CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 23 de abril de 2019

Ricardo David admite erros e pede desculpas à torcida do Vitória

Próximo de deixar à presidência do Vitória, Ricardo David fez um pequeno balanço de sua gestão. Ele, que assumiu o clube em dezembro de 2017, admitiu ter falhado na gestão do departamento de futebol e pediu desculpas à torcida.
“Quando você faz um balanço é preciso olhar para o campo. E a principal coisa é ter bons resultados. E a gente sai frustrado por não ter conseguido isso. É uma frustração muito grande. A gente esperava ter um desempenho melhor. No Campeonato Baiano saímos na primeira fase, assim como na Copa do Brasil. E isso nos deixa muito triste. O maior sentimento neste momento é de frustração. Para ser competitivo e ter condições de ganhar as competições, é preciso que todos os departamentos estejam bem. Quem chegar aqui vai encontrar vários setores bem melhores que eu encontrei. O meu principal acerto foi a profissionalização do Vitória. Todo mundo que trabalhou aqui foi em regime integral. Pela história do Vitória não se pode mais aceitar que um profissional deixe seu emprego e venha bater ponto às 17 horas. Espero que quem ganhe a eleição mantenha isso. O meu maior erro foi a gestão de futebol. Eu precisava ter uma pessoa com maior relacionamento e vivência em face ao momento financeiro do clube quando assumi. Acho que esse foi meu maior erro. Peço desculpas à torcida. Já havia pedido no ano passado, após o rebaixamento. Peço que os torcedores tenham paciência com o novo presidente que assumir. É preciso que o novo presidente tenha um tempo de tranquilidade para poder trabalhar”,  disse em entrevista ao Bahia Notícias.

Ricardo David ainda garantiu que vai deixar o Vitória com a parte tributária em dias, assim como os salários.

“Hoje, o departamento jurídico tem tudo sob controle. Fizemos vários acordos que foram satisfatórios para o clube. Tivemos vários ganhos na área tributária. Hoje estamos com área tributária em dias. Todos os acertos foram cumpridos, inclusive com Profut. Em 2017, o Vitória seria excluído do Profut. Mas fui ao Rio  de Janeiro assim que assumi e conseguimos negociar. Durante todo o ano de 2018 nós fomos monitorados e cumprimos todas as exigências. Também vamos deixar os salários em dias”, afirmou.

Outro arrependimento de Ricardo David foi de não ter construído alianças para governar. “Os sócios me conferiram um mandato em primeiro turno. O que você escuta? Que os sócios queriam mudança e não queriam as velhas vozes no comando do Vitória. Esse recado foi dado e eu achei que seria um desrespeito aos sócios se eu chamasse todos os ex-presidentes para o clube. Mas se eu voltasse no tempo eu faria uma composição melhor, principalmente pelas características da qual eu fui eleito. Pois fui eleito para um mandato tampão. Eu não tinha ninguém no Conselho Deliberativo. Cheguei só com Chico Salles [vice-presidente] ao clube”, lamentou.

Por fim, Ricardo David revelou que irá cuidar de seus projetos pessoais e também de sua família, mas se colocou à disposição do futuro presidente, caso seja requisitado. “Passei esse período afastado da minha família e da minha empresa. Agora é hora de voltar para a minha família e a minha empresa. Mas estou à disposição do próximo presidente, caso seja necessário algum tipo de ajuda ou consulta. Sou Vitória acima de tudo”, finalizou.

Por Glauber Guerra / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.