Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 10 de setembro de 2017

Em jogo movimentado, Vitória fica no empate com o Fluminense, mas volta ao Z-4

O Vitória está de volta para a zona de rebaixamento. Em duelo disputado neste domingo (10), no Barradão, o time Rubro-negro chegou a sair na frente, mas ficou no empate em 2 a 2 com o Fluminense.
O próximo duelo do Vitória é contra o São Paulo, domingo (17), às 16h, novamente no Barradão, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O JOGO
O Vitória começou o jogo como o técnico Vagner Mancini pediu: em alta intensidade. Aos seis minutos, Gustavo Scarpa perdeu a bola no ataque e Neilton puxou o contragolpe. Ele deixou Tréllez cara a cara com Júlio César, ele bateu na saída do goleiro mas a redonda tocou em Wellington e saiu pela linha de fundo.

Diferentemente dos últimos jogos, o Vitória apresentou mais leveza e ofensividade. Aos 13, Fillipe Soutto recebeu na entrada da área e arriscou o arremate. A bola foi para fora.

O Fluminense adotou uma postura mais conservadora e se fechou. Enquanto isso, o Vitória continuava criando oportunidades. Aos 14, Tréllez passou por Renato Chaves, penetrou na área e bateu cruzado. A bola passou muito próxima da trave.

Os visitantes só chegaram com perigo aos 24. Henrique Dourado ajeitou de cabeça na área após cruzamento, Douglas chegou batendo de primeira, mas a bola subiu demais e passou por cima do travessão.

Aos 45, o Vitória abriu o placar. Patric cruzou pela direita, a bola caiu nos pés de Neilton, que dominou e bateu colocado na saída de Júlio César.

Segundo tempo
O Fluminense jogou um balde de água fria no Vitória logo aos dois minutos. Lucas arremessou lateral para a área, Henrique Dourado ganhou no corpo de Wallace, fintou o zagueiro e finalizou. O goleiro Fernando Miguel espalmou e Wendeu apareceu e mandou para o fundo das redes.

O Vitória teve uma boa chance aos 18. Caíque Sá foi ao fundo, cruzou, a bola caiu na medida para Neilton, que deu um “semi-voleio”, mas Júlio César defendeu.

O Flu respondeu aos 20. Wendel pegou a sobra, driblou Caíque Sá e arrematou no cantinho para uma excelente defesa de Fernando Miguel.

O jogo estava movimentado.  Aos 25, Thallyson levantou para Caíque Sá, que cabeceou na segunda trave e a bola foi para fora.

O Vitória ficou com um jogador a mais aos 28. O atacante Robinho, que tinha acabado de entrar no jogo, deu uma entrada forte em Caíque Sá e o árbitro expulsou. O atleta do Fluminense ficou apenas 1 minuto e 13 segundos em campo.

Com a vantagem, o Vitória voltou a pressionar com mais intensidade. Aos 34, Caíque Sá fez boa jogada pela direita, passou por todo mundo, chegou à linha de fundo e rolou para trás. Júnior Todinho furou, mas a bola sobrou para Patric que encheu o pé, mas chutou por cima do travessão.

O time Rubro-negro criou várias chances, mas ao 43 minutos o lateral Thallyson deu um carrinho dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Henrique Dourado cobrou e desempatou o placar.

Já no apagar das luzes, o Vitória conseguiu novamente empatar. Kanu recebeu o cruzamento, cabeceou e deu números finais aos jogo.

FICHA TÉCNICA Vitória x Fluminense Campeonato Brasileiro – 23ª rodada Local: Barradão, em Salvador Data: 10/09/2017 Horário: 16h Árbitro: Wagner Reway (Fifa-MT) Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Fabio Rodrigo Rubinho (MS) Assistentes adicionais: Marcos Mateus Pereira (MS) e Rafael Odílio Ramos dos Santos (MT)
Cartões amarelos: Lucas e Renato Chaves (Fluminense); Thallyson (Fluminense) Cartão vermelho: Robinho (Fluminense) Gols: Neilton e Kanu (Vitória); Wendel e Henrique Dourado (Fluminense)

Vitória: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho (Thallyson); Fillipe Soutto, Uillian Correia e Patric; Neilton, David (Kieza) e Santiago Tréllez (Júnior Todinho). Técnico: Vagner Mancini.

Fluminense: Júlio César, Lucas, Renato Chaves, Henrique (Nogueira) e Marlon; Jefferson Orejuela, Douglas (Robinho), Wendel e Gustavo Scarpa (Sornoza); Wellington Silva e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

Por Glauber Guerra / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.