Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 9 de julho de 2017

Com um belo gol de João Paulo, Bahia arranca o empate contra o Fluminense

O Bahia completou um mês sem vencer. Há sete jogos que a equipe não sai de campo com três pontos debaixo do braço. Mas, diferentemente dos últimos dois jogos como mandante, arrancou o empate com o Fluminense, 1 a 1, na Arena Fonte Nova, em Salvador, neste domingo (9). 
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Wellington Silva abriu o placar do jogo a favor dos visitantes, enquanto que João Paulo acabou com o jejum do Bahia de três jogos sem marcar, anotando o tento de empate. O duelo foi válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Com o empate, o Esquadrão respira fora da maldita zona de rebaixamento na 16ª colocação com 12 pontos, porém ainda depende do jogo do São Paulo. O clube paulista joga neste domingo, às 19h, contra o Santos e não pode vencer, para que o tricolor baiano mantenha-se fora do Z-4. Já o Fluminense, permanece na sétima posição, com 17.

Na próxima rodada do campeonato, o Bahia viaja até São Paulo para enfrentar a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, na quarta-feira (12), às 19h30. No mesmo dia, o Fluminense joga o clássico carioca com o Botafogo, no estádio do Maracanã, só que um pouco mais tarde, às 21h.

O JOGO
O Bahia começou o jogo com a marcação avançada e roubando bem as bolas no meio de campo, tanto que o primeiro chute a gol foi do Esquadrão de Aço. Logo no primeiro minuto de partida, Renê Júnior chutou da intermediária e a bola passou perto da trave esquerda do goleiro Júlio César.

Apesar disso, quem abriu o placar foi o Fluminense ajudado por uma falha da defesa do Bahia. Aos 12 minutos, o lateral Lucas recuperou a bola após a cobrança de escanteio e cruzou rasteiro. Henrique Dourado deu um toque de letra e Wellington Silva empurrou para as redes.

Mesmo em desvantagem no placar, o Bahia continuou pressionando o adversário, mas sem conseguir levar perigo ao gol de Júlio César. Por outro lado, o Fluminense manteve o seu esquema de jogar em cima dos contra-ataques, mas também sem encontrar grandes chances diante da marcação dos donos da casa. Aos 26 minutos, Mendoza perdeu um gol feito. Mendoza ganhou na dividida com dois jogadores do Fluminense e abriu com Vinícius na esquerda. O atacante cruzou para área e o colombiano, sozinho na grande área e de frente para o gol, tocou de cabeça para fora. Seis minutos depois, Mendoza teve outra chance. Armero cruzou e o atacante cabeceou forte, obrigando Júlio César a fazer boa defesa.

Quando o relógio marcava 40 minutos, Régis recebeu na intermediária e bateu colocado da meia lua, mas o goleiro Júlio César espalmou para fora. No minuto seguinte, foi a vez de Renê Júnior manter o goleiro do Fluminense trabalhando. Ele recebeu de Régis e, também da intermediária, deu um bom chute, obrigando o arqueiro a se esticar e tocar para fora.

Segundo tempo
Para tentar acabar com o jejum de gols, o técnico Jorginho promoveu a estreia do atacante Rodrigão. Ele já voltou do vestiário no lugar de Vinícius. E assim como no primeiro tempo, a primeira iniciativa foi do Esquadrão de Aço. Zé Rafael recebeu a bola de Renê Júnior e bateu forte, passando perto da trave esquerda da meta do Fluminense, com menos de um minuto de jogo.

Aos seis minutos, o novo contratado obrigou Júlio César a fazer uma grande defesa. Régis levantou a bola na grande área, em cobrança de falta. Rodrigão cabeceou para o chão e o arqueiro do clube carioca fez a defesa. No entanto, a arbitragem já tinha parado o jogo. Quatro miuntos depois, Régis desperdiçou uma grande chance. Eduardo fez o cruzamento, Renê Júnior escorou e o camisa 18 chutou forte, de frente para o gol, mas ela foi para fora.

Rodrigão tentou mais uma vez aos 16 minutos de jogo. Mendoza cobrou o escanteio e o centroavante subiu e cabeceou bem para a defesa segura do goleiro do tricolor carioca.

Aos 38 minutos, o Bahia chegou ao empate com João Paulo. Régis tocou a bola, e o jovem atacante acertou um belo chute, pegando na veia, no canto esquerdo do goleiro Júlio César. 

FICHA TÉCNICA
Bahia 1x1 Fluminense
Campeonato Brasileiro - 12ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 09/07/2017
Horário: 16h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luis Marques (SP)
Assistentes adicionais: Leandro Bizzio Marinho e Rafael Gomes Félix da Silva (SP)
Cartões amarelos: Armero (Bahia) / Henrique Dourado, Marcos Júnior (Fluminense)
Gol: João Paulo (Bahia) / Wellington Silva (Fluminense)

Bahia: Jean; Eduardo, Lucas Fonseca, Tiago e Armero (Gustavo Ferrareis); Renê Júnior, Matheus Sales e Régis; Zé Rafael (João Paulo), Mendoza e Vinícius (Rodrigão). Técnico: Jorginho.

Fluminense: Júlio César; Lucas, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas; Orejuela, Marlon Freitas e Gustavo Scarpa; Marcos Calazans (Maranhão), Wellington Silva (Marcos Júnior) e Henrique Dourado (Pedro). Técnico: Abel Braga.

Por Leandro Aragão / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.