Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Tragédia na BR-324: Acidente entre Tanquinho e Riachão foi dos mais graves já ocorridos no trecho

O trágico acidente que aconteceu nesta quinta-feira (27), por volta das 10h30, no Km 463 da BR-324 (próximo à entrada do Belo Alto), entre os municípios de Tanquinho e Riachão do Jacuípe, repercutiu em todo o país, já que está entre os mais graves já acontecidos neste trecho da rodovia.
Segundo informações da Policia Rodoviária Federal (PRF), a colisão frontal envolveu dois veículos, sendo um Fiat Uno, de cor branca, placas OKU 8233, licença de Salvador, e um veículo Vectra, de cor prata, placas CRG 9753, licença de Ribeira do Pombal, resultou na morte de seis pessoas (quatro de uma mesma família) e outras quatro que ficaram feridas,
De acordo a PRF, viajavam no Vectra uma família: o motorista do veículo, Targino Cardoso da Costa, 32 anos, a esposa dele, Suelis Cerqueira Cardoso, 27, a filha Poliana Cardoso da Costa, 6 anos, e o pai, Jeová Lima Costa, de idade não revelada, todos ciganos. No Fiat Uno morreram o condutor, Robson Pinheiro da Cruz, 36, e Adilson Ramos dos Santos, 27, este natural de Senhor do Bonfim.

Com o impacto, os corpos de Jeová Lima e Adailson Ramos foram projetados para fora dos veículos, ficando às margens da BR-324.

Ainda segundo informações da PRF, duas pessoas não foram identificadas, uma de cada veículo. Elas foram socorridas para o Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana. Não há informações sobre o estado de saúde destas pessoas.

Segundo parentes das vítimas, no Vectra viaja uma família de ciganos, que residiam na cidade de Conceição da Feira. A notícia chocou a pequena cidade de 23 mil habitantes, que fica no Recôncavo baiano, mas próxima de Feira de Santana.

Congestionamento
 
A BR-324 ficou levemente congestionada até às 14h, momento em que foram levados os corpos para o DPT de Feira de Santana.

Devido à gravidade do acidente, o motor do Fiat Uno foi arremessado a uma distância de quase 100 metros do local do acidente.

A PRF informou também que a desobediência à sinalização por parte de um dos condutores teria sido a causa do acidente. No local há uma “faixa contínua amarela”, que proíbe a ultrapassagem, mas não foi obedecida.

No local estiveram a Drª Maurenice Fernanda – delegada titular da delegacia de Tanquinho, juntamente com uma equipe da Polícia Civil; Emerson – Inspetor da PRF, juntamente com uma equipe; Polícia Militar; Corpo de Bombeiros e dois rabecões.

Com informações e fotos do repórter Mário Amaral / Interior Da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.