Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 7 de março de 2017

Riachão do Jacuípe – Padre Alessandro celebra última missa com a presença da imagem de Nossa Senhora Aparecida

O religioso atuou como pároco por quase quatro anos e a comunidade diz que ele deixa grande legado de trabalho pelo social e fortalecimento na fé 
A capela foi uma das grandes obras do padre Alessandro em quatro anos frente a paróquia de Riachão do Jacuípe
Depois de passar quase quatro anos a frente da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, que atende os municípios de Riachão do Jacuípe e Pé de Serra, no território do Jacuípe, padre Alessandro Mendonça Nonato, se despediu da região na noite de segunda-feira, 06, num momento marcante, quando a comunidade recebeu a imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. 

Padre Alessandro vai atuar como pároco em Itambé, no território do médio sudoeste, há 500 km de Riachão do Jacuípe.

Padre Alessandro fortaleceu a igreja e o
social do Município
Natural de Campo do Brito, município localizado na região central do estado de Sergipe, onde foi ordenado há sete anos, padre Alessandro, teve sua primeira experiência com pároco em Riachão do Jacuípe, onde passou seis meses depois de ordenado, foi transferido para paróquia de São Caetano da Divina Providência, em Salvador e em 2013 voltou a Riachão do Jacuípe.

“Foram quatros anos de avanço em todos os sentidos, desde as construções físicas, crescimento da igreja viva e fortalecimento das pastorais”, afirmou a psicóloga Flavia Rosanna Matos enquanto assistia a missa de inauguração da Capela do Bem Aventurado Justino, sábado à noite no bairro Santa Mônica, em Riachão do Jacuípe.

Rosanna Matos é uma das voluntárias da Casa da Misericórdia construída no Bairro da Barra pela paróquia e presta serviços em diversas áreas da saúde com profissionais médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos, além de atendimento jurídicos com profissionais que disponibilizam seus tempos voluntariamente. No local também funciona uma farmácia com doação de medicamentos grátis, desde que apresente a receita. Neste período também foi ampliado o salão paroquial e a igreja matriz passou por reforma.

Presente sempre
Padre Alessandro tem defendido as causas em Riachão,
não somente as religiosas.
Bem relacionado com todas as 69 comunidades eclesiais de base localizadas nos dois municípios, padre Alessandro apresentava dois programas semanais de rádio, se envolveu diretamente na defesa do Rio Jacuípe, criando um grupo de amigos do “Rio Jacuípe”, que depois transformou em uma ONG denominada Associação de Proteção amigos do Rio Jacuípe e nas campanhas de socorro as vitimas e desabrigados da enchente em 23 de janeiro de 2016.

O padre também foi um aliado importante na implantação da 90ª Companhia Independente da Policia Militar e na luta de combate à dengue, Chikungunya e zika, na época, outubro de 2014, depois de Feira de Santana, a cidade de Riachão do Jacuípe foi à segunda cidade no estado com maior número de suspeitas de contaminação pelo vírus. Ele assistia às sessões da Câmara de vereadores e incentiva o povo a participar.
 

Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.