CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Riachão do Jacuípe: Polícia Civil faz apreensão de transmissor pirata que estava interferindo no sinal da Gazeta FM

A Polícia Civil de Riachão do Jacuípe apreendeu no início da manhã desta terça-feira, 24, no centro da cidade, uma antena e um transmissor utilizados por um empresário em seu estabelecimento comercial. Os aparelhos, segundo a polícia, interferiam no sistema de transmissão da Rádio Gazeta FM 104,9, o equipamento estava ligado 24h na mesma frequência da emissora, gerando interferências em canais de tevês, aparelhos celulares, além de prejudicarem também a aviação.
Os equipamentos estavam em uma loja de eletrônicos no centro da cidade, e o proprietário que não teve o nome revelado pela polícia foi levado para a Delegacia para prestar depoimento. O empresário negou a intenção de ‘boicote’ de sinal da emissora Gazeta FM, porém não conseguiu explicar o porquê da utilização de tal equipamento.

Desenvolver atividades clandestinas de telecomunicações é um crime com punição de 1 a 4 anos de prisão.

Problema
Desde a semana passada que ouvintes da emissora reclamavam que não estavam conseguindo sintonizar a Rádio na área do centro e bairros como Alto do Cemitério, Jatobá, Barra do Vento, Alto do Cruzeiro e outras localidades onde o falso transmissor conseguia bloquear o sinal da emissora.

A direção da emissora convocou um engenheiro para fazer todos os testes possíveis na tentativa de detecção do problema, foi quando constatou que havia sido instalado um transmissor pirata na mesma frequência da emissora Gazeta FM 104,9 fazendo assim o bloqueio de sinal. O delegado Danilo Andrade entrou com um pedido de busca e apreensão, indiciando consequentemente os acusados pela prática do crime de transmissão pirata, a pena para esse tipo de crime pode chegar até 4 anos de prisão.

Após a apreensão dos aparelhos, o sinal voltou ao normal e a emissora emitiu uma nota pedindo desculpas ao ouvintes e colaboradores e explicando o lamentável fato.

Leia na íntegra:
Comunicado da Rádio Gazeta FM 104.9 – Riachão do Jacuípe-Ba.

Em respeito aos ouvintes da Rádio Gazeta FM, comunicamos que o sinal da nossa rádio no centro da cidade e em alguns bairros, voltou ao normal hoje, dia 24 de abril de 2018.

Lamentamos profundamente a descoberta de um TRANSMISSOR PIRATA que foi instalado em um comércio local, com a mesma frequência da nossa rádio comunitária, bloqueando assim o nosso sinal totalmente nas imediações próximas a este transmissor e enfraquecendo a sintonia em diversos bairros, causando prejuízos a nossa emissora.

Esclarecemos que atitudes como esta, é um crime previsto na nossa legislação e um atentado ao Estado Democrático de Direito.

A Rádio Gazeta FM presta o serviço de rádio difusão em nossa cidade há 15 anos e tem todas as autorizações e documentações legalizadas pelos órgãos que regulamentam a comunicação em nosso País.

A tentativa de calar a nossa voz, além de criminosa é um desserviço à nossa cidade, pois entre a nossa programação diária, está o canal aberto com a população que tem o direito de expressar as suas opiniões, necessidades e reivindicações nos programas jornalísticos da emissora.

Ao longo destes anos a contribuição social da GAZETA FM, registra-se no atendimento as pessoas mais necessitadas, através de campanhas beneficentes que são abraçadas pela população e um alívio para os que buscam este canal e tem suas necessidades supridas no momento da aflição. Através da nossa audiência e com o apoio dos nossos fiéis ouvintes, uma casa foi construída, tirando do relento uma cidadã que não tinha onde morar e convivia com graves problemas de saúde.

Calar a GAZETA FM é calar a voz dos mais sofridos, dos formadores de opinião, dos movimentos sociais, das religiões, dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, da sociedade civil organizada.

É nosso dever abrir o espaço para todos e dentro deste princípio, seguimos, buscando a melhoria desta comunicação, entre os poderes, a sociedade e a população em geral.

Que os culpados por este crime, sejam punidos.

Aliviados com a solução deste grave problema, agradecemos a preocupação dos ouvintes, a eficiência da Polícia Civil na pessoa do Delegado Dr. Danilo, Cristovão Ferreira e demais policiais civis, do nosso quadro de locutores, Advogado Dr. Felipe Sales, Técnicos de eletrônica e engenheiros que detectaram o problema.

Vamos seguir e que a nossa democracia não seja aviltada outra vez.

Alexandre Giffoni
Presidente da ACERJ – Diretor da Rádio Comunitária GAZETA FM.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.