CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Bellintani detona equipe do VAR após derrota no Beira-Rio: 'Incompetência'

O Bahia perdeu para o Internacional por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (12), no Beira-Rio, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi marcada por um lance polêmico de Rodrigo Lindoso, que em posição duvidosa, marcou para o Colorado e o árbitro de vídeo validou o gol. A atitude dos juízes gerou revolta no lado do Esquadrão.
Após a partida, o presidente do clube, Guilherme Bellintani, reforçou o apoio à tecnologia, mas fez críticas para a equipe de árbitro de vídeo que aprovou o lance.

"A gente defenderá sempre o uso da tecnologia. Dizem que há uma imagem 3D que foi usada para confirmar o primeiro gol. A gente clama que a CBF entenda que não é a tecnologia que irá resolver se as pessoas não estiverem preparadas", declarou.

"Acho que há coisas que vão além de uma atitude proposital e prejudicam, que é incompetência e inabilidade para usar a tecnologia. Hoje foi mais um erro do VAR, o que vai manchando um instrumento importante para o futebol brasileiro", completou.

Apesar da bronca, o mandatário do Esquadrão de Aço afirmou que não pensa em pedir a anulação do jogo, mas quer a punição da arbitragem. A equipe teve Paulo Roberto Alves Junior no apito e Igor Junio Benevenuto no árbitro de vídeo.

"O Bahia não pensa em pedir anulação da partida, mas pede que os responsáveis sejam punidos. O Bahia entende que, enquanto acreditar no VAR, vai trabalhar para melhorar o sistema", indicou.
 
Por Ulisses Gama / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.