CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Candeal: Vereador Leo de Deja solicita da Prefeitura a revisão dos valores cobrados para emissão de Alvarás e recadastramento de imóveis

Ele também quer a diminuição da alíquota do IPTU
O vereador José Risonaldo Ribeiro da Silva "Léo de Deja" que preside a câmara de vereadores de Candeal, protocou nesta terça-feira, 18, na Prefeitura Municipal, dois ofícios solicitando revisões de valores cobrados para emissão de Alvará de Funcionamento, bem como recadastramento de imóveis para revisão do valor venal e da alíquota aplicada, além do zoneamento do município.

Em relação a emissão do Alvará de Funcionamento, o vereador ressalta que uma grande quantidade de comerciantes/empreendedores que clamam alegando que a os valores cobrados para a emissão e renovação do referido documento não condizem coma realidade do município, sendo considerados pelos mesmos, como valores exorbitantes, onde é possível notar, claramente, que diante da crise do comércio local não vem tendo rentabilidade suficiente para tais taxas.
 
O parlamentar ressalta ainda que os comerciantes e empreendedores candealenses são de fundamental importância para a economia do município, onde empregam inúmeras famílias de forma direta e indireta, proporcionando renda a todos. Leo destaca que essa revisão pode trará inúmeros fatores positivos para a economia local.
 
Tratando-se do recadastramento dos imóveis com a respectiva revisão venal e revisão da alíquota aplicada e o zoneamento do município, o vereador enfatiza as reclamações apresentadas pela população candealense, por acharem inadequados os valores nos respectivo imposto. Considerando que boa parte dos proprietários de imóveis são de baixa renda, ele pede uma atenção para este quesito.
 
Ainda sobre o IPTU, Léo solicita que sejam disponibilizados nos boletos, forma para pagamento parcelado, e aplicação da isenção do imposto de 01 imóvel para proprietários declarados hipossuficientes.
 
Redação do AL Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.