Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 27 de março de 2018

Após 7 a 1, Jesus marca e Brasil vence Alemanha

Após o 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, a Seleção Brasileira voltou a encarar os alemães nesta terça-feira (27), no estádio Olímpico de Berlim, em amistoso preparatório para o Mundial da Rússia, em Junho. O Brasil venceu os alemães por 1 a 0. Gabriel Jesus marcou o gol do triunfo verde e amarelo. 
A próxima convocação acontece no fim de maio e será a oficial para o Mundial da Rússia. Nos dias 3 e 10 de junho, os comandados de Tite encaram Croácia e Áustria, respectivamente, em amistosos preparatórios para a Copa. O time canarinho estreia diante da Suíça no dia 17 do mesmo mês.  

O JOGO 
A partida começou com as seleções marcando muito a saída de bola. Pouco chegaram ao ataque. Só aos oito minutos, em cobrança de falta de Kroos, a bola sobrou para Mário Gomez na pequena área, mas o atacante estava em posição irregular.  

Aos nove, Coutinho roubou a bola na esquerda e invadiu a área, mas na hora de rolar para o Fernandinho que vinha de trás, o meia-atacante errou o passe.  

Willian começa a se destacar pela direita, aos 16, o camisa 19 enfiou ótima bola para Paulinho, mas na hora do chute, o jogador foi travado por Boateng. No lance seguinte foi à vez dos alemães assustarem. Plattenhardt chegou livre na esquerda e cruzou perigosamente, mas Thiago Silva cortou para escanteio.  

Aos 28, Goretxa recebeu livre pela direita e cruzou, Mário Gomez disputou com Thiago Silva, e na sobra finalizou para fora. Aos 30, em posição legal, Mário Gomez sairia livre em direção ao gol, mas o assistente levantou a bandeira. Impedimento mal marcado.  

A Alemanha seguiu no ataque, e aos 35, o lateral-esquerdo Plattenhardt cruzou, e Kimmich cabeceou por cima.  

Jesus abre o placar Aos 36, Gabriel Jesus foi lançado por Willian, limpou a marcação e livre dentro da área, chutou por cima do gol. No lance seguinte, de novo a dupla funcionou. Willian, livre pela direita, cruzou, e o camisa nove da Seleção cabeceou livre, o goleiro Trapp ainda tentou defender, mas a bola entrou em tons dramáticos.  

Após o gol do Brasil, os times diminuíram o ritmo, e não levaram perigo ao gol do adversário.  

Segundo tempo
Brasil chegou com perigo pela primeira vez na segunda etapa! Aos nove, Paulinho toca para Coutinho, o meia faz um corta luz e a bola chega limpa dentro da área para Willian que chuta em cima do zagueiro alemão. O rebote volta para Paulinho, que dribla e chuta para grande defesa de Trapp.  

A Seleção Brasileira continuou levando perigo a meta do goleiro Trapp. Fernandinho roubou a bola e tocou para Coutinho, o camisa 11 puxou para a perna direita e chutou com perigo por cima do gol.  

A Alemanha só conseguiu chegar com certo perigo aos 17, Draxler recebeu na esquerda, cortou para direita e chutou, mas Daniel Alves conseguiu travar, e a bola chegou facilmente nas mãos do goleiro Alisson.  

Quase o segundo de Jesus 
Aos 22, Coutinho cobrou escanteio, o zagueiro Boateng desviou e a bola sobrou livre para Jesus, que sem goleiro, cabeceou para fora.  

Após excelente lançamento de Fernandinho, Gabriel Jesus recebeu livre, invadiu a área e cruzou rasteiro, mas a zaga alemã cortou.  

Aos 38, Douglas Costa achou Paulinho livre no meio, o volante recebeu e chutou para a boa defesa de Trapp. No lance seguinte, Stindl recebeu na direita, cortou para dentro e chutou, a bola tinha a direção do gol, mas Marcelo cortou.  

Aos 46, Kroos achou Draxler livre na área, o atacante chutou para a grande defesa de Alisson.   

FICHA TÉCNICA 
Alemanha x Brasil 
Amistoso Internacional 
Local: estádio Olímpico, em Berlim (Alemanha) 
Data: 27/03/2018 (terça-feira) 
Horário: 15h45  
Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia) 
Assistentes: Mathias Klasenius e Daniel Wämmark (ambos da Suécia)  
Cartões amarelos: 
Cartões vermelhos: 
Gols: Gabriel Jesus (Brasil)  

Alemanha: Trapp, Kimmich, Rüdiger, Boateng (Süle) e Plattenhardt; Gündogan (Werner), Kroos e Goretzka (Brandt); Draxler, Sané (Stindl) e Mario Gomez (Sandro Wagner); Técnico: Joaquim Löw  

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Fernandinho, Paulinho, Willian e Coutinho (Douglas Costa); Gabriel Jesus; Técnico: Tite.   

Por Gabriel Rios / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.