CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Vereador Arraia comemora a confirmação do IBGE que Barro Preto pertence ao município de Ichu

O Vereador Edivaldo Apolônio "Arraia" solicitou do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE informações se o Povoado de Barro Preto já havia sido reconhecido como pertencente a Ichu, já que pertencia a Riachão do Jacuípe, apesar de os seus moradores ao longo dos anos terem maiores vínculos com Ichu.
Novo mapa territorial de Ichu
Em uma luta conjunta com o ex-prefeito Antonio George e o ex-deputado Bira Corôa, Arraia conseguiu junto a SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia) ter reconhecido Barro Preto como pertencente territorialmente como de Ichu, sendo elaborado um novo mapa, tendo inclusive a inclusão para o território ichuense da parte do povoado de Casa Nova que pertencia a Candeal.

Apesar do reconhecimento da SEI, o vereador continuou lutando para que o IBGE também incluísse em sua base de dados as alterações territoriais. O edil também vem buscando junto a EMBASA e COELBA que os recibos de pagamentos não estejam mais constando como Riachão e sim Ichu. Ele aguarda ainda que alguns serviços ligados a área da Saúde também passem para o município de Ichu.
Agora em um ofício do IBGE divulgado pelo vereador afirma que após se dirigirem a localidade de acordo com os limites estabelecidos pela SEI e apresentados ao Instituto para a realização do Censo Agropecuário de 2017, confirmou que realmente Barro Preto pertence ao município de Ichu. 
Redação do AL Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.