CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 7 de junho de 2019

Monitoramento dos casos suspeitos de Dengue em Ichu

Da 1ª à 22ª semana epidemiológica (01/01/2019 à 01/06/2019), foram notificados pelas Unidades de Saúde 87 casos suspeitos de dengue. A partir da semana 19 à 22 houve aumento significativo, classificando o município de Ichu como EPIDÊMICO, situado no Nível Zero (ausência de óbitos por Dengue). 
O Diagrama de Controle, abaixo, é o instrumento utilizado para o monitoramento da situação epidemiológica. Diante disso, o Estado foi oficializado acerca da situação, para em conjunto, realizar estratégias de controle, além das que já foram implementadas. Os locais em que se concentram os casos são os Povoados de Nova Esperança e Barra; na sede, Centro e José Astério.
PERFIL DE MONITORAMENTO DE INCIDÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS

DISTRIBUIÇÃO DOS CASOS NOTIFICADOS (ATÉ 22ª SEMANA)
A maioria dos casos notificados está AGUARDANDO EXAMES para serem encerrados. Em virtude do aumento da demanda no Estado, o LACEN está liberando gradativamente.

CASOS SUSPEITOS E CONFIRMADOS POR LOCALIDADE
Na sede do Município, foram notificados 44 casos suspeitos, sendo 04 confirmados, 06descartados e 34 aguardando exames colhidos via LACEN.
Na zona rural, especialmente, os Povoados de Barra e Nova Esperança se concentram o maior número de casos confirmados por Dengue. Nos Povoados de Varjota (01) e Casa Nova (04) possuem casos suspeitos e aguardando resultados de exames.

MEDIDAS DE VIGILÂNCIA IMPLEMENTADAS PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE ICHU  
Desde a emissão de alertas do Ministério da Saúde e Estado sobre o aumento em mais de 200% dos casos de dengue no Brasil, a Vigilância Epidemiológica Municipal, vem realizando medidas de prevenção e controle no combate ao mosquito transmissor da Dengue. Porém, este combate depende de ações articuladas com a população, visto que mais de 80% dos vetores estão presentes nos domicílios através de criadouros (garrafas, pneus, fossas, reservatórios etc). A ausência de saneamento básico e a escassez de água também favorecem negativamente para a situação atual. Para tanto, a união entre todos os setores (públicos e privados) com a população é indispensável para evitar a proliferação do Aedes aegypti. Seguem abaixo as ações constantemente realizadas pela Secretaria de Saúde Municipal.

GESTÃO / VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
* CAPACITAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE PSF E HOSPITAL;
* CADASTRO E ENVIO DE AMOSTRAS AO LACEN;
* ACOMPANHAMENTO E ENCERRAMENTO SEMANAL DOS CASOS SUSPEITOS;
* REALIZAÇÃO DE INFORME EPIDEMIOLÓGICO SEMANAL;
* SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PARA DENGUE COM SINAIS DE ALARME OU GRAVE;
* ENVIO POR APLICATIVO, AOS PROFISSIONAIS, DE MANUAIS E GUIAS DE CONDUTAS NO TRATAMENTO DOS CASOS SUSPEITOS DE DENGUE;
* INVESTIGAÇÃO DE CASOS GRAVES OU ÓBITOS SUSPEITOS DE DENGUE, SE HOUVER; * ATUALIZAÇÃO DO PLANO DE CONTIGENCIA PARA ENFRENTAMENTO DE EPIDEMIA DE DENGUE;
* REUNIÃO COM MORADORES NAS COMUNIDADES;
* ORIENTAÇÕES AOS AGENTES COMUNITÁTIOS DE SAÚDE;
* INSERÇÃO DE LOCALIDADES DE DIVISAS ENTRE MUNICÍPIOS PARA TRABALHOS DE VIGILÂNCIA DE ENDEMIAS;
* DIVULGAÇÃO NA RÁDIO INDEPENDENTE E BLOGS.  CONTROLE VETORIAL PELOS AGENTES DE ENDEMIAS 
*REALIZAÇÃO DE TODOS OS CICLOS DE CONTROLE DO MOSQUITO PROGRAMADO NO 1º SEMESTRE;
* INSERÇÃO DE TODA ÁREA DO POVOADO DE CASA NOVA NO 3º CICLO PARA CONTROLE DO AEDES;
* TRATAMENTO FOCAL EM 100% DOS IMÓVEIS PROGRAMADOS;
* REALIZAÇÃO DE 13 BLOQUEIOS COM BOMBA DE ASPERSÃO PARA COMBATE DO AEDES;
* INTENSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES DE CONTROLE DO VETOR, ESPECIALMENTE EM ÁREAS CONFIRMADAS DE DENGUE, POR MEIO DE AÇÕES DE COMBATE MECANICO E CONTROLE QUIMICO (FOCAL E ESPACIAL);
* REALIZAÇÃO DE AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE E MOBILIZAÇÃO SOCIAL (EDUCOMUNICAÇÃO) PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DAS ARBOVIROSES;
* APLICAÇÃO DE PRODUTO QUÍMICO EM FOSSAS;
* ORIENTAÇÃO DO USO DE PEIXES PEQUENOS EM TANQUES ACIMA DE 2000 LITROS;
* DETECÇÃO DE ÁREAS DE RISCOS (ESGOTOS, VALETAS, POÇAS DE ÁGUA) COM PARCERIA DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E OBRAS;
* DRENAGEM DE ÁGUA ACUMULADA; ]
* SOLICITAÇÃO DE CARRO DE UBV (FUMACÊ) PARA CONTROLE DO MOSQUITO;
* REUNIÃO COM OS AGENTES DE ENDEMIAS DEFININDO LOCALIDADES PRIORITÁRIAS; 
*ATENDIMENTO IMEDIATO À DENÚNCIAS DA POPULAÇÃO COM ORIENTAÇÃO IN LOCO AO MORADOR;
* REALIZAÇÃO DE MUTIRÃO DA DENGUE EM LOCALIDADES CRÍTICAS  ATENÇÃO AO PACIENTE PELAS UNIDADES DE PSF E HOSPITAL 
* NOTIFICAÇÃO DE TODOS OS CASOS SUSPEITOS DE DENGUE;
* REALIZAÇÃO DE COLETA E ENVIO DE AMOSTRAS PARA O LACEN;
* REALIZAÇÃO DE DIAGNÓSTICO E MANEJO CLÍNICO, CONFORME CAPACITAÇÃO REALIZADA PELA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA MUNICIPAL;
* ACOMPANHAMENTO DOS CASOS SUSPEITOS PELOS AGENTES COMUNITÁRIOS, RETROALIMENTANDO A VIEP E EQUIPES SOBRE A SITUAÇÃO DOS MESMOS;
* VISITA DOMICILIAR PELA VIEP, EM CASOS ESPECÍFICOS;
* GARANTIA DE UNIDADES DE SAÚDE COM HIDRATAÇÃO VENOSA, INSUMOS E MEDICAMENTOS.

ATENÇÃO!
As informações deste material são atualizadas semanalmente para melhor acompanhamento dos profissionais de saúde e da população. A Vigilância Epidemiológica está à disposição de todos. Informações extraídas: SINAN online/VIEP Ichu/LACEN Data: 06/06/2019

Redação do AL Notícias - Informações VIEP - Ichu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.