CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

De gás novo no segundo tempo, Bahia vence o Sport e se afasta da zona de rebaixamento

Quando acabou o primeiro tempo, o time do Bahia ouviu algumas vaias da sua torcida presente na Arena Fonte Nova. No entanto, a equipe voltou outro com gás para a etapa complementar, amassou o Sport nos primeiros minutos e abriu o placar com Gilberto, logo aos oito. 
Com um bom do volume de jogo e divertindo o seu torcedor, o Tricolor marcou o segundo no final com Tiago e venceu o Leão pernambucano por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (5), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com os três pontos, o Bahia chegou à soma dos 28 e se afastou da zona de rebaixamento. Como foi o primeiro jogo da rodada, o Tricolor deu um salto na tabela e, neste momento, é o 10° colocado. Já o Sport, segue afundado no Z-4, na 17ª posição com 23 pontos.

O Esquadrão de Aço volta ao gramado no sábado (8), às 19h para enfrentar o São Paulo, no Morumbi, na capital paulista. No mesmo dia, mas um pouco mais cedo, às 16h, o Leão pernambucano recebe o Cruzeiro na Ilha do Retiro. As duas partidas abrirão a 24ª rodada do Brasileirão.

O JOGO
Sabendo que o seu time não vive boa, mesmo vindo de vitória após nove partidas sem levar os três pontos para casa, o técnico Eduardo Baptista escalou o Sport com três zagueiros. Enquanto que o Bahia, que teve o lateral-esquerdo Léo e o meia Vinícius vetados pelo departamento médico por cansaço muscular. Para o lugar dos desfalques, Enderson Moreira montou sua equipe com Paulinho na esquerda da lateral e novidade do jovem Ramires, fazendo a sua estreia no profissional no meio campo. Porém, mesmo com conjuntivite, o artilheiro Gilberto foi para o jogo.

Os dois times começaram se estudando, trocando passes no meio de campo, mas sem conseguir encaixar jogas ofensivas mais agudas, que levassem perigo aos goleiros. Aos três minutos, Elton testou Magrão com um chute de fora da área. A bola passou próximo à trave direita do experiente goleiro do Rubro-negro pernambucano, mas foi direto para fora. Aos seis, foi a vez de Douglas ser experimentado em chute bem de longe da área do ataque da equipe de Recife. O arqueiro tricolor fez a defesa em dois tempos, apesar de ter se embolado um pouquinho com a redonda. 

Por pouco a famosa "lei do ex" deu as caras aos 10 minutos de partida. Numa saída errada do Bahia, o ex-tricolor Gabriel recebeu, invadiu a área e chutou forte. Douglas fez a defesa parcial, mas ela escapuliu por debaixo do goleiro. A sorte do torcedor baiano é que ela saiu pela linha de fundo raspando a trave direita da meta do Esquadrão.

Aos 21 minutos, numa bola esticada para Andrigo, Douglas saiu da meta e cortou o lançamento. A jogada deu certo, mas Zé Rafael, que ficou com a redonda e invadiu a área, chutou fraco. Dois minutos depois, o Sport encaixou um contra-ataque. A defesa tricolor falhou na marcação em Cláudio Winck, Douglas deixou o gol para trás para tentar cortar a jogada. A bola sobraria limpa para Andrigo ter apenas o trabalho de rolar para o gol vazio, mas Nino Paraíba usou sua velocidade, chegou na frente do adversário e chutou para fora.

Além de errar na troca de passes, o Bahia falhava bastante na marcação. Enquanto que o Sport aproveitava essa liberdade dada pelos donos da casa para criar boas tramas e levar perigo. Na defesa, o Rubro-negro pernambucano não dava espaços para o Tricolor jogar, além de fazer uma marcação implacável em Zé Rafael, que não conseguia aparecer até então na partida.

Ramires carimbou a trave de Magrão aos 39 minutos. Gilberto desviou de cabeça no meio de campo, Zé Rafael abriu direita com Marco Antônio que encontrou Ramires na esquerda. Dentro da área, o garoto não se intimidou, balançou tirando a marcação e chutou forte no poste da meta pernambucana incendiando a torcida tricolor que vinha um pouco apreensiva com a apresentação do seu time.

No último minuto da etapa inicial, o Sport conseguiu encaixar uma jogada de linha, mas Nino fez o primeiro corte e Lucas Fonseca chutou afastando o perigo. Ao soar o apito final, o Tricolor ouviu vaias da torcida.

Segundo tempo
Os dois times voltaram dos vestiários sem alterações. Mas o Bahia voltou com outro ânimo. Aos seis minutos, Marco Antônio levou a bola na área na cobrança de escanteio pela esquerda. Mas Gilberto não teve reação no lance e a bola resvalou nele e saiu pela linha de fundo.

Gilberto abre o placar
Só que o artilheiro se redimiu aos oito minutos. Zé Rafael dividiu com a marcação e Gregore ficou com a bola. O volante deu uma belíssima arrancada passando por toda a marcação e tocou rasteiro para Gilberto, livre dentro da área, só ter o trabalho de empurrar para o gol e correr para o abraço. Bahia 1x0 Sport

Depois, o Esquadrão de Aço por pouco não chegou ao segundo gol na sequência. Marco Antônio construiu boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para o miolo da área, mas um defensor do Sport conseguiu cortar. Ela voltou para o meia tricolor que bateu para o gol, mas ela foi para fora. Aos 11, Marco Antônio tocou para Ramires, que devolveu dando um belo toque. Mas o meio-campista chutou e a bola ficou na defesa. E a blitz do Bahia não parou. Gilberto recebeu na grande área e chutou. A redonda ainda desviou na defesa antes de passar perto da trave esquerda de Magrão.

Aos 25 minutos, Gilberto puxou o contra-ataque e descolou boa enfiada de bola para Zé Rafael. No entanto, o experiente Magrão saiu no momento crucial e ficou com a bola evitando o segundo gol dos donos da casa. Dois minutos depois, o Bahia construiu outra bela trama. Ramires levantou na área, Gilberto tocou de cabeça para Zé Rafael, que finalizou para fora. Substituído por Flávio, Ramires recebe os aplausos da torcida na saída de campo pela sua boa e estreia.

O Bahia puxou novo contra-ataque aos 35 minutos, no mano a mano com a defesa do Sport. Só que quando Gilberto tocou para Zé Rafael, o meia sentiu dores musculares e não conseguiu dar sequência à jogada.

Tiago mata o jogo
Aos 40, Everson fez boa jogada pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou para a pequena área. Livre de marcação, Tiago só teve o trabalho de empurrar para o gol e fazer o segundo. Bahia 2x0 Sport

FICHA TÉCNICA
Bahia 2x0 Sport
Campeonato Brasileiro - 23ª rodada 
 
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 05/09/2018 (quarta-feira)  
Horário: 19h30 Árbitro: Marcelo Aparecido Souza (SP)  
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP)      
Adicionais: Diego da Silva e Eduardo de Santana Nunes (ambos de SP)
Cartões amarelos: Zé Rafael (Bahia)Ronaldo Alves (Sport)
Gols: Gilberto, Tiago (Bahia)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Tiago e Paulinho (Everson); Gregore e Elton; Ramires (Flávio), Marco Antônio (Clayton) e Zé Rafael; Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.
 
Sport: Magrão; Ernando, Durval e Ronaldo Alves; Cláudio Winck (Rafael Marques), Deivid (Matheus Gonçalves), Neto Moura (Fellipe Bastos), Sander; Andrigo, Gabriel e Rogério. Técnico: Eduardo Baptista.

Por Leandro Aragão / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.