CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Produtores rurais da região de Almas e Chapada vêm sofrendo com furtos de criações

O último episódio foi a invasão de uma propriedade onde os criminosos furtaram a mataram um boi no local
Um produtor rural que preferiu não ter o nome identificado entrou em contato com o Calila Notícias no sentido de repercutir um grave problema que vem ocorrendo com frequência e causando prejuízos a ele e outros criadores de ovinos e bovinos na região dos distritos Almas (Coité) e Chapada (Riachão do Jacuípe).

Segundo o produtor, o último episódio aconteceu na terça-feira dia 12, quando criminosos invadiram uma propriedade rural em Almas, mais precisamente as margens da estrada vicinal que liga Almas ao povoado Tapera em Coité, cortaram a cerca de arame de 7 fios e mataram um boi dentro da propriedade deixando só a cabeça, as vísceras, uma lança de ferro, uma lona e o prejuízo para o pequeno produtor rural.
Vísceras e couro do animal deixadas dentro da propriedade
“Vale lembrar que esse esquema de furto de animais na região de Almas tem vários episódios.  Desde o início do ano que ladrões vêm agindo nas fazendas de Almas em Conceição do Coité e Chapada distrito de Riachão do Jacuípe que são vizinhos. Só em Almas vários produtores já tiveram prejuízos com furtos de ovinos e agora bovino, se somados os ovinos já beiram mais de 100 cabeças de animais furtados nas fazendas da região”, afirmou um produtor que disse também que o caso já é de conhecimento da Delegacia e espera que os agentes venham a elucidar o caso.

Do Calila Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.