CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Dívidas da Gestão 2013/2016 bloqueia FPM de Riachão do Jacuípe; afirma prefeito

Fim de ano é sempre um período cercado de grandes expectativas onde a população se confraterniza das mais diversas formas, presenteia, viaja, enfim, existem formas de comemorar, mas para isto precisa de dinheiro, muitos têm o privilégio de embolsar salário dobrado com o décimo terceiro e a festa fica muito mais envolvente.
Com o bloqueio da verba o prefeito disse que não há como honrar os compromissos neste fim de ano
Mas está expectativa não nada boa para o município de Riachão do Jacuípe, principalmente para os servidores públicos municipais que correm sério risco de não ter um feliz natal, tomando como base o que a Prefeitura tornou público nesta semana, que a Receita Federal os valores de repasse ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM) principal verba destinada a Prefeitura para arcar com os compromissos de rotina. E o mais grave, de acordo com a publicação que pode ser lida na íntegra no fim desta reportagem, é que este bloqueio é para realizar o pagamento de dívida deixada pelo Governo Tânia Matos, ela que geriu o município entre os anos 2013-2016.

O que foi apresentado pela Prefeitura seria um valor que deixou de ser usado para realizar os diversos pagamentos o que compromete a atual gestão, algo em torno de R$ 25 milhões.

Leia na íntegra o que vem sendo externado para a população de modo especial os funcionários públicos e as medidas que estão sendo tomadas.

 Do Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.