CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

ICHU- Profissionais de Saúde participam de Capacitação sobre Saúde Mental

Nesta segunda feira, 12 de agosto de 2019, os profissionais de Saúde participaram de uma capacitação sobre Saúde Mental promovida pelo Psicólogo Leonam Castro e a Assistente Social Cristina Cardoso,ambos lotados naquela Secretaria.

O Secretário de Saúde Edcarlos Silva, falou da sua satisfação  em ver os profissionais envolvidos nessa tarefa de construir uma saúde de qualidade. Edcarlos  trouxe algumas respostas referentes ao sistema de pactuação em casos de pacientes com surtos. Segundo ele no ultimo evento em que participou,  foi questionado o porquê de Ichu estar pactuado com o município de Irará  e buscando essa resposta  descobriu que  apesar de estar pactuado, o Município de Irará devolverá o recurso pelo fato de o valor recebido ser inviável e assim este não consegue se manter. O problema maior ainda é que quando se faz uma pactuação não é possível transferir para outro município,ou seja, não basta um município dizer que está insatisfeito para resolver o problema já que há muita morosidade e burocracia. "A nossa prioridade maior é a saúde mental porque a população está adoecida. O que temos feito e está em nosso alcance é investir nas praticas integrativas e na medida do possível temos apoiado, abraçado e levantado essa bandeira".-Completou.

André Bonfim Dias, Psicologo no Hospital Especializado Lopes Rodrigues, falou sobre acolhimento na RAPS  (Rede de Atenção  Psicossocial) agradeceu ao convite feito por Leonam e toda a secretaria e parabenizou  ao secretário por mostrar seriedade em ministrar a secretaria em especial a saúde mental. Para ele, é importante valorizar e ter muita seriedade para cuidar disso. Os números de suicídio estão crescendo rapidamente. É indispensável ter medico e medicamentos para atender as condições de saúde mental mais complicadas eSaúde mental é garantia de direitos.

André trouxe também alguns itens para que os profissionais possam entender que os municípios com menos de 30 mil habitantes não precisam ter CAPS, segundo a lógica de organização proposta pelo ministério da saúde e podem começar a estruturar a sua rede de cuidado a partir da Atenção Básica . Segundo estimativas internacionais e do ministério da Saúde,  3% da população necessita de cuidado contínuos e mais 9% precisam de atendimento eventual.

No caso de município com menos de 20 mil habitantes é possível pensar em equipes de apoio matricial mais simples, compostas por um médico generalista com capacitação em saúde mental e um técnico de saúde mental de nível superior.


Esses cuidados de saúde mental  devem ser oferecidos na Atenção Básica  porque garantem que o maior número de pessoas seja tratado perto de casa junto da família mantendo atividades cotidianas, promovem maior acessibilidade e reduz gastos. A vasta maioria dessas pessoas não são violentas e são Capazes de viver produtivamente dentro de suas comunidades.  Para isso é preciso qualificar os profissionais de cuidados primários apoiando o seu trabalho na área de saúde mental.

 O enfermeiro e Coordenador do CAPS, em Riachão do Jacuipe Marcos Lopes parabenizou as pessoas que fazem parte desse movimento e reforçou que todos nós somos um e segundo ele,  isso é  o que esta acontecendo nesse encontro. No momento em que os trabalhadores se acolhem na proposta de discutir saúde mental é porque existe a vontade de solucionar.

Foi encaminhada algumas propostas para serem feitas no intuito de melhorar a forma de abordagem aos pacientes.

Na parte da tarde foi realizada uma oficina de práticas que podem ser usadas dentro da rede de Atenção Básica.
Por Cida Carneiro

CONFIRA OUTRAS IMAGENS: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.