CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 9 de abril de 2020

Serrinha – Com a filiação de Ferreirinha no PSD, base do Governo poderá ter três candidatos a prefeito

Com a filiação do médico Claudionor Ferreira, conhecido Dr. Ferreirinha, no PSD, no apagar das luzes do prazo para filiação partidária para quem pretende disputar cargo eletivo, três partidos fortes da base do governador Rui Costa, poderão apresentar candidatos a prefeitos na próxima eleição em Serrinha, município localizado no território do sisal.
O partido que tem no estado o comando do senador Otto Alencar e contava apenas com uma cadeira, ocupada pela vereadora Deca da Bela Vista, agora conta com quatro com adesão de Edylene Lopes Ferreira que deixou o PL, Rogério da Cerâmica (PPS) e Mariana Cunha (PSDC).

Ferreirinha está sempre acompanhado da vereadora e nora Edylene
Ao falar para o CN, Ferreirinha lembrou da sua experiência como gestor por duas vezes, 1993/1995 e 2005/2008 e segundo ele, volta em um momento desafiador quando o município vive um período de insegurança com altos índices de dengue, chikungunya e a ameaça do Covid-19. Ele também agradeceu a forma com foi recebido no PSD, “em especial  ao ex-conselheiro Plínio Carneiro, ao deputado estadual da nossa região e líder da legenda na Assembléia Legislativa, Alex da Piatã, e aos senadores Ângelo Coronel e Otto Alencar, nossos líderes maiores”, concluiu Ferreirinha.

PP, PSD e PT – Como vem sendo desenhado a disputa eleitoral em Serrinha, “onde chover, chove na roça do governador Rui Costa”, conforme expressão popular para quem está muito “bem na fita”. Os três partidos são aliados do Governo na esfera estadual e já têm os seus pré-candidatos definidos.

Ferreirinha, mesmo antes da definição do partido já se articulava para disputa, o prefeito Adriano Lima ao trocar o MDB por onde foi eleito em 2016 pelo PP em outubro do ano passado, iniciou um forte relacionamento com o vice-governador, João Leão, porém manteve seu apoio ao deputado estadual, Luciano Simões, do Democrata. Vale lembrar que antes do MDB, Adriano Lima já concorreu pelo DEM.
Adriano Lima | Foto: Raimundo Mascarenhas
Depois de muitas disputas internas, o PT acabou fechando mesmo com Lucas Chicabana, cuja filiação contou com a presença de Éden Valadares (presidente estadual do PT) Osni Cardoso (deputado estadual), Sandro Magalhães (presidente do PT Serrinha) e dos vereadores, Nininho, Jorge Gonçalves e Rose de João Grilo, ambos do PT, além de um grande número de militantes.

Candidato da Oposição
O vice-prefeito do município de Serrinha, Berg da Aragom, que se tornou desafeto do prefeito Adriano Lima desde o inicio da gestão e segundo o presidente estadual do Solidariedade, Luciano Araújo, com aval do prefeito de Salvador ACM Neto, deixou o DEM e migrou para o SD.
Adriano da Chapada, ACM Neto, Berg e Luciano Araújo | Foto: reprodução Blog do Cival Anjos
“Eu e meu amigo Adriano da Chapada já vínhamos convidado Berg para se filiar ao nosso partido, porém o ato se deu após o diálogo com ACM Neto, porque Berg estava filiado ao Democratas (DEM) e Neto avalizou a ida do vice-prefeito de Serrinha para o Solidariedade”, concluiu Luciano Araújo.
Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.