CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Idoso desaparece após receber atendimento em UPA de Feira de Santana

Família está à procura de Orlando Correia de Santana, de 67 anos, morador do bairro Conceição II.
O idoso Orlando Correia de Santana, de 67 anos, que mora na Rua Carmo Parnaíba, bairro Conceição II, está desaparecido desde o dia 28 de janeiro deste ano. De acordo com o filho Orlando Correia de Santana Júnior, o pai é conhecido como Orlandinho ou Landinho e saiu de casa no dia 26 (sexta-feira) para passar o final de semana na casa de um irmão, no Parque Getúlio Vargas.
No domingo (28), o idoso saiu sem avisar e foi até a casa de um conhecido no Ponto Central, onde passou mal e precisou ser socorrido para uma unidade de saúde.
Foto: Aldo Matos/ Acorda Cidade | Filho procura pai desaparecido desde o dia 28 de janeiro
“Ele foi passar o final de semana na residência do meu tio no Parque Getúlio Vargas. Lá, não sei se houve um desentendimento entre eles, e ele saiu no domingo sem avisar. Minha tia mandou o meu tio ir atrás, mas não conseguiu encontrar. Ele então foi parar no Ponto Central e passou mal na casa de um rapaz chamado Alex. Esse rapaz deu atendimento a ele e chamaram o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), e o levaram para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Mangabeira. Eles internaram meu pai no dia 28 e no dia 29 o liberaram, sem documento nenhum e sem acompanhante”, informou Orlando Júnior.

Ele conta que após receber alta da UPA da Mangabeira, o pai não foi mais encontrado. “Do dia 30 para 31 que eu fui saber que meu pai estava desaparecido, tinha sido internado na UPA e já não estava mais lá. A gente saiu procurando na Mangabeira, Agrovila, os locais por onde ele passou. Ele estava com uma sutura no braço, uma camisa cinza escura e o pessoal disse que ele passou por ali transtornado, fora de si, não fala coisa com coisa. Ele está muito fraco e magro, não enxerga direito, e de lá pra cá não tivemos mais notícias dele”, afirmou o filho.

Ainda de acordo com o familiar, o idoso é uma pessoa pacata e muito conhecida no bairro onde mora. Ele costumava sair um ou dois dias para a casa de parentes e amigos, mas sempre retornava. Orlando Júnior pede que quem tiver informações sobre o paradeiro do pai ligue para os números de telefones (75) 98134-2129/ 98341-2175 e 98242-5869.

Laiane Cruz com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.