Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 7 de março de 2018

Suspeito de abusar de jovem com distúrbios mentais se apresenta à polícia

Um motorista de ambulância, identificado como “Engata Cachorra”, se apresentou ao delegado Alisson Carvalho, titular da Delegacia Territorial de Serra Preta. Ele é suspeito de violência sexual contra uma jovem que sofre de distúrbios mentais, naquela cidade.
Acompanhado por um advogado, o motorista prestou depoimento e confirmou que manteve relação sexual com a jovem. ”No interrogatório, ele admitiu a relação sexual com a menina, a conjunção carnal e disse que ao perceber o sangramento pensou que se tratava de uma menstruação, quando então percebeu que o sangramento não parava e resolveu socorrê-la ao hospital”, disse o delegado.

Ele contou ainda no depoimento que após fazer a ficha, foi fazer um lanche e quando soube que estava sendo acusado de estupro resolveu fugir com medo de linchamento.

O delegado Alisson Carvalho informou que está aguardando os exames do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e relatório do Centro de Atenção Psicossocial (CRAS), para atestar a violência sexual e se a jovem possui transtorno mental, o que se configuraria em estupro de vulnerável.

Ainda de acordo com o delegado, após o recebimento dos exames e do relatório, o inquérito será concluído e remetido à justiça. Após ser ouvido, o suspeito foi liberado.

O caso
Um homem conhecido como “Engata cachorra” e que trabalha como motorista de ambulância no município de Serra Preta está sendo acusado de estuprar uma jovem de 22 anos, e portadora de distúrbios mentais.  A denúncia foi feita pela mãe da vítima, ambas moradoras da sede.

A senhora R, contou que o abuso sexual ocorreu no dia 12 fevereiro passado e que após praticar o crime, o acusado transportou a garota até o hospital municipal,no distrito do Bravo, disse que ia buscar a mãe da jovem, mas desapareceu. A mulher contou ainda que o abuso aconteceu na casa do acusado. A jovem contou que após a penetração ficou com muita hemorragia e o homem teria despejado vinagre nas partes íntimas enquanto ela tentava estancar o sangue embaixo do chuveiro.

Questionada porque não gritou por socorro, a jovem afirmou que o homem aumentou o volume do aparelho de som da residência e pediu que ela não contasse nada sobre o ocorrido. Apesar do ocorrido, a garota afirmou que o homem não usou de violência, mas ele pode responder por estupro de vulnerável.

Na manhã do dia 14, a Polícia Militar foi acionada e recebeu a informação que o acusado foi visto em uma motocicleta Honda Strada, vermelha, placa não anotada, seguindo por uma estrada vicinal em direção ao municipio de Riachão do Jacuipe, mas não o encontrou.

A vítima foi encaminhada para o Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Coelho Leda, em Feira de Santana, para tomar um coquetel de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

A prefeitura de Serra Preta informou que o acusado prestava serviços através de contrato temporário com o município, e que foi afastado da função até que o caso seja apurado.

Blog Central de Polícia, com informações e foto de Denivaldo Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.