Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Caso Bruna: vencem prisões temporárias de dois suspeitos

A prisão temporária de dois suspeitos de participação na morte da adolescente Bruna Santana Mendes venceu nesta terça-feira (24). Com isso, Deividson Jorge dos Santos, 18 anos, e Eric Pereira Maciel, 20 anos, deixarão o Conjunto Penal de Feira de Santana.
Segundo o delegado Fabrício Linard, que coordena as investigações, a Polícia Civil não solicitou a prorrogação das prisões temporárias. "Estamos com o prazo concluído das prisões temporárias. Elas já tinham sido prorrogadas. Por isso, é natural a liberação para a continuidade das investigações. Se houvesse fato novo poderia ser solicitada a prorrogação da prisão, mas isso não houve", explicou o delegado.
O terceiro suspeito de participação na morte de Bruna, Everton Rosa de Oliveira, também está detido no Conjunto Penal. A prisão temporária termina no próximo dia 2 de maio. "Por enquanto, não há elementos que justifiquem a prorrogação da prisão preventiva dele", disse o delegado.

Natural de Serra Preta, Bruna estava passando alguns dias na casa de familiares em Feira e desapareceu depois de sair do cinema do Boulevard Shopping, na noite do dia 18 de fevereiro. O corpo dela foi encontrado três dias depois, dentro de um saco plástico na Avenida Eduardo Fróes da Mota, bairro Gabriela.
Segundo a polícia, há suspeitas de que Bruna sofreu abuso sexual, mas a confirmação só pode ser feita após a emissão de laudos periciais. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) já confirmou que Bruna foi morta através de estrangulamento.

Informações: De Olho na Cidade e fotos arquivo do Boca de Zero Nove.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.