CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Caso Marlon da Chapada: mãe atribui sua morte aos videos polêmicos postados em redes sociais

Nas redes sociais Marlon se intitulava como "Repórter Ventania" e fazia duras criticas a políticos da região. 
Residencia de Marlon fica praticamente em frente da casa da mãe que acordou
com o barulho dos tiros | Foto: Raimundo Mascarenhas
A senhora Trindade de Carvalho, mãe do repórter freelancer Marlon Araújo, 36 anos, morto a tiros após ter a casa invadida na madrugada desta quinta-feira, 16, no Distrito de Chapada, Município de Riachão do Jacuípe, parece ter muita convicção de que a morte do seu filho foi em consequência das postagens de vídeos polêmicos nas redes sociais, principalmente fazendo duras criticas a políticos das cidades da Bacia do Jacuípe e Território do Sisal.

Dona Trindade disse ao Calila Noticias que sempre pediu ao filho para evitar as postagens com medo de que ele fosse morto, “ainda ontem eu pedia a ele. Meu filho deixa de fazer esses vídeos, mas ele respondeu que era seu trabalho.” Lamentou a dona de casa.

“Meu filho não tinha envolvimento com droga, não tinha envolvimento com roubo, a única coisa que poderia provocar a morte dele era isso, (postagens de videos polêmicos)”, finalizou Dona Trindade.
Marlon era solteiro e morava sozinho | Foto reprodução redes sociais
Ela que é reside na Rua 13 de Maio, praticamente de frente a casa de Marlon que morava sozinho disse que ouviu os disparos quando faltavam cinco minutos para 02h e não pensou que fosse contra o filho. ”Ai foi quando uma vizinha chegou me gritando falando que tinham matado Marlon”, falou emocionada a mãe.

Na reportagem anterior foi citado por populares que antes do crime foi visto uma caminhonete Hilux branca rondando o distrito, dona Trindade disse que foi uma Ranger também branca, a definição de que carro foi usado somente poderá ser divulgado após o trabalho da Policia Civil.

O delegado Titular de Riachão do Jacuípe Danilo Andrade esteve na comunidade e ouviu testemunhas e familiares da vítima e informou que a priore, a principal linha de investigação está sendo mesmo as postagens que ele fazia nas redes sociais, mas ainda é cedo para apontar a motivação.

O crime
Peritos recolheram várias capsulas de pistola .40 | Foto: Raimundo Mascarenhas
Informações da Polícia dão conta que Marlon estaria na frente do computador no momento que ouviu o barulho na grade da sua casa e teria levantado, a luz de fundo permitiu que o atirador observasse ele chegando na porta pelo vidro fosco e fez o primeiro disparo que atingiu a cabeça, em seguida quebrou o cadeado, entrou em fez outros disparos com um pistola .40, conforme foi deixado pelo chão várias cápsulas.

Apesar de ser o principal Distrito de Riachão estando às margens da BA 120, distante 14 km da sede do município não possui policiamento.

Equipe das Policia Técnica e do rabecão de Serrinha realizaram o levantamento cadavérico por volta das 08h e o sepultamento deve ocorrer no fim da tarde. O corpo será velado na residência da mãe.

Redação CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.