CLIQUE NO PLAY PARA OUVIR RÁDIO INDEPENDENTE FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Feira: Dois homens morrem com suspeita de covid-19 no Clériston e hospital cria espaço para corpos de vítimas da doença

Os familiares de vítimas que tiverem confirmação ou suspeita de coronavírus terão que assinar um termo de responsabilidade informando que esse corpo não pode ter velório e nem pode ser levado pra outra cidade.
A direção do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) anunciou que a partir desta quarta-feira (13) os corpos que forem identificados como suspeitos ou que tiverem a confirmação de coronavírus serão separados no necrotério das demais vítimas que vierem a óbito na unidade hospitalar.

A decisão ocorreu após dois pacientes que estavam internados na UTI do Clériston com suspeita da covid-19 terem morrido e familiares de outros dois pacientes que morreram no hospital, vítimas de acidente, terem denunciado que os corpos ficaram no mesmo local, dificultando o processo para liberação.

A familiar de uma das vítimas informou ao Acorda Cidade que o irmão, residente em Capela do Alto Alegre, foi transferido para o Clériston após sofrer um acidente de moto, por volta das 22h de ontem (12). Ele não resistiu e a família foi orientada a ir no Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde o corpo seria necropsiado, porém, ela relata que aguardou durante muito tempo e que quando procurou se informar, ficou sabendo que o corpo ainda estava no hospital, pois foi colocado junto com corpos de pessoas mortas com suspeita da covid-19 e o DPT não faria a remoção.

Ainda de acordo com o Clériston Andrade, com a mudança que passa a valer a partir de hoje, os familiares de vítimas que tiverem confirmação ou suspeita de coronavírus, terão que assinar um termo de responsabilidade informando que esse corpo não pode ter velório e nem pode ser levado pra outra cidade. O enterro terá que ser em Feira de Santana.

Segundo a assessoria do Clériston Andrade, o material dos dois pacientes que morreram com a suspeita de coronavírus foi coletado para exame e o resultado deverá ser divulgado pela secretaria municipal de saúde.

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), que inaugurou 10 leitos no último sábado (9) exclusivo para pacientes com coronavírus, chegou a ter seis pacientes internados, sendo dois confirmados e quatro suspeitos. Até a manhã desta quarta (13) a UTI estava com quatro pacientes internados, sendo dois confirmados e dois suspeitos. Os dois pacientes confirmados não são de Feira de Santana e não há confirmação da residência dos casos suspeitos.

Daniela Cardoso / Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.