CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

terça-feira, 24 de março de 2020

Após viagem a São Paulo, homem de 29 anos, residente em Feira testa positivo para coronavírus

Feira de Santana confirmou um novo caso de coronavírus na tarde dessa terça-feira (24) e total sobe para sete, no município e não oito casos como foi informado inicialmente pelo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). 
De acordo com a secretaria Municipal de Saúde, um homem de 29 anos de idade, residente em Feira de Santana, que recentemente esteve em viagem a São Paulo, testou positivo para coronavírus. O resultado do exame saiu nesta terça-feira (24). O paciente, a esposa e o filho estão em isolamento domiciliar.

São Paulo é a cidade brasileira com maior número de pessoas infectadas até o momento, onde já existe transmissão comunitária do vírus. 

Está em investigação de domicílio uma mulher que também contraiu o vírus em viagem a capital paulista. A Secretaria de Saúde do Estado divulgou em seu boletim como um caso de Feira, mas a Secretaria Municipal de Saúde informa que todos os dados dela se referem a Salvador e por isso não a relaciona aos números do coronavirus nesta cidade.

Com esse registro, agora Feira de Santana soma sete casos de coronavírus. Quatro são "importados" (as pessoas contrairam em viagem no país ou pelo exterior) e três são locais, a funcionária de uma mulher feirense, que adquiriu o vírus na Itália, foi infectada e transmitiu para o pai e a mãe dela. 

A Secretaria Municipal de Saúde está monitorando familiares do mais novo paciente local e pessoas com as quais ele manteve contato desde que retornou da capital paulista.

Bahia
Segundo a secretaria, a Bahia já tem no 79 pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19), 725 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 17h desta terça-feira (24). Todos os casos novos foram importados ou de transmissão local.

Neste segundo boletim, a Sesab fez uma correção nos dados. Diferente do divulgado anteriormente, o município de Alagoinhas não possui caso confirmado. O paciente reside na capital, mas no momento do preenchimento da ficha de notificação, tinha informado o endereço do local de trabalho. O mesmo ocorreu com uma notificação inicialmente atribuída a Salvador, mas o local de moradia do paciente é Feira de Santana.

Desta forma, os municípios com casos positivos são estes: Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Feira de Santana (7); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); Salvador (48 casos, com a ressalva que três casos são importados, visto que o local de residência é fora da Bahia); e Teixeira de Freitas (1).

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

Do Acorda Cidade com informações da Sesab e da Secretaria Municipal de Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.