho Capixaba surgiu como principal novidade entre os titulares. Rodrigão, que sentiu dores no pé, também começou jogando.

O duelo começou eletrizante. No primeiro minuto, Rodrigão recebeu bom passe de frente para Martín Silva, mas demorou para finalizar e acabou interceptado. Logo depois, o Vasco assustou com Wagner, que aproveitou sobra e bateu forte, na rede externa da meta.

O Esquadrão abusou das falhas defensivas e cedeu uma ótima chance ao Vasco. Depois de uma saída de bola errada aos 19 minutos, o cruz-maltino trocou passes na frente da área até a bola chegar em Paulinho, que finalizou mal.

De cabeça, Tiago abre o placar
A defesa, que vinha falhando, foi vital para o primeiro gol do Bahia. Aos 22 minutos, Régis cobrou escanteio e o zagueiro Tiago foi no alto para cabecear, acertar a trave e o gol.
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Vasco quase chegou ao empate aos 45 minutos. Após Luís Fabiano chutar e a bola desviar em Tiago, Wagner dominou, bateu e a bola atingiu a trave.

Na base da velocidade, Mendoza amplia
Quando parecia que o primeiro tempo ia terminar com um placar simples, o Bahia chegou ao segundo gol. Após cobrança de escanteio do Vasco, a equipe tricolor ficou com a bola. Mendoza partiu em velocidade, dividiu com Ramon, perdeu a bola, mas persistiu, recuperou, driblou o goleiro Martín Silva e tocou com o pé direito para o gol.

Segundo tempo

Mendoza marca mais um
A segunda etapa começou com mais um gol do Bahia. Após chute de Jean no setor defensivo, Zé Rafael passou para Rodrigão, que bateu fraco na bola e o goleiro Martín Silva cedeu o rebote. Rápido e atento, Mendoza avançou para a bola e completou de pé direito. Foi o quarto gol do colombiano nas últimas três partidas.

Parado na forte marcação do Bahia, o Vasco, abatido em campo, tentava ao seu jeito. Aos 15 minutos, Jean chutou de fora da área, mas a bola passou por cima e muito longe da meta de Jean.

Com vantagem no placar, o Bahia chegava aos poucos. Quando o relógio marcava 22 minutos, Eduardo avançou e serviu para Rodrigão, que tinha boas condições de finalizar, mas parou na defesa.

Dois minutos depois, Rodrigão teve mais uma grande chance. O camisa 39 recebeu de frente para o goleiro vascaíno, mas pegou errado na bola, que passou longe do gol. 

A larga margem e o abatimento vascaíno facilitou a vida tricolor, que trocou passes enquanto os torcedores puxavam  o famoso grito de "olé".

FICHA TÉCNICA
Bahia x Vasco da Gama
Campeonato Brasileiro - 21ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 20/08/2017
Horário: 16h
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Assistentes adicionais: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e Marcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos: Jean, Anderson Martins, Bruno Paulista e Luís Fabiano (Vasco)
Gols: Tiago e Mendoza (2x) (Bahia)

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba (Juninho); Edson, Renê Júnior e Régis (Vinícius); Zé Rafael (Matheus Reis), Mendoza e Rodrigão. Técnico: Preto Casagrande.

Vasco: Martín Silva; Anderson Martins, Breno e Rafael Marques (Bruno Paulista); Gilberto, Jean, Wagner, Matheus Vital (Manga Escobar) e Ramon; Paulinho (Nenê) e Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.

Por Ulisses Gama / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.