CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Advogado de Mancini e Rodrigo promete acionar Paulo Carneiro na Justiça

Paulo Carneiro, presidente do Vitória, poderá ter problemas na Justiça em breve. Em entrevista à Rádio Itapoan FM, na noite da última segunda-feira (17), o cartola rubro-negro insinuou que o então técnico do Leão, Vagner Mancini, e o zagueiro Rodrigo, que defendia a Ponte Preta, combinaram o lance que resultou na expulsão do defensor, na partida realizada no dia 26 de novembro de 2017, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Rodrigo deu uma “dedada” no atacante Santiago Tréllez. 
O jogo terminou com vitória do Rubro-Negro por 3 a 2 e a equipe deu um passo importante para se salvar da degola. Após as declarações de Paulo Carneiro, Paulo Henrique Chimazzo, advogado de Mancini e Rodrigo prometeu acionar judicialmente o mandatário da agremiação, bem como a Rádio Itapoan, o site Galáticos, e os radialistas Márcio Martins e Anderson Matos.

“Uma postura deselegante que, desprovida de provas, ofende a honra de dois profissionais”, diz o advogado, em parte da nota.  “Uma postura deselegante que, desprovida de provas, ofende a honra de dois profissionais”, aponta outra parte. 

Procurado pelo Bahia Notícias, Márcio Martins, que também é advogado, diz não ter responsabilidade pelas declarações de Paulo Carneiro.

“Não tenho responsabilidade nenhuma. Não participei da entrevista e não fiz matéria sobre isso. Não entendi o motivo de ser citado”, resumiu.

Já o repórter Anderson Matos, se isentou de qualquer insinuação sobre o tema. “A entrevista foi conduzida por mim de maneira amigável e com o único intuito de falar sobre as novidades do Vitória. Não o induzi à declaração que repercutiu na rádio e não participei da matéria no site”.

O BN tentou o contato com Paulo Carneiro, presidente do Vitória, mas não obteve êxito até o fechamento da matéria. 

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA
“Por meio desta nota, eu, João Henrique Chiminazzo, advogado que representa Vagner Mancini e Rodrigo da Costa, venho a público manifestar o sentimento de repúdio de ambos diante das acusações caluniosas e difamatórias proferidas pelo presidente do Esporte Clube Vitória, Sr. Paulo Carneiro, em entrevista ao vivo na rádio Itapoan Fm. Uma postura deselegante que, desprovida de provas, ofende a honra de dois profissionais. 

Repudiam também o exercício do jornalismo irresponsável e sensacionalista do site Galáticos On-line, que repercutiu a entrevista sem qualquer tentativa de apuração dos fatos e fontes citadas, desprezando o exercício do jornalismo de forma imparcial, séria e honesta. O portal de notícias evidencia total falta de ética na condução do assunto ao reproduzir num site de grande alcance e potencial de “viralizar” conteúdo, a afirmação de que o Sr. Paulo Carneiro revelou que o E.C. Vitória não foi rebaixado à série B do Campeonato Brasileiro de 2017 “por conta de uma armação do treinador”, além de transcrever de forma vexatória a atitude do ex-jogador Rodrigo. Sabe-se que o código de ética do jornalismo inclui como valores e preceitos fundamentais, a busca a veracidade e a precisão das informações. O Código de Ética da FENAJ estabelece, no art. 2º, I, que "a divulgação da informação precisa e correta é dever dos meios de comunicação” e no art. 2º, II, acrescenta que "a produção e a divulgação da informação devem se pautar pela veracidade dos fatos".

Diante do exposto, tanto o Vagner Mancini quanto Rodrigo já encaminharam a competente Interpelação Extrajudicial para esclarecimentos sobre as graves acusações e a divulgação de informações que claramente causam prejuízo a imagem e abalo moral para ambos diante da grande repercussão em redes sociais. Foi definido o prazo de cinco dias para que os envolvidos no episódio, Anderson Matos, repórter da equipe Galáticos e Rádio Itapoan, Márcio Martins, responsável pelo site Galáticos On-line e Paulo Carneiro, presidente do E.C. Vitória, apresentem os elementos, provas e indícios sobre todas as acusações presentes na declaração do Sr. Paulo Carneiro a emissora de rádio, reproduzida pelo site de forma leviana. Outras medidas judiciais e criminais cabíveis serão tomadas  para responsabilizar os envolvidos pelos seus atos.

Por Glauber Guerra / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.