Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 22 de abril de 2018

Flu de Feira, Vitória da Conquista e Jacuipense estreiam a partir deste domingo na Série D

Nesta temporada, a Série D será formada por 68 times, divididos em 17 grupos, com quatro equipes cada.
O que para grandes times é o fundo do poço, para outros é a oportunidade de trilhar novos caminhos. Estamos falando da Série D. O campeonato nacional começou no dia 21 de abril, e a Bahia será representada por Fluminense de Feira, Vitória da Conquista e Jacuipense. Os dois primeiros são um pouco mais experientes na competição, com quatro participações cada. O Jacuipense, por sua vez, participa pela segunda vez do torneio nacional.

Nesta temporada, a Série D será formada por 68 times, divididos em 17 grupos, com quatro equipes cada. Na primeira fase os clubes realizam seis partidas no sistema de ida e volta. Ao final desse primeiro ciclo, 32 times se classificam para a etapa seguinte; garantem vaga apenas os 17 primeiros e outros 15 melhores segundos colocados de cada chave.

Saiba mais sobre os times baianos que estarão na disputa da Série D.

FLUMINENSE DE FEIRA
O Fluminense fará sua estreia neste domingo, contra o Campinense, às 16h (horário de Brasília), no Estádio Amigão. Ano passado o acesso à Terceira Divisão bateu na trave: o Touro caiu na terceira fase diante do Juazeirense – que mais tarde alcançaria a Série C. Além disso, também é a oportunidade de dar a volta por cima na temporada.

Depois de perder a vaga na semifinal do Baianão, para o Bahia de Feira, na última rodada, o Tricolor mudou a chave e passou a ter o torneio nacional como alvo. Com bagagem considerável na Quarta Divisão, o Fluminense de Feira vai para sua quinta participação no Campeonato Brasileiro e recomeça a sonhar com o acesso à Terceirona. A melhor campanha foi em 2016, quando foi eliminado pelo Volta Redonda na quarta fase. Restaram os aprendizados.

O revés no Baianão desse ano foi motivo suficiente para o Tricolor dar uma nova cartada e repaginar seu elenco. A equipe dispensou nove atletas: Negueba, Willames José, Aragão, Daniel, Roberto Pitio, Dinda, Rogério, Maranhão e Luiz Paulo. Para o Brasileirão, outros seis atletas foram contratados: o goleiro Andrey, o zagueiro Marcelo, os laterais João Carlos e Roger e os atacantes Jailton e Bambam.

A notícia ruim fica para o gol. O goleiro Deola, destaque do time, ficará apenas na torcida durante a Série D. Recentemente o jogador passou por cirurgia no joelho e fica fora dos gramados até o fim da temporada.

Confira o grupo do Touro:
GRUPO A8
Campinense
Flamengo de Arcoverde
Fluminense de Feira
Murici

VITÓRIA DA CONQUISTA
O primeiro duelo do Bode será nesta segunda-feira, contra o Treze-PB, no Lomanto Júnior, às 20h (horário de Brasília). É momento para repensar o que foi feito, aprender com os erros e aproveitar o novo ambiente para dar a volta por cima na temporada. Ou pelo menos tentar. Assim está o Vitória da Conquista na sua volta à Série D, que disputou pela última vez em 2014. É a quinta participação no torneio.

A primeira parte de 2018 para o Vitória da Conquista não foi como o esperado. Apesar de nomes como Flávio Caça-Rato para o ataque e Washington Coração Valente como treinador, a campanha do alviverde no estadual foi aquém das boas expectativas. Na quarta rodada, o treinador pediu demissão e, no final das contas, o Bode amargou a penúltima colocação, com a pior defesa e segundo pior ataque.

Página virada, elenco remontado e 14 novos atletas para reforçar a equipe neste Brasileiro: os goleiros Netto Rocha e Fernando Henrique, os zagueiros Correia, Abdala e Vinícius Costa, os laterais Cleitinho, Diego Pratis e Roni, os volantes Luiz Henrique e Maicon, os meias Dinda e Diego Souza, e os atacantes Kaká e Gabriel Maia. Além dos jogadores, Rodrigo Fonseca, de 45 anos, assume o cargo de treinador no lugar de Estevam Soares.

Apesar dos anos já disputados na Quarta Divisão, o time de Conquista não tem bons números na competição. A melhor campanha foi em 2013, quando terminou em terceiro lugar na etapa de grupos.

Confira a chave do Bode:
GRUPO A9
Itabaiana
Santa Rita
Treze
Vitória da Conquista

JACUIPENSE
Se para o Vitória da Conquista 2014 foi o último ano na competição, para o Jacuipense foi o primeiro. Da época, aliás, boas lembranças para o Leão do Sisal. A equipe chegou perto do acesso à Terceira Divisão, no entanto, foi eliminado pelo Confiança na terceira fase. Agora o time vem para sua segunda participação na Série D e faz sua estreia também neste domingo, contra o Central-PE, às 16h (horário de Brasília), no Estádio Valfredão.

No estadual o time fez uma campanha acanhada, mas segura. Terminou na sexta posição, o suficiente para garantir vaga no Campeonato Brasileiro. Para a sequência da temporada, o time aposta na essência jovem e terá poucos reforços, foi o que afirmou Gustavo Zacarias, diretor de futebol, em entrevista à equipe do GloboEsporte.com. Além disso, o dirigente diz que o projeto é ousado e visa, também, o acesso.

– Trouxemos aí o Vicente, que estava no Atlântico e tem passagem pelo Vitória. Ainda pode chegar mais um atleta. A gente pensa que dificuldades vão existir, mas vamos buscar o acesso, né? O grupo é jovem, um pouco mesclado, mas isso não significa que não que não vamos brigar para o acesso. Estamos empolgados. Diretoria, jogadores, comissão técnica. Mantivemos a base e vamos iniciar essa caminhada agora – explicou.

Ao contrário das contratações, que são poucas, as dispensas são muitas e já acertadas. Brasão, Danilo Rios, Acácio, Felipe, Índio e Jeferson, que chegaram para o Campeonato Baiano, não vestem mais a camisa do Jacupa.

Veja o grupo do Jacuipense:
GRUPO A7
Asa
Central
Jacuipense
Sergipe
Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.