CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Ichu: Aposentado de 77 anos garante ter uma garrafa de vidro mais antiga que a descoberta do Brasil

O ex-vereador Antônio Carneiro Oliveira de 77 anos, mais conhecido como Antônio de Roque, morador na rua Juvêncio Carneiro em Ichu, região sisaleira do estado, não para de surpreender. Depois de várias matérias falando de sua história de vida e de suas invenções, dessa vez ele procurou a reportagem para mostrar uma relíquia que ele guarda com muita estima herdado de sua mãe e que segundo ele vem desde a sua bisavó e tem 588 anos de fabricação.
Em sua oficina que fica ao fundo de sua residência aonde ele passa a maior parte do tempo dando manutenção em tesouras, máquinas de costuras, guarda-chuvas, fogões e liquidificadores ele nos mostrou uma garrafa de vidro datado de 1.428, antes da descoberta do Brasil que ele garante ser a data de fabricação do referido objeto que pode ter vindo de algum país Europeu.
Além dos números 1428 impresso no fundo da garrafa, no mesmo local tem a numeração 1000, porém, em nenhum vem acompanhando a unidade de medida. Contudo, seu Antônio acredita que a referência é a data de fabricação e capacidade do recipiente, ou seja, mililitros "mm". 
"Antigamente era comum todo objeto vim com a data de fabricação impresso pelo fabricante, inclusive as pessoas faziam isso também nas construções de casas e outros imóveis como forma de deixar registrado a data que aquilo foi construído. Por este motivo eu acredito que esses números possam ser a data de fabricação e a capacidade da garrafa", disse o aposentado.
Apaixonado assumido por coisas antigas seu Antônio mostrou várias maquinas de costura e algumas bicicletas de quase 100 anos de existência que segundo ele chegou para serem consertadas e devido a dificuldades em encontrar peças de reposição os donos acabaram abandonando e com o tempo ele foi pegando peças de sucatas e de outras iguais que chegavam na oficina e deixava funcionando.
"Eu tenho estima por coisas velhas e acho bom divulgar para mostrar aos jovens de hoje, que não dão valor a algo de 10 anos acima, que quanto mais antigas melhor é", concluiu ele.

CONFIRA O VÍDEO
Redação Ichu Notícias
OUTRAS FOTOS



Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.