Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sábado, 19 de novembro de 2016

Queimadas: escolas municipais elegem seus diretores e vices

Os diretores e vice-diretores, eleitos em 18 de novembro, tomarão posse no dia 27 de dezembro para o triênio 2017-2019. 
Eleição aconteceu das 09 às 17h de sexta-feira, 18
“Um dirigente comprometido com a comunidade, participativo, que forneça meios para que a escola se torne aberta ao dialogo e construída em conjunto com pais, estudantes, professores e funcionários”. Esta foi a expectativa de quem participou, na sexta-feira (18), do processo de escolha por meio da eleição direta, que aconteceu das 09 h ás 17 h dos novos diretores e vice-diretores das 18 escolas da rede municipal de ensino de Queimadas.

Para Robson Bezerra, presidente da Comissão Eleitoral, o objetivo da eleição é fortalecer a participação de pais, estudantes, funcionários e professores na gestão escolar e integrar a comunidade com a escola. Na disputa concorreram aproximadamente 20 chapas.

Aluno que não tem direito a voto numa eleição municipal tem poder de escolha na sua escola
Aluno que não tem direito a voto numa eleição
para escolher de governantes, tem poder
de escolha na sua escola
O secretário Municipal de Educação, Leonir Floriani, que preferiu não visitar as unidades onde aconteciam as eleições, demonstrando assim total isenção na escolha dos novos dirigentes, ressaltou que a eleição é um importante instrumento no processo da autonomia e da democratização da escola.

Expectativas
Para a professora de Geografia Sissy Sobrinho, do Colégio Sônia Silva, “O momento foi muito positivo, porque é uma oportunidade de fazermos nossa escolha. Para a professora, o diretor tem que ser transparente em suas propostas para que todos conheçam  e deêm  opinião".

A estudante Rebeca Maria, 11 anos, também do Colégio Sônia Silva considera o momento um marco para a história da Educação de Queimadas e de extrema importância para o alunado. “Queremos um diretor que seja nossa cara", desabafou. A expectativa da mãe da estudante, Nadja Coelho, é que a relação entre escola e pais se estreite.

Sindicalista considera uma vitória
Para Mário César, da APLB/Sindicato, as eleições diretas é uma conquista dos trabalhadores em educação, com o objetivo de garantir um processo democrático na gestão escolar. “Hoje estamos vivenciando um momento histórico, estamos mais uma vez sepultando a velha pratica da indicação política, muitas vezes de pessoas alheias á educação para dirigir nossas unidades de ensino,’’ afirmou.

Ainda na sua avaliação, César ressaltou que é importante que os diretores eleitos envolvam a comunidade escolar nas discussões do cotidiano da escola e a sua participação no processo de tomada de decisão.

A coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Queimadas, Renata Pedreira, avaliou positivamente o pleito. “As eleições ocorreram positivamente havendo grande participação de todos os segmentos da escola,” garantiu Renata que na oportunidade agradeceu a todos que contribuíram para que esse processo democrático fosse realizado com êxito.

Posse dos eleitos
Os diretores e vice-diretores, eleitos em 18 de novembro, tomarão posse no dia 27 de dezembro para o triênio 2017-2019.

Redação CN : colaboração: professor Sérgio de Mainar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.