CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 3 de março de 2019

Cadela bebe cerveja como fosse água; teve vez de se embriagar

Lupita mora em uma casa cercada de bares e ao experimentar gostou e é vista com frequência bebendo
Quem reside na Rua Antônio Nunes Gordiano (Carijé) em Coité, mas precisamente nas proximidades da antiga sede da 26ª CIRETRAN conhece a história da cadela Lupita de 8 anos. O animal está acostumada fazer consumo de cerveja e quando encontra copo deixado com restos de bebida pelo chão não perde a oportunidade de beber como se fosse água.

A dona do animal a senhora Auriete disse que nem ela e nem ninguém nunca ofereceu bebida a Lupita, "Eu achei estranho um dia ela deitada no canto e minha mãe disse que era pra eu levar no veterinário, foi no fim de semana e mais tarde ela melhorou e levantou e a gente percebeu que ela estava bebendo os restos de cerveja deixados no chão e ao comentar com as pessoas me disseram que viram ela mais cedo bebendo, foi ai que associei o que minha mãe me alertou da possível doença dela a bebida”, contou Lete como é conhecida a dona que garante que sempre que encontra copos com restos derrama para ela não beber.

Lete disse que Lupita realmente gosta de farra principalmente aos sábados quando Marileide (dona de uma bar em frente a sua casa) costuma assar churrasco. “Ela fica sempre ali pertinho da churrasqueira esperando um pedacinho de carne e se achar cerveja a festa está completa. O que parece engraçado não podemos incentivar, peço as pessoas que evitem deixar restos de bebida pelo chão”, apela Auriete.

“Lupita tem o costume também de chupar pirulito,  quando pega chupa igual a um criança”, concluiu.

Bebida alcoolica prejudica ao cachorro, diz especialistas
O cachorro se sente atraído, especialmente pelas bebidas alcoólicas que oferecem mais açúcar na sua composição. Mas o grande problema é que o sistema digestivo do cachorro não está preparado para este tipo de bebida. Além de comprometer o estômago do seu animal, a bebida alcoólica pode levar ainda a problemas mais sérios.

Especialistas no Brasil acreditam que ainda existem poucos casos de atendimentos veterinários aos cães que apresentam este tipo de problema, mas mesmo assim eles existem. Nos Estados Unidos o número é bem maior, o que demonstra que realmente as pessoas lá também acabam tendo este hábito nada saudável com o seu cão.

Para as pessoas que pensam que o efeito da cerveja no organismo do cachorro é o mesmo que no organismo humano, saiba que nos cães o efeito é muito maior, porque seu estomago é mais sensível. O sangue do animal absorve mais rapidamente o álcool, o que gera uma série de situações de risco para os cães.

Este contato das bebidas deste gênero com o estômago do animal acabam causando também alguns outros problemas, como gastrite, úlcera, problemas renais e neurológicos e baixa imunidade.

E os cachorros também pode ficar bêbados, com a perda da coordenação motora, o que pode causar sérios acidentes.

Redação CN * Fofuxo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.