CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 16 de março de 2012

Assaltantes de banco são reincidentes, diz Garcif Feira de Santana:


O Grupo Avançado de Repressão a Crimes contra Instituições Financeiras (Garcif/Feira de Santana) anunciou, na tarde de quinta-feira (15), as prisões de acusados dos cinco arrombamentos de agências bancárias nas cidades de São Félix, Santanópolis, Ubatã, Ibirataia e Irará.
Audiclei Noia da Silva, o “Noia”, Deivid Quinto de Jesus, “Gordo”, Fagner Seixas Pereira, o “Rato” e Rildo Pereira de Andrade, o “Coroa” foram presos em flagrante por investigadores do Garcif/Feira e policiais militares, em fevereiro, quando tentavam arrombar os terminais de Autoatendimento de uma agência bancária em São Félix,
“Apuramos que os assaltantes presos em São Felix, eram os mesmos que haviam arrombado os terminais das agências bancárias de Santanópolis, Ubatã, Ibirataia e Irará, no mês de janeiro”, informou o delegado Dermeval Amôedo Júnior, coordenador do Garcif/ Feira, que conduz as investigações.
Os quatro homens, que já estão na Unidade Especial Disciplinar (UED), em Salvador, são suspeitos da autoria de roubos a outras agências no interior.
Imagens do circuito interno de segurança dos bancos foram analisadas e confrontadas pela polícia, tendo os acusados confessado em depoimento serem os autores dos roubos das agências de Santanópolis, Ubatã, Ibirataia e Irará. De acordo com a polícia, o veículo pertencente a “Gordo”, um Ágile, de cor prata, placa NYD- 7360 aparece na imagem da ação dos bandidos em Ubirataia e também no assalto em São Felix, onde foi apreendido.
Na operação policial que resultou nas prisões dos quatro assaltantes, o Garcif/Feira contou com o apoio do Tenente PM Suzart, da Polícia Militar e da delegada Vera Rebouças, titular da Delegacia Territorial de São Felix. Os mandados de prisão preventiva contra Audiclei, Deivid, Fagner e Rildo foram expedidos em quatro diferentes comarcas. Eles foram indiciados por furto qualificado, formação de quadrilha e porte ilegal de arma.  O grupo utilizou maçaricos em todas as investidas para roubar o dinheiro dos terminais.  Além do veículo de “Gordo”, a policia apreendeu uma pistola 380 e um revólver calibre 38.
As informações são da SSP Bahia com imagem da TV Bahia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.