Ouça a nossa Rádio Independente FM 104.9

TRANSLATE TO YOUR FAVORITE LANGUAGE - TRADUZA PARA SEU IDIOMA FAVORITO:

domingo, 26 de novembro de 2017

Com pênalti desperdiçado, Bahia perde da Chapecoense e não chega mais no G-7

Para conquistar a tão sonhada vaga na Libertadores, o Bahia terá que torcer para o Grêmio ser campeão da edição deste ano do maior torneio de clubes sul-americano e para o Flamengo conquistar a Copa Sul-Americana, com isso abriria mais duas vagas no Campeonato Brasileiro. 
O Esquadrão de Aço foi derrotado pela Chapecoense, por 1 a 0, neste domingo (26), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Wellington Silva foi o autor do gol da vitória dos visitantes. Edigar Junio ainda desperdiçou um pênalti chutando na trave. Estacionado nos 49 pontos, o Tricolor não tem mais chance de chegar à sétima colocação, que neste momento é do Vasco com 53.

A Chapecoense somou 51 e subiu para a nona posição. O próximo e último compromisso do Bahia pelo Brasileirão, será contra o São Paulo, no próximo domingo (3), às 16h no relógio baiano, no estádio do Morumbi, na capital paulista. No mesmo dia e horário, a Chapeoense recebe o Coritiba, na Arena Condá, em Chapecó. O próximo e último compromisso da equipe comandada por Paulo Cézar Carpegiani pelo Brasileirão, será contra o São Paulo, domingo (3), às 16h no relógio baiano, no estádio do Morumbi, na capital paulista. No mesmo dia e horário, a Chapeoense recebe o Coritiba, na Arena Condá, em Chapecó.
 
O JOGO
Após as homenagens às vítimas da tragédia da Fonte Nova, que completou dez anos, a bola rolou e logo nas primeiras ações as duas equipes mostraram que estavam a fim de fazer um bom jogo. Primeiro foi o Esquadrão de Aço. Edigar Junio recebeu na grande área, fez o corte, mas na hora do chute foi desarmado. Na sequência, a Chape também apresentou o seu cartão de visita. Wellington Paulista invadiu a área e chutou, obrigando o goleiro Jean a fazer boa defesa.

Aos 12 minutos, Juninho Capixaba fez boa jogada pela esquerda e tocou para Vinícius. Ele girou e tocou para Zé Rafael, que vinha de trás. Zé bateu, mas a bola foi para fora. Depois, cinco minutos mais tarde, foi a vez da Chape chegar bem com um foguete de Apodi. O lateral recebeu pela direita e experimentou de longe, mas Jean espalmou para fora. Em seguida, aos 19, o goleiro do Esquadrão agiu mais uma vez. Reinaldo recebeu pela esquerda e cruzou para a pequena área, mas o arqueiro afastou o perigo.

A torcida ficou na bronca com o árbitro, aos 31, pedindo a marcação de um pênalti. Vinícius recebeu dentro da grande área e cai na chegada da marcação de Amaral, que desarma o adversário.

Aos 40, João Pedro recebeu bom passe pela esquerda, mas Tiago fez um desarme providencial na linha de fundo colocando a bola para escanteio. Dois depois, Juninho Capixaba construiu boa jogada pela esquerda, cortou para o meio, mas errou no passe para Mendoza, colocando muita força e a bola saiu pela linha de fundo.

A defesa do Bahia vacilou e a Chapecoense abriu o placar aos 44. Thiago Martins perdeu o tempo da bola, subiu errado e a bola passou por ele. Canteros dominou dentro da grande área e tocou para Wellington Paulista que tocou para o gol.

Segundo tempo
O Bahia voltou do vestiário modificado. Vinícius deu lugar a Edson, enquanto que a Chapecoense voltou com os mesmos onze iniciais.

Com o prejuízo no placar, o Esquadrão de Aço tratou de buscar o ataque. Na cobrança de escanteio, Edigar Junio desviou para o segundo pau, mas Apodi cortou, tirando a bola de Renê Júnior que chegava para cabecear. Depois, foi a vez de Mendoza desperdiçar ótima chance de empatar a partida. A zaga catarinense bobeou e a bola sobrou para o colombiano, que tocou de cabeça fraco e Jandrei ficou com a pelota.

Aos sete minutos, Allione levantou a bola em cobrança de falta. Renê Júnior cabeceou, a bola bateu no braço do zagueiro Douglas Grolli e o árbitro assinalou o pênalti. Depois de uma confusão entre Mendoza e Reinaldo, os dois receberam o cartão amarelo. Três minutos depois, finalmente, Edigar Junio fez a cobrança e, depois da paradinha, chutou na trave outra oportunidade de igualar o marcador.

Mendoza teve outra chance dentro da pequena área e de frente para o gol, no minuto 18. Ele não aproveitou o cruzamento que veio de Eduardo pela direita.

Aos 30, numa confusão na grande área, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para o zagueiro Tiago, que não tem intimidade com o gol e acabou isolando na hora chute.

Aos 30, numa confusão na grande área, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para o zagueiro Tiago, que não tem intimidade com o gol e acabou isolando na hora chute. Dois minutos depois, na bola levantada numa cobrança de falta, Tiago se chocou com Douglas dentro área catarinense. A torcida pediu a penalidade máxima, mas o árbitro mandou seguir. No minuto seguinte, Matheus Sales, do banco de reservas, foi punido com o cartão amarelo. Depois, o juiz parou jogo e mandou Feijão colocar a camisa do time.

FICHA TÉCNICA
Bahia 0x1 Chapecoense
Campeonato Brasileiro – 37ª rodada
 
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador  
Data: 26/11/2017
Horário: 17h (Horário da Bahia)  
Árbitro: Péricles Bassols (PE)  
Assistentes:   Cleberson do Nascimento Leite e Marcelino Castro de Nazaré (ambos de PE)  
Assistentes adicionais: Gilberto Rodrigues Castro Junior e José Woshington da Silva (ambos de PE)
Cartões amarelos: Mendoza, Zé Rafael (duas vezes), Eduardo (Bahia) / Amaral, Douglas Grolli, Reinaldo (Chapecoense)
Cartão vermelho: Zé Rafael (Bahia)
Gol: Wellington Paulista (Chapecoense)

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior (Hernane), Allione (Régis), Zé Rafael, Vinícius (Edson) e Mendoza; Edigar Junio. Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Douglas e Reinaldo; Amaral, Canteros, Elicarlos (Fabricio Bruno), João Pedro (Nadson) e Luiz Antonio (Moisés Ribeiro); Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

Por Leandro Aragão / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ICHU NOTÍCIAS.

Neste espaço é proibido comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Administradores do ICHU NOTÍCIAS pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.